Polícia

Sejuc começa a utilizar tornozeleiras eletrônicas em detentos do RN

Detentas da Penitenciária João Chaves, na zona Norte de Natal foram as primeiras a receberem o equipamento.

Detentas da Penitenciária João Chaves, na zona Norte de Natal foram as primeiras a receberem o equipamento.

A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) começou nesta segunda-feira (15) a utilizar tornozeleiras eletrônicas para vigiar os detentos do regime semiaberto do Rio Grande do Norte.

As primeiras a receberem o equipamento foram as presas da Penitenciária João Chaves, na zona Norte da capital potiguar, mas a previsão é de que ainda nesta semana os apenados de outras unidades prisionais passem a usar o equipamento.

Para o juiz Henrique Baltazar, titular da Vara de Execuções Penais de Natal, a utilização do equipamento significa um grande avança para o sistema prisional do RN e pode, inclusive, ajudar a diminuir a quantidade de crimes.

“Existem informações de que boa parte dos crimes praticados em Natal são cometidos por detentos do semiaberto. Agora com as tornozeleiras esses presos estarão sendo monitorados 24 horas por dia. Se ele cometer um crime, saberemos que ele esteve no local naquela hora”, disse em entrevista para a Inter TV Cabugi.

Ainda segundo o magistrado, os presos que passarem a utilizar a tornozeleira não precisarão mais passar a noite no presídio. “Eles podem ficar em casa. Mas não podem sair da residência. Se por acaso eles tirarem a tornozeleira, um mandado de prisão será expedido e ele passa para o regime fechado”.

A Sejuc adquiriu 500 tornozeleiras, que serão instaladas em 440 homens e 60 mulheres do regime semiaberto.


Deixe um Comentário