Geral

Sesap promove fórum sobre efeitos dos agrotóxicos na saúde do trabalhador

O Brasil é apontado como o maior consumidor de agrotóxicos do mundo desde 2008 e no RN esta realidade também é preocupante, devido à associação desses insumos com doenças graves, como o câncer e outras. É para tratar deste tema, principalmente em relação à saúde do trabalhador, que a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap-RN), em parceria com a Procuradoria Regional do Trabalho (PGT), está realizando nesta terça e quarta-feira (12 e 13), em Natal e Mossoró, o Fórum Estadual de Combate aos Efeitos dos Agrotóxicos na Saúde do Trabalhador, no Meio Ambiente e na Sociedade – FECEAGRO. Em Natal o fórum acontece amanhã (12), na sede da PGT, em Lagoa Nova (8h às 12h) e em Mossoró, no dia 13, na sede do Sebrae (8h às 12h).

Na ocasião, será lançado o dossiê “Um alerta sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde”, da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco). A publicação traz um alerta, por meio de estudos científicos, às autoridades públicas nacionais, internacionais e à sociedade em geral para a necessidade de políticas que possam proteger e promover a saúde da população e ecossistemas do uso indiscriminado de agrotóxicos, contribuindo para a segurança alimentar e nutricional. Na Sesap a iniciativa, em curso desde 2009, tem a parceria do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest/RN) e da Subcoordenadoria de Vigilância Sanitária (SUVISA).

“O fórum é um espaço permanente, plural, diversificado de discussão das questões relacionadas aos impactos negativos dos agrotóxicos na saúde tanto do trabalhador, quanto do consumidor, da população e do ambiente”, afirma a nutricionista Maria Célia Barbosa de Farias, especialista em Vigilância Sanitária.

Na sua avaliação, a experiência permite a troca de experiências e a articulação entre órgãos de vigilância, fiscalização e efetividade das ações de controle, em rede com a sociedade civil organizada, instituições científicas acadêmicas, órgãos e instituições governamentais e Ministério Público. Um dos objetivos é debater, em âmbito estadual, as questões relacionadas aos agrotóxicos, componentes e afins, de modo a articular e fomentar ações concretas de tutela à saúde do trabalhador, do consumidor, da população e do ambiente.


Deixe um Comentário