LAVA JATO

Temer aguarda prisão de Rocha Lourdes

Michel Temer acredita que Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo, irá atender ao novo pedido de prisão de seu ex-assessor especial, Rodrigo Rocha Loures, flagrado com uma mapa de dinheiro da JBS. A informação é da coluna Painel da Folha de S.Paulo.

Loures perdeu o direito ao foro privilegiado com a volta de Osmar Serraglio, demitido por Temer da Justiça, para a Câmara.

De acordo com a coluna, o governo diz que Fachin tem sido “agressivo” e o acusa de “jogo casado” com a PGR.


Deixe um Comentário