Últimas do FM

Ministério Público

Ação do MPRN, condena ex-prefeito de Santana do Seridó à prisão por manter lixão a céu aberto

IRANILDO PEREIRA DE AZEVEDO, FOI CONDENADO A POUCO MAIS DE 3 ANOS DE PRISÃO

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) conseguiu uma condenação do ex-prefeito de Santana do Seridó a três anos, cinco meses e 20 dias de prisão, em regime inicial aberto, por manter um lixão a céu aberto entre 2010 e 2012 no referido Município. A sentença é resultado de uma ação penal, movida pelo MPRN na Vara Única da comarca de Parelhas. Quando foi prefeito do Município, o denunciado Iranildo Pereira de Azevedo dispôs irregularmente resíduos sólidos a céu aberto de forma continuada e sem a observância das exigências estabelecidas.

Uma vistoria realizada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais (Ibama) do RN constatou que os resíduos de toda a natureza (urbanos, entulhos e poda) eram colocados a céu aberto – inclusive o material de descarte de unidades de saúde. A ação torna o solo inadequado, modifica as características do ar, torna-o impróprio à saúde da população e transforma o local em potencial habitat para proliferação de vetores transmissores de doença.

Além disso, o lixão estava instalado em uma área propícia ao acúmulo de água em períodos chuvosos, o que pode ocasionar o carreamento de poluentes para os corpos d’água mais próximos. Para definir a sentença, o Juízo da comarca levou em consideração as práticas de crime de poluição causado pela introdução no ecossistema de elementos exógenos, como resíduos sólidos (cuja punição mair rigorosa está prevista em lei) e de continuidade do delito. O Juízo avaliou que o réu agiu com dolo eventual, na medida em que assumiu o risco de causar poluição qualificada, mediante o lançamento de resíduos sólidos sobre o solo, de forma inadequada e em desacordo com as exigências estabelecidas em leis e regulamentos. 

MPRN

Turismo

Veja os destinos nacionais e internacionais mais procurados pelos brasileiros em 2019; Natal é o 4º do Nordeste

A CAPITAL POTIGUAR FICOU ATRÁS DE RECIFE, SALVADOR E FORTALEZA

No primeiro semestre deste ano, a procura dos brasileiros por passagens aéreas cresceu 86% no Voopter em relação ao mesmo período do ano passado. Grande parte das buscas foram feitas via celular e vindas de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília — sendo 69,37% de mulheres e 30,63% de homens.

“O celular está na mão do consumidor o tempo todo e permite amplo acesso à informação. Por isso, este ano nosso foco é priorizar essa tecnologia” afirma a gerente geral do Voopter, Juliana Vital. 

Veja quais foram os destinos mais buscados pelos brasileiros no Voopter no 1º semestre:

Credito: Panrotas, por Antônio Roberto Rocha

Política

Regalias: Gasto com auxílio-mudança de deputados pagaria 10 prêmios da Mega

O VALOR USADO PARA A MUDANÇA DOS DEPUTADOS DARIA PARA COMPRAR 4.865 CARROS POPULARES OU PARA PAGAR QUASE DEZ PRÊMIOS DA MEGA-SENA NO VALOR DE R$ 21,9 MILHÕES. Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O discurso é de mudança política, mas as regalias continuam mesmo após os brasileiros renovarem 47% das vagas parlamentares na Câmara. Dados obtidos pelo Congresso em Foco por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI) mostram um gasto com auxílio-mudança de R$ 218,92 milhões em 14 anos. O benefício é concedido ao deputado eleito, na mudança do estado onde foi eleito para Brasília, sede do Congresso Nacional, ou ao deputado em fim de mandato, no trajeto contrário – do Distrito Federal para a unidade da Federação.

O valor usado para a mudança dos deputados daria para comprar 4.865 carros populares ou para pagar quase dez prêmios da Mega-Sena no valor de R$ 21,9 milhões. Uma aposta de São Paulo (SP) levou sozinha o prêmio no concurso 2.171 da Mega-Sena, realizado na noite de sábado (20) em São Paulo (SP).

Entre 2018 e 2019, foram desembolsados R$ 34,09 milhões com ajuda de custo para 540 parlamentares realizarem a mudança do estado natal para a capital ou para o caminho inverso. A soma é maior do que o número efetivo de 513 deputados, por dois motivos: os suplentes têm direito ao recurso após 30 dias no exercício do mandato e a conta leva em consideração os recém-chegados e os derrotados nas urnas.

Cada deputado federal recebeu R$ 33,7 mil – o correspondente a um mês de salário – para “compensar as despesas com mudança e transporte”. O benefício é garantido por um decreto de 2014, que não distingue o local de origem do político e não exige que os parlamentares declarem como gastaram o dinheiro.

Nesse período (2006-2019), lideram o ranking de gastos os anos de 2015, com R$ 31,80 milhões de desembolso com essa rubrica, e 2011, com R$ 28,06 milhões. Foram anos subsequentes às eleições realizadas em 2014 e 2010, o que justifica o aumento por causa da alteração na composição da Câmara. Os anos com menores gastos, por outro lado, foram 2014 (R$ 240.508,17) e 2017 (R$ 675.260,00)

Gasto ano a ano:

  • 2006: R$ 13.707.962,40
  • 2007: R$ 15.477.863,25
  • 2008: R$ 17.783.520,93
  • 2009: R$ 17.338.795,30
  • 2010: R$ 17.313.376,40
  • 2011: R$ 28.061.067,98
  • 2012: R$ 27.245.121,76
  • 2013: R$ 13.254.672,48
  • 2014: R$ 240.508,17
  • 2015: R$ 31.800.330,17
  • 2016: R$ 1.924.491,00
  • 2017: R$ 675.260,00
  • 2018: R$ 17.556.760,00
  • 2019: R$ 16.537.750,46

Congresso em Foco

Política

É OFICIAL: Deputados do Nordeste vão entrar com representação contra Bolsonaro na PGR

EM NOTA, O GRUPO DE CONGRESSISTAS DISSE QUE BOLSONARO “PRATICA UM ATO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA”

A Frente Parlamentar em Defesa do Nordeste vai entrar com uma representação na PGR (Procuradoria Geral da União) contra o presidente Jair Bolsonaro pela sua declaração contra o Nordeste. O presidente da Frente, deputado federal Danilo Cabral (PSB-PE), em entrevista ao Congresso em Foco, disse que “tão pronto a representação esteja pronta” ela será protocolada na PGR.

Na sexta-feira (19), ao receber jornalistas estrangeiros para um café da manhã no Palácio do Planalto, Bolsonaro falou reservadamente com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni: “daqueles governadores de ‘paraíba’ o pior é o do Maranhão; tem que ter nada para esse cara”. As imagens e áudio já estavam sendo captados pelo sistema de transmissão da TV Brasil e assim a conversa passou a circular publicamente.

Em nota, o grupo de congressistas disse que Bolsonaro  “pratica um ato de improbidade administrativa” e que também “fere o pacto federativo, penaliza a população e tensiona a unidade nacional”.

Leia a nota:

Diante das graves declarações proferidas pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, na última sexta-feira, 19 de junho, referindo-se de maneira jocosa aos nordestinos como “paraíbas” e sugerindo a retaliação política a Estados dessa região, a Frente Parlamentar em Defesa do Nordeste vem a público manifestar sua indignação e repúdio à essa conduta.

A forma como Bolsonaro, mais uma vez, se referiu aos nordestinos naturaliza e estimula o preconceito. Além de ser incompatível com o comportamento que se espera de um presidente da República, a conduta adotada é criminosa, nos termos da Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, que define os crimes para quem praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.

A ameaça de retaliação contra os estados do Nordeste fere o pacto federativo, penaliza a população e tensiona a unidade nacional. Ao se conduzir dessa forma, o presidente pratica um ato de improbidade administrativa.

A vitória eleitoral não é um salvo conduto para esse tipo de conduta que aposta na divisão do Brasil e dos brasileiros.

O presidente da República tem a missão constitucional de garantir a coesão da República Federativa do Brasil e governar para todos.

Pelos motivos acima expostos, a Frente Parlamentar em Defesa do Nordeste comunica que serão todas as medidas cabíveis no campo político e jurídico, inclusive abertura de processo judicial contra o Presidente Bolsonaro.

Recife, 22 de julho de 2019

Dep. Danilo Cabral

Presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Nordeste

Com informações: Congresso em Foco

Política

Frente Parlamentar Municipalista assina documento que permite prestação de serviços previdenciários sem deslocamento ao INSS

AUTORIDADES DE TODO O ESTADO PRESTIGIARAM O EVENTO

A Frente Parlamentar Municipalista da Assembleia Legislativa conquistou mais uma vitória na manhã desta segunda-feira (22), quando intermediou a assinatura de um acordo de cooperação técnica entre a Federação dos Municípios do RN (FEMURN), a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, a Secretaria Nacional do Trabalho e o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). O documento vai permitir que as prefeituras do Estado, que aderirem ao acordo, passem a oferecer a prestação de serviços, orientações e recebimento de requerimentos em âmbito previdenciário e trabalhista, sem necessidade de deslocamento do usuário a agências do INSS ou da Superintendência do Trabalho.

Para o presidente da Frente Municipalista, deputado Dr. Bernardo (AVANTE), essa é mais uma vitória que traz inúmeros benefícios para a população das cidades onde não existem unidades do INSS, e que agora não precisarão mais sair dos seus municípios para ter acesso aos serviços do órgão.

“Essa é mais uma pauta trazida pelos municípios à Frente Parlamentar Municipalista que conseguimos fazer a intermediação e resolver o problema. A partir desse acordo, as prefeituras farão toda parte burocrática junto ao INSS e seus cidadãos poderão ter acesso aos serviços sem precisar se deslocar do seu município”, explicou Dr. Bernardo.

Entre os serviços que os municípios poderão fornecer diretamente aos cidadãos estão emissão de extratos e comprovantes previdenciários, recebimento de requerimentos de benefícios previdenciários, assistenciais e do seguro-defeso do pescador artesanal, certidão de tempo de contribuição e de revisão dos benefícios, prestação de serviço de atendimento de CTPS e seguro desemprego.

“Hoje é um dia de festa para todos os prefeitos que a partir de agora passam a tornar os serviços do INSS ainda mais próximo do cidadão que acorda de madruga, que não tem o dinheiro para pagar o táxi para ir a outra cidade buscar os serviços do órgão e que agora o terão mais perto de casa”, comemorou o presidente da Federação dos Municípios do RN, José Leonardo Cassimiro de Araújo (Naldinho).

A assinatura do documento aconteceu durante o seminário “Por que o Brasil precisa da Nova Previdência?” — que teve como palestrante o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho. O evento realizado na Arena das Dunas foi promovido pelo Sistema FIERN, FAERN, FETRONOR e FECOMÉRCIO, e trouxe a Natal, o secretário Nacional do Trabalho, Bruno Dalcolmo, e o presidente Nacional do INSS, Renato Rodrigues Vieira.

“Esse é um grande marco na história do INSS. O Rio Grande do Norte sai na frente e soma-se ao esforço do órgão em prestar um serviço com mais qualidade, eficiência e rapidez, além de chegar mais perto do contribuinte/beneficiário”, comemorou Renato Rodrigues Vieira, que na oportunidade esclareceu aos presentes à transformação digital pela qual passa o INSS e a Secretaria Nacional do Trabalho.

Ao lado de prefeitos, vereadores e autoridades de todas as regiões do Estado, prestigiaram o evento, os deputados Tomba Farias (PSDB) e Ubaldo Fernandes (PTC).

Brasil

Duvivier desafia Bolsonaro: “Prove sua popularidade na rua dando um passeio entre os ‘paraíba’”

A DECLARAÇÃO DO HUMORISTA DEVE-SE AO FATO DA PRESENÇA DE BOLSONARO NA BAHIA NESTA TERÇA PARA INAUGURAÇÃO DE AEROPORTO

O ator e humorista Gregório Duvivier usou sua conta no Twitter para fazer um desafio ao presidente Jair Bolsonaro, que atacou o povo nordestino na última sexta-feira (19). Bolsonaro estará na Bahia, nesta terça-feira (23), para participar da inauguração do Novo Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista.

“O Jair Bolsonaro tá chegando na Bahia. Diz que ama o povo nordestino, mas duvido que faça algum evento público. Diz que ama, mas sabe bem que não é correspondido. Não acredita no Datafolha? Prove sua popularidade na rua dando um passeio entre os ‘paraíba’. Duvido”, postou Duvivier.

Os seguidores do humorista não perderam tempo e logo começaram a responder ao tuíte lembrando o “ataque” de Bolsonaro à Ancine e ao filme contando a história da “Bruna Surfistinha”.

Ausência

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), divulgou nas redes sociais, nesta segunda-feira (22), um vídeo no qual declara que não participará do evento. Na avaliação de Costa, a solenidade se transformou em uma convenção político-partidária. Além disso, é uma resposta às agressões de Jair Bolsonaro ao povo nordestino.

Saúde

Unidade Móvel Sesc Saúde Mulher chega em Currais Novos oferecendo exames de mamografia e preventivos gratuitos

A cidade de Currais Novos será o segundo destino da Sesc Saúde Mulher – e o 30º desde que começou a atuar no estado. A unidade móvel do Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Norte (Sesc RN), instituição do Sistema Fecomércio, disponibilizará mamografias e preventivos, além de orientações sobre saúde sexual feminina, de 25/7 a 30/8. A solenidade de instalação, na qual a população pode conhecer a estrutura da unidade, acontece dia 24/7, às 17h30, na Av. Teotônio Freire, 346-460, Currais Novos.

A meta do projeto é realizar 1.664 exames, divididos entre mamografias (832) e preventivos (832), também conhecidos como Papanicolau, além de 1.365 orientações sobre saúde. Enfermeira, educadora em saúde, técnica de radiologia, artífice compõem a equipe que assistirá às currais-novenses. A estrutura é equipada com consultório ginecológico, sala de mamografia com mamógrafo digital, banheiro, sala de atendimento e área externa para as palestras.

Os agendamentos dos exames já estão sendo realizados no município por meio dos agentes de saúde, e poderão ser feitos na própria unidade após a solenidade de instalação. Podem fazer o exame Papanicolau mulheres com idade entre 25 e 64 anos. Já as mamografias são destinadas a mulheres na faixa etária de 50 a 69 anos.

Os documentos necessários para o agendamento dos exames são RG, CPF, cartão SUS e comprovante de residência. A Sesc Saúde Mulher funciona às segunda-feira, das 13h às 18h; de terça a quinta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h e nas sextas-feiras, das 8h às 12h.

Sobre o projeto

O RN foi pioneiro no país ao receber, em 2012, a unidade móvel Sesc Saúde Mulher, à época um projeto piloto. Desde então, já foram realizadas 47.914 exames de mamografias e preventivos, além de 153.221 ações de educação em saúde.

Das 54.088 mulheres atendidas pela unidade em 29 municípios potiguares, foram detectadas alterações em 990 delas a partir dos exames ofertados pelo projeto, sendo encaminhadas ao serviço público de saúde para dar continuidade ao tratamento.

Serviço:

O quê? Sesc Saúde Mulher em Currais Novos

Solenidade de instalação? 24/7, 17h30, Av. Teotônio Freire, 346-460, Manoel Salustino, Currais Novos.

Permanência?  17/7 (início dos agendamentos) a 30/8 (exceto fins de semana e feriados) | Segunda-feira, das 13h às 18h; de terça a quinta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h e nas sextas-feiras, das 8h às 12h.

Economia

Durante Seminário, Presidente da FIERN defende agilidade na aprovação da reforma no Senado

O PRESIDENTE DO SISTEMA FIERN FEZ TAMBÉM UM RECONHECIMENTO AOS AGENTES PÚBLICOS QUE TÊM ATUADO PARA A APROVAÇÃO DA REFORMA PREVIDENCIÁRIA

O presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales de Araújo , destacou a necessidade do Senado garantir agilidade na aprovação da reforma da Previdência a partir de agosto, quando a votação deverá ser concluída na Câmara dos Deputados e enviada para apreciação dos senadores.

A declaração foi na abertura do Seminário “Por que o Brasil Precisa da Nova Previdência”, na manhã desta segunda-feira (22), na sala de Conferência da Arena das Dunas, com a participação do secretário de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, do secretário de Trabalho, Bruno Dalcolmo, do presidente do INSS, Renato Rodrigues Vieira, o prefeito de Natal, Álvaro Dias, a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, e representando o governo do Estado, presidente do IPERN, Nereu Linhares, presidente da Frente Parlamentar Municipalista, Doutor Bernardo; o presidente da Fermurn, José Casimiro; do presidente da FETRONOR, Eudo Laranjeiras; da FAERN, José FIERN; do vice-presidente da FECOMÉRCIO, Luiz Lacerda, prefeitos, vereadores, empresários e demais dirigentes e gestores do Sistema FIERN.

A reforma foi apreciada na Câmara, em primeiro turno, e a previsão é de que no início do próximo mês seja votada, em segundo turno, pelos deputados. “Esperamos que, a partir daí, no Senado, não apenas tenhamos o mesmo ritmo regimental, mas também seja ainda mais ousada, considerando o que todos já sabem, a situação é crítica em todos os níveis”, afirmou Amaro Sales.

Na ocasião, o presidente do Sistema FIERN fez também um reconhecimento aos agentes públicos que têm atuado para a aprovação da reforma previdenciária. “Neste particular merece o nosso reconhecimento, mais uma vez , ao empenho de Rogério Marinho, agora como secretário especial do Trabalho e Previdência. O seu nome foi inserido na história e tudo que tem feito a favor do futuro do país dignifica a memória de Djalma Marinho, seu avô, um dos melhores Parlamentares da Câmara em todos os tempos”, disse Amaro Sales.

O presidente do Sistema Fiern destacou também os votos favoráveis à reforma, no primeiro turno na Câmara, dos deputados João Maia, Fábio Faria, Walter Alves, Beto Rosado e Benes Loecádio. “Foram votos em favor do equilíbrio das contas previdenciárias”. O presidente da FIERN citou ainda a atuação pró-reforma do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do presidente Jair Bolsonaro. “A nova Previdência ajudará o Brasil a ser, de fato, o país, do futuro”, concluiu.

Economia

“Por que o Brasil Precisa da Nova Previdência”: Reforma terá impacto de R$ 933 bilhões em dez anos, diz Rogério Marinho em Seminário

“ESSA REFORMA DO SISTEMA PREVIDENCIÁRIO TERÁ UM IMPACTO ECONÔMICO IMPORTANTE. SEM CONTAR QUE ESTAMOS CORRIGINDO DISTORÇÕES”, DISSE O SECRETÁRIO

A reforma da Previdência irá representar uma economia de R$ 933 bilhões, em dez anos. O impacto econômico foi apresentado pelo secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, durante o Seminário “Por que o Brasil Precisa da Nova Previdência”, realizado na manhã desta segunda-feira (22), na sala de Conferência da Arena das Dunas. O valor supera R$ 1,1 trilhão, quando somado ao que medidas de combate à fraude previdenciária deve proporcionar (R$ 200 bilhões) aos cofres da União.

“Essa reforma do sistema previdenciário terá um impacto econômico importante. Sem contar que estamos corrigindo distorções. No Brasil, 40 milhões de brasileiros não contribuem com o sistema previdenciário, mas vão precisar ser amparados no futuro. A reforma da Previdência é necessária e urgente para poder voltar a crescer”, afirma. “Quando sou questionado sobre a quem mais interessa a reforma da previdência, respondo: Aos mais pobres. Essa é uma reforma que vai corrigir distorções, porque quem ganha mais, pagará mais”, acrescentou.

Sobre a aprovação em primeiro turno na Câmara, Rogério Marinho afirma que os deputados “preservaram a espinha dorsal” do que foi apresentado pelo governo. Ao todo, o projeto aprovado traz 29 medidas saneadoras do sistema previdenciário. Entre elas a mudança no prazo de informe cartorial de óbitos, antes de 40 dias, para 24 horas de forma eletrônica. “Isso vai gerar uma receita de 1,7 bilhão, que não chegavam ou chegavam com atraso ao INSS”.

Rogério Marinho citou ainda a mudança no acesso ao auxílio reclusão que será necessário ter contribuído contínua e intermitente por 24 meses para ter acesso, além da digitalização de 90 dos 96 benefícios concedidos pelo INSS, para agilizar o acesso.

A alta judicialização, segundo o secretário, fez com que dos R$ 712 bilhões pagos pelo INSS, no ano passado, R$ 92 bilhões foram gasto em sentenças judiciais. O dado é do ministério da Previdência.

Ainda no âmbito de combate a fraudes previdências, o secretário também citou a inconstância de dados no tocante ao auxílio rural, cujo projeto visa corrigir distorções. No Brasil, 16% da população mora no campo, mas 34%, no Regime Geral, são de assegurados rurais. “Isso aponta fraudes, com processo de negociação e convencimento que conseguimos modificar e garantir que terá direito à contribuição especificamente quem se enquadre no auxílio rural”, disse.

Segundo ele, o déficit previdenciário inibe aplicação de recursos no conjunto de serviços essenciais à sociedade, devido o gasto com o sistema previdenciário. Segundo dados apresentados, do orçamento geral da União 64% são destinados a despesas, restando muito pouco para investimento.

“Em 2018, o gasto com previdência foi sete vezes maior do que foi investido em educação. Ou seja, gastamos mais com o passado do que com o futuro”, disse. “A reforma da Previdência é necessária e urgente para poder o Brasil voltar a crescer. Faz com que o empreendedor tome a decisão de investir e contratar”, afirmou.

O evento, promovido pela FIERN, FECOMÉRCIO, FETRONOR E FAERN, contou ainda com  a participação do secretário de Trabalho, Bruno Dalcolmo, do presidente do INSS, Renato Rodrigues Vieira, do presidente da FIERN, Amaro Sales de Araújo, do presidente da Frente Parlamentar Municipalista, Doutor Bernardo; o presidente da Fermurn, José Casimiro; do presidente da FETRONOR, Eudo Laranjeiras; da FAERN, José FIERN; do vice-presidente da FECOMÉRCIO, Luiz Lacerda, prefeitos, vereadores, empresários e demais dirigentes e gestores do Sistema FIERN.

Ambiental

Projeto Olhares: Parque das Dunas e Idema apresentam observação participativa da fauna potiguar

O PROJETO POSSIBILITA O DESPERTAR DO OLHAR PARA O REMANESCENTE FLORESTAL DE MATA ATLÂNTICA POTIGUAR. FOTO: APRN

Com o objetivo de aproximar a população da primeira Unidade de Conservação criada no Rio Grande do Norte, o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), através da equipe do Parque das Dunas, desenvolveu o Projeto Olhares. Um projeto de observação participativa da fauna local, que possibilita o despertar das pessoas para esse valioso remanescente florestal de Mata Atlântica inserido na capital potiguar.

Através de um clique ou de uma descrição textual, as pessoas podem contribuir com as informações sobre os animais que vivem no Parque, seja de ocorrência natural do bioma ou não. Atualmente, a fauna do Parque das Dunas conta com mais de 300 espécies.

Segundo a bióloga Talytha Rocha, o projeto nasceu da necessidade das pessoas conhecerem a biodiversidade do Parque. “Pensamos em desenvolver o Projeto Olhares como uma forma de chamar a população para ampliar as percepções acerca do Parque das Dunas. É um convite para que as pessoas se sintam parte de tudo isso ao mesmo tempo em que contribuem com informações sobre os animais vistos na Unidade de Conservação”, afirma.

O projeto Olhares, criado pelos biólogos que atuam diretamente com a fauna do Parque, Talytha Rocha e Dhyego Melo, bem como pela gestora do Parque das Dunas, Mary Sorage, abrange toda a área da UC, não somente no local de uso público do Bosque dos Namorados. Ainda de acordo com a bióloga, locais como Via Costeira, Roberto Freire, Morro Branco, Universidade Federal, Nova Descoberta, são áreas que o Parque está inserido.

Para a execução do projeto, foi elaborado o site www.projetoolhares.com.br. A elaboração do material digital foi feito através de doação de profissionais da área de Tecnologia da Informação. “Se você estiver esperando um ônibus no campus da universidade, por exemplo, pode encontrar um animal e contribuir com o projeto. Basta pegar o celular, entrar no site e registrar a ocorrência através de um formulário, registrar o animal visto e se possível anexar fotos”, explica.

A partir dos dados coletados, a ideia é compilar as informações e transformá-las em banco de dados, até mesmo para subsidiar pesquisas. A junção das informações iniciais acontecerá em dezembro de 2019. Logo após, haverá a publicação do que foi catalogado durante o semestre, havendo continuação do projeto nos próximos períodos.

“Também pensamos na importância de observar as espécies encontradas na Mata Atlântica e que não estão registradas. No Parque, temos um importante exemplo que é o Lagarto de Folhiço, uma espécie identificada no Parque, descoberta por uma pesquisadora enquanto desenvolvia trabalho na nossa Unidade. O Olhares é até uma maneira de despertar o interesse das pessoas em estarem atentas ao que nos cerca”, disse o biólogo Dhyego Melo.

Lagarto de Folhiço

O Lagarto do Folhiço, denominado cientificamente de Coleodactylus natalensis, descoberto em 1999 pela bióloga da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, professora Eliza Maria Xavier Freire, é símbolo da preservação das áreas verdes de Natal. O réptil foi descoberto no Parque das Dunas e é uma das menores espécies de lagarto do mundo, sendo o menor da América do Sul, não ultrapassando três centímetros de comprimento total. Trata-se de uma espécie endêmica, ou seja, específica de uma única localidade: a Mata Atlântica do Rio Grande do Norte.