Política

Analistas veem Carlos Eduardo com “insanidade política” e surge um movimento para que o vice de Álvaro Dias saia da Câmara Municipal

EX-PREFEITO CARLOS EDUARDO ALVES QUE EMPURRAR DE “GOELA ABAIXO” NOME DA PRIMA DE SUA ESPOSA PARA SER CANDIDATA A VICE-PREFEITA DE ÁLVARO DIAS

Não será nada fácil para o ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) empurrar de “goela abaixo” a ex-secretária de Tributação de Natal, Aila Ramalho Cortez, como candidata a vice-prefeita do prefeito Álvaro Dias (PSDB). Começa a se formar nos bastidores da sucessão natalense um movimento para que a indicação do vice-prefeito saia da Câmara Municipal de Natal. É maior do que se imagina a reação contra a indicação de Aila Cortez como companheira de chapa de Álvaro Dias. Prima de Andréia Ramalho, esposa de Alves,  a “protegida” de Carlos Eduardo é vista como uma espécie de “cavalo de Tróia” que o ex-prefeito pretende encastelar na Prefeitura de Natal para no futuro “puxar o tapete” de Álvaro e assumir o poder. Com a prima da mulher sentada na giroflex como prefeita, Carlos estaria com os seus caminhos pavimentados para se eleger a um cargo majoritário em 2022.

“Carlos Eduardo não aceita crescimento de ninguém. E lhe digo, se ele emplacar o vice, vai trabalhar para “cassar” Álvaro e o vice dele assumir”, analisa um dos mais influentes vereadores de Natal, que durante muito tempo foi um dos principais aliados do ex-prefeito.

A tentativa de que o nome do vice surja da Câmara Municipal, com o apoio inclusive de representantes do próprio PDT, enfrenta uma dificuldade: os vereadores do partido não descartam a possibilidade de Carlos Eduardo negar-lhes a legenda para as suas reeleições, sob o argumento de que “foram infiéis a uma decisão da Executiva da legenda”.

Essa possibilidade deixa inclusive em uma “saia justa” o atual presidente da Câmara Municipal do Natal, vereador Paulinho Freire, que hoje deve se arrepender até a medula de ter levado o seu grupo político para ficar à mercê do ex-prefeito de Natal.

“INSANIDADE POLÍTICA”

Na tentativa desesperada de emplacar como candidata a vice-prefeita a prima de sua mulher, Carlos Eduardo Alves estaria sofrendo de um “surto de insanidade política”, segundo análises feitas por lideranças da política local, depois que ele usou o seu perfil no Twitter para insinuar de forma cifrada que o atual prefeito natalense é adepto do nepotismo na sua gestão.

Aliás, segundo as mesmas fontes políticas, a prática do nepotismo foi usada pelo ex-prefeito em diversas ocasiões de sua administração, quando nomeou a prima (Aila Cortez) da esposa para a Secretaria de Tributação, a própria esposa para a Secretaria de Trabalho e Assistência Social e um primo para a diretoria da Secretaria de Esporte e Lazer.

“Carlos Eduardo ainda vem dizer em público que nunca fez nepotismo. O problema dele é que Álvaro Dias hoje em Natal tem vida própria e não precisa mais dele”, revela o vereador que já foi em um passado recente um dos principais cardeais do PDT.

Para esse vereador, a avaliação de Álvaro Dias é algo que impressiona  e que Carlos Eduardo nunca conseguiu obter algo semelhante. “Hoje ele é odiado até pelos ambulantes e camelôs, enquanto Álvaro é aclamado. Na campanha ele não foi caminhar no Camelódromo porque sabia que ia ser xingado”, enfatiza o edil natalense.


Comente aqui