O Rio Grande do Norte ultrapassou a marca de 970 homicídios, em 2017. Segundo o Observatório da Violência Letal Intencional do RN (Obvio), entidade que monitora a segurança pública no estado, na noite desta terça-feira (23), já próximo à meia noite desta quarta-feira (24), foi registrado o 973º assassinato no território potiguar.

O número é 28,2% maior do que o registrado no ano passado, no mesmo período, entre 1º de janeiro e 23 de maio. Em 2016, a esta altura haviam sido 759 mortes por assassinato. No ano anterior, em 2015, haviam sido 631.

O Obvio ainda destaca que atualmente, com o número de homicídios registrados no RN, a média diária tem sido de quase sete mortes: 6,8 ao dia. Em 2016, essa média era de 5,3 pessoas assassinadas diariamente.

Quatro das mais de 970 vítimas deste ano morreram na noite desta terça-feira, em uma chacina registrada em Nova Parnamirim. O quarteto foi morto a tiros dentro de um pequeno apartamento, na Rua Grossos, entre as avenidas Abel Cabral e Maria Lacerda.

Fonte: Novo