Internacional

Vídeos mostram momento em que torre da Catedral de Notre Dame desaba em meio a incêndio em Paris

Vídeos publicados nas redes sociais mostram o momento da queda da torre da catedral de Notre Dame , no centro de Paris, que nesta segunda-feira foi atingida por um incêndio. Nas imagens, é possível ver muita fumaça saindo do topo da igreja medieval, o monumento mais visitado da Europa.

A brasileira Ariela Amaral também viu de sua casa a imensa coluna de fumaça, que “foi atravessando o céu”, segundo seu relato. Ela conta que preparava o jantar quando foi surpreendida pelo incêndio na catedral.

— Abri a janela da minha sacada e vi toda a fumaça, que foi atravessando o céu — relata. — Faz uma hora e meia que começou o incêndio e eles estão lutando contra o fogo desde então.

Também brasileira, a pesquisadora Tania Brandão conta que estava a caminho da catedral para assistir a uma missa quando se deparou com o tumulto nos arredores da igreja. Ela escolhera o seu aniversário para a visita. Inicialmente, ela não pensou que a tímida fumaça viesse do monumento, até perceber que o pior acontecera.

— Quando eu cheguei lá, os bombeiros nem tinha chegado. Depois, era possível vê-los no telhado jogando água, mas nada detinha o fogo. Foi se espalhando muito, com muita fumaça. Triste demais.

De acordo com o porta-voz de Notre Dame, o fogo começou às 18h50 do horário local (13h50 de Brasília), praticamente na mesma hora em que acaba o horário de visitação (18h45). Os últimos turistas do dia esperavam para entrar na catedral. Uma delas era a britânica Zoe Barnett:

— A fumaça se espalhou muito rapidamente. Em cerca de dez minutos, nós podíamos ver o início das chamas no telhado. Vimos o telhado queimar e a torre ficou praticamente oca, com a estrutura aparecendo.

Segundo o corpo de bombeiros, o incêndio provavelmente está ligado a extensas reformas para renovação do edifício que estão em curso. A procuradoria francesa já abriu uma investigação para determinar o que iniciou o fogo.

“Notre Dame de Paris, presa pelas chamas, dor de toda uma nação. Pensamento para todos os católicos e todos os franceses. Como todos os nossos compatriotas, estou triste hoje, quando vemos esta parte de nós queimando”, escreveu o chefe de Estado no Twitter.

No ano passado, a Igreja Católica na França lançara um apelo urgente pela mobilização de fundos para salvar a igreja, que estava começando a desmoronar. A catedral gótica do século XII, rodeada pelas águas do Rio Sena, recebe em média 12 milhões de visitantes ao ano, mais até do que a Torre Eiffel.

FONTE: O GLOBO


Deixe um Comentário