Saúde

Servidores da saúde de Parnamirim entram em greve nesta quinta, 28

Os servidores da saúde de Parnamirim iniciam uma greve nesta quinta-feira (28), na Maternidade Divino Amor, na Vigilância Sanitária e nas unidades de saúde do município. A greve foi aprovada em assembleia geral dos servidores, após a falta de avanço nas negociações.

Os servidores cobram o Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), prometido pelo prefeito Maurício Marques desde dezembro de 2012. Parnamirim é uma das poucas cidades do estado a não ter um PCCS da saúde. Após as greves de 2013 e 2014 e da mediação do Ministério Público, a prefeitura preparou uma proposta de Plano de Cargos, mas que não foi implantada.

“Na primeira vez em que o prefeito prometeu o PCCS, as Olímpiadas eram em Londres. Quatro anos se passaram e nada”, compara Henrique Eduardo, do Núcleo Municipal do Sindsaúde-RN.

Além do PCCS, a greve cobra a realização de concurso público para a área da saúde, condições de trabalho e o pagamento em dia, principalmente aos temporários, que têm sofrido com salários atrasados.

Deixe um Comentário