Internet

VEJA destaca que “depois da prisão”, Henrique Alves volta ao Twitter e “trata de tudo”

A coluna RADAR, assinada pelo jornalista Maurício Lima, da revista, Veja, destaca o retorno do ex-deputado federal Henrique Alves (MDB) ao Twitter, micro blog que tem utilizado com frequência para tratar de assuntos variados. A matéria intitulada “Depois da prisão, ex-presidente da Câmara volta ao twitter e trata de tudo”, relata que em seus posts, Alves “bate e assopra e, Bolsonaro” e já reúne um contingente de 81 mil seguidores.

Veja abaixo a matéria na íntegra:

Ex-presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, velho emedebista,  amargou pouco mais de um ao de prisão, entre uma instalação da Polícia Militar e domiciliar, em Natal (RN). Isso entre 2017 e 2018. Em fevereiro deste ano voltou ao hobby do twitter. Nessa brincadeirinha desde setembro de 2009, já fez 25,2 ml tweets. Tem 81 mil seguidores.

Durante seu período de reclusão, claro, abandonou o hábito, que retomou em fevereiro deste ano. Nesse retorno foram 69 postagens. Tem um pouco de tudo ali: elogios a Eurico Miranda, mas crítica ao atual elenco do seu Vasco: “amontoado de jogadores”; assistiu à “Paixão de Cristo”, com Mel Gibson,  na Sexta-Feira da Paixão: “reacende nossa consciência cristã em nome de Jesus”; emocionou-se com a final do The Voice Kids: “Lindo! Emocionante! Emoção”.

Alves também fala de política. Bate e assopra no governo Bolsonaro. Aprovou a ideia do 13º salário para o Bolsa Família; criticou os cortes em universidades federais; elogiou o secretário da Previdência, Rogério Marinho; condenou a censura à publicidade do filmete do Banco do Brasil; achou boa ideia de liberar exigência de visto para americanos, mas queixou-se da falta de reciprocidade.

Alves é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por suposto desvio na construção do estádio Arena Dunas. Abaixo, alguns posts do ex-presidente da Câmara e ex-ministro de Dilma.

 (Reprodução/Reprodução)



Deixe um Comentário