Política

Agripino e Henrique são acusados de receber propina milionária da Odebrecht

REPORTAGEM DA CRUSOÉ MOSTRA COMO FUNCIONAVA O ESQUEMA DE CORRUPÇÃO. FOTO: REPRODUÇÃO

A revista Crusoé publicou nesta sexta-feira, uma suposta lista do “Delivery da Propina” que seria paga, entre 2013 e 2015, pela Odebrecht por meio de uma transportadora de valores.

Na reportagem a revista enumera a entrega de propina – total de R$ 249 milhões – em endereços indicados por políticos, entre eles, políticos potiguares bem conhecidos.

Em destaque na denúncia da revista, vem o ex-senador José Agripino Maia (DEM), que teria recebido duas remessas totalizando R$ 1 milhão de reais. O dinheiro teria sido recebido por um assessor dele em um hotel em SP. O ex-deputado e ex-ministro Henrique Eduardo Alves (MDB) também é citado, porém, a Crusoé não revela detalhes de valor e endereço.

Com informações do Blog do BG


Deixe um Comentário