Polícia

Ao contrário dos coronéis, presidente da Associação dos Policiais Militares contesta senador Styvenson e defende imagem da PM

Resultado de imagem para eliabe marques

ELIABE MARQUES: “O SENADOR DEVERIA USAR O SEU MANDATO PARA VALORIZAR O TRABALHO DO POLICIAL MILITAR

Diferentemente do comandante da Policia Militar do Rio Grande do Norte, Coronel Alarico, e do deputado estadual Coronel Azevedo, o subtenente Eliabe Marques, presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN), saiu em defesa dos policiais militares e considerou as declarações do senador Styvenson Valentim (Podemos-RN) como sendo “um desserviço” aos policiais em geral e a Policia Militar do RN.

Com 26 anos de atuação na PM, o subtenente disse desconhecer a existência de policiais que são dependentes químicos e usuários de cocaína ou crack, conforme revelou o senador potiguar.

Eliane Marques disse ainda não haver no âmbito da corporação estudos ou estatísticas que confirme a veracidade das declarações de Valetim. “Ilações desse tipo contribuem para o desprestigio e desvalorização do policial militar”, disse.

Para o líder sindicalista, Styvenson Valentim deveria usar o seu mandato de senador da República para valorizar o trabalho da Policia Militar, uma corporação, que na opinião de Eliabe Marques, foi “essencial” para alavancar sua carreira política.

Marques revela que os policiais militares, embora trabalhem sob intenso estresse, são carentes de apoio e sofrem problemas de saúde diversos, que vão desde questões ortopédicas até cardiológicas, inclusive depressão.

“O senador deveria usar o seu mandato para valorizar o trabalho do policial militar e ajudar na resolução dos problemas que a categoria enfrenta no seu dia-a-dia”, enfatiza.

EXAME TOXICOLÓGICO

Embora ressaltando que a Lei Complementar 618 já determina a realização de exame toxicológico por ocasião do ingresso nas fileiras da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, Eliabe Marques não concorda com a opinião de Styverson sobre a realização periódica desses exames, ao longo da carreira militar dos policiais.

“Acho desnecessária a realização periódica desses exames. Confesso que me senti ofendido com as declarações de Styverson, que certamente ofendeu toda a família Policia Militar”, ressaltou.

 


Deixe um Comentário