Economia

Vendas do varejo registram queda de 5.9% em 2015 e estado perde mais de 12 mil empregos diretos

Presidente Marcelo Queiroz

COM SORRISO NOS LÁBIOS, MARCELO QUEIROZ ANUNCIA QUEDA DAS VENDAS NO VAREJO E PERDA DE EMPREGOS NO RN

O presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, anunciou na tarde dessa terça-feria que as vendas do comércio varejista potiguar fecharam o ano de 2015 com queda de 5,9%. Segundo ele, o rombo nos indicadores do comércio varejista só não foi maior por conta do desempenho positivo do setor de turismo ao longo do ano de 2015, que gerou em média 20 a 30 % de aumento da ocupação hoteleira.
Diante do cenário nefasto, o que serve de consolo, segundo a Fecomércio, é que o RN teve a segunda menor queda do país (empatado com São Paulo e atrás apenas de Roraima) e a menor queda do Nordeste (nos vizinhos Pernambuco e Ceará, as quedas foram de 10,8% e 8,3%, respectivamente). A queda de 5,9% representa a perda de aproximadamente R$ 1,12 bilhão em vendas para o varejo potiguar no ano passado.
Segundo Queiroz, o RN fechou o ano de 2015 contabilizando a perda de 12.298 empregos formais, de acordo com o que já havia sido registrado pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho.
Os segmentos de Construção Civil (-6.305) e Indústria (-3.930) lideram o ranking das perdas absolutas de vagas,enquanto o setor de Comércio, sozinho fechou, em 2015, 2.237 empregos, e o setor de Serviços encerrou o ano com saldo positivo de 529.


Deixe um Comentário