Famosos

Wesley Safadão entra na justiça para poder levar filho à festa do Neymar

Wesley Safadão e Yhudy (Foto: Reprodução)

CANTOR CONTA QUE MILEIDE MIHAILE PROIBIU YHUDY DE VIAJAR COM O PAI. (FOTO: REVISTA QUEM )

Wesley Safadão explicou em seu Instagram o motivo de não ter levado o primogênito, Yhudy, para Paris, na França, onde viajou com sua atual mulher, Thyane Dantas, e os filhos, Ysis e Dom, para participar da festa de aniversário de Neymar. O cantor contou que acionou até a Justiça para tentar levar o primogênito, fruto de seu casamento Mileide Mihaile, para a viagem, mas que a mãe do menino não o liberou para o passeio com o pai.

“Na semana passada, recebi um convite para participar do aniversário do Neymar, que era um desejo do próprio, mas que ele não sabia. Vi então a possibilidade de trazer a minha família e principalmente o Yhudy, que é maior, gosta muito de futebol e é fã de jogadores… Seria uma oportunidade para conhecer o Neymar”, contou ele, que teve que remanejar a agenda do menino para poder levá-lo na viagem.

Safadão afirma que Mileide chegou a concordar em uma primeira oportunidade com a ida do filho, mas depois voltou atrás. Então, ele entrou na Justiça para pedir autorização para o menino poder viajar com ele.

“Eu já tinha decidido com a mãe do Yhudy há um ou dois meses, a agenda de fevereiro. Mas a gente precisava inverter os finais de semana. Ela ficaria com esse próximo que vai chegar e eu ficaria com esse que passou, para a Thyane poder trazer a família toda: Yhudy, Ysis, Dom e minha sogra. Mas não conseguimos contato de imediato. Era tudo de última hora e tinha voo para marcar… Eu tinha o limite de até terça à noite, mas consegui segurar a reserva até quarta à noite. Terça-feira à noite, ele estava querendo falar coma mãe dele para ver se era possível. Ele me chamou e ela falou que ele poderia ir. Na quarta-feira, soube que ela não ia autorizar ele a ir viajar”, relembra.

“Falei com a minha advogada e eles disseram: ‘existe uma forma de explicar para a Justiça e talvez ela possa autorizar a viagem’. Entrei na Justiça. Era quinta e a Thyane viajaria na sexta com os meninos. A gente conseguiu autorização. Teria que ir com oficial de Justiça. Pedi um motorista para pegar ele na escola e a Mileide perguntou: ‘o que você está fazendo aqui?’. Ela falou alguns nomes, que não precisam ser dito e perguntou se o André ia pegar ele a força. Ela se negou diante da autorização. Falei com os advogados. Eles falaram que a gente podia mandar um oficial, mas eu não quis envolver polícia nisso. Fiz o que eu pude…Não queria chegar a esse ponto.”

O cantor ainda lamentou não ter podido realizar o sonho do filho de conhecer Neymar e outros jogadores de futebol. “Tentamos da forma mais simples, tivemos que ir à Justiça pedir a autorização que foi dada, mas não foi cumprida… Queria realizar o sonho do Yhudy, que não conhece o Neymar. Tentei. Espero ter outras oportunidades”, finalizou.

Quem


Deixe um Comentário