Política

“Ser vice não é meu projeto”, diz Flávio Rocha ao desistir de candidatura

EMPRESÁRIO DISSE QUE NÃO PRETENDE SE ENGAJAR NA CAMPANHA DE ALCKMIN À PRESIDÊNCIA (RODRIGO CAPOTE/BLOOMBERG)

O empresário Flávio Rocha (PRB) anunciou nesta sexta-feira, 13, que desistiu de concorrer ao Palácio do Planalto nas eleições 2018. Em um vídeo divulgado nas redes sociais, ele afirmou que o Brasil “passa por um momento turbulento” e por isso “não pode flertar com os extremos”.

Na mensagem de pouco mais de 3 minutos, ele agradece aos “intrépidos meninos do MBL” e disse que pretende continuar colaborando com o seu partido e trabalhando por seu “ideal de nação” durante o processo eleitoral. Apesar da aproximação do PRB com o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), Rocha vinha negando sistematicamente que desistiria da disputa.

O empresário disse ao jornal O Estado de S. Paulo que não aceitaria ser vice de outro candidato. “Não saio para apoiar ninguém. Saio para não entrar em uma luta quixotesca. Não aceitaria ser vice. Não é meu projeto”, afirmou. Ele disse ainda que não pretende se engajar na campanha de Alckmin à Presidência.

No vídeo, o empresário afirmou que não se arrepende de ter se lançado como pré-candidato e que sua desistência não ocorre com “tristeza”. “Sou um crítico do empresário moita, aquele que se acovarda, e não me sentiria em paz se tivesse me omitido nesse momento crucial”, afirmou.

Exame


Deixe um Comentário