Cidades

Anorc quer envolver governo, TJRN, ALRN, OAB e polícias em movimento em prol da melhoria da segurança no campo

FOTO: ILUSTRAÇÃO

A Associação Norteriograndense de Criadores (Anorc) vai dar início a um movimento convocando autoridades do estado a se envolverem no que a entidade está chamando de “Novo Modelo de Gestão da Segurança no Campo”.

A ideia é levar aos comandantes de policiamento, à presidência do Tribunal de Justiça, à OAB, aos parlamentares e à própria governadora, Fátima Bezerra, um apelo para que possa se discutir a fundo uma nova estrutura de trabalho capaz de devolver aos produtores rurais do estado a indispensável tranquilidade em suas propriedades.

“Estamos, de novo, vivendo um momento de enorme tensão no campo. O número de fazendas assaltadas no interior do RN vem crescendo assustadoramente. Entendemos que este é um problema estrutural e complexo e é por isso que queremos envolver todos os atores neste debate. A ideia é montarmos um projeto conjunto, macro, articulado e que possa garantir eficiência e eficácia no combate a estes criminosos”,  afirma o presidente da Anorc, Marcelo Passos.

Na noite da terça-feira, 27, a diretoria da Anorc se reuniu com alguns produtores e com representantes do Comando da Polícia Militar, além do secretário de Segurança, Coronel Araújo. Na reunião ficou definido que a entidade irá dar início a esta mobilização ainda esta semana. “Pretendo começar, já na próxima semana, a visitar todos estes atores para possamos começar a agir o quanto antes. Cada um na sua alçada, cada um como puder. O importante é frearmos a escalada de medo que assola o setor rural potiguar”, afirma Marcelo Passos.


Comente aqui