Polícia

Acusado por golpes de R$ 2 milhões é preso no RN e alega que já “virou evangélico”

ANSELMO AUGUSTO MOREIRA DE MORAIS JÚNIOR É ACUSADO DE PRATICAR DEZENAS DE FRAUDES VEICULARES ENTRE 2011 E 2013 E ATUALMENTE ELE SE DEDICAVA A ATIVIDADES EM UMA IGREJA. FOTO: CEDIDA

O foragido da Justiça Anselmo Augusto Moreira de Morais Júnior, de 37 anos, foi preso na manhã desta desta terça-feira (9) na cidade de Nova Cruz, no Agreste do Rio Grande do Norte. Ele é acusado de aplicar golpes — cuja soma chega a R$ 2 milhões — em fraudes veiculares praticadas entre os anos de 2011 e 2013 em João Pessoa, na Paraíba. Anselmo foi capturado por uma equipe de policiais civis da 6ª Delegacia Regional de Nova Cruz.

De acordo com os policiais, Anselmo atualmente se dedicava a atividades religiosas em uma igreja evangélica no município de Nova Cruz. Ao ser preso, ele alegou ter se “transformado” por conta da conversão. Ele já foi sócio de uma construtora sediada na Paraíba com capital social de R$ 300 mil e consta no quadro societário da Federação Paraibana de Luta de Braço, que segundo o cadastro na Receita Federal atua na produção e promoção de eventos esportivos.

Contra o acusado havia um mandado de prisão em aberto expedido pela 6ª Vara Criminal de João Pessoa após a publicação da sentença condenatória. A Delegacia de Defraudações e Falsificações da Paraíba (DDF) tem 14 inquéritos instaurados para apurar crimes atribuídos a ele.



Deixe um Comentário