Política

Ameaçado de morte, Jean Wyllys renuncia mandato e diz que vai morar fora do Brasil

PARLAMENTAR ESTÁ NO EXTERIOR E DISSE QUE NÃO PRETENDE RETORNAR PARA ASSUMIR O TERCEIRO MANDATO.(FOTO: LUCIO BERNARDO JR./CÂMARA DOS DEPUTADOS)

O deputado federal Jean Wyllys (PSol) anunciou nesta quinta-feira (24/1) que está abandonando o mandato no Congresso Nacional após sofrer graves ameças de morte. O parlamentar publicou nas redes sociais uma mensagem, agradecendo aos seguidores, e dizendo que manter-se vivo “também é uma forma de resistência”. Jean deixará o Brasil sem data de retorno.

O parlamentar está sob escolta da polícia desde o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSol), no Rio de Janeiro. Eleito com 24 mil votos para o terceiro mandato, Jean já está no exterior, de férias, e disse que não pretende retornar ao Brasil.

Além de ameaças feitas por grupos de milicianos, o parlamentar também é alvo de grupos conservadores, que o atacam pelas redes sociais diariamente. O político também é um dos maiores alvos de notícias falsas espalhadas pela internet.

Correio Braziliense


Deixe um Comentário