Cidades

Apenados são batizados na Cadeia Pública de Ceará-Mirim

AS ATIVIDADES RELIGIOSAS SÃO FEITAS COMO PRECONIZA A LEI DE EXECUÇÃO PENAL NO ARTIGO 24, QUE GARANTE A LIBERDADE DE CULTO AOS APENADOS. FOTO: DIVULGAÇÃO

Na tarde deste sábado, foi realizado na Cadeia Pública Dinorá Simas Lima Deodato, em Ceará-Mirim, pela Capelania Carcerária da Igreja Evangélica Assembleia de Deus do Rio Grande do Norte (IEADERN), o batismo nas águas de 14 internos da unidade prisional.

A assistência religiosa foi presidida pelo pastor Martins Alves da Silva e coordenada pelo capelão Luciano Nascimento. Também contou com a participação do pastor Ari Antony, pastor Rodrigo Raniely, presbítero Hernandes e do levita Idegarde.

As atividades religiosas são feitas como preconiza a lei de execução penal no artigo 24, que garante a liberdade de culto aos apenados, permitindo a participação nos serviços organizados nos estabelecimento penal, bem como a posse de livros de instrução religiosa.


Deixe um Comentário