Corrupção Política

Recursos da Arena das Dunas foram usados em campanhas eleitorais

O procurador da República Rodrigo Teles afirmou em entrevista coletiva nesta manhã (6) que parte do valor de R$ 77 milhões, superfaturados na construção da Arena das Dunas, foi repassado para as campanhas eleitorais de 2012 e 2014, divididos em repasses oficiais e por caixa 2.

Não foram fornecidos maiores detalhes, mas o procurador antecipou que a verba foi tanto para campanhas do interior quanto da capital.

Nesta manhã, o ex-ministro Henrique Alves foi preso, em um desdobramento da operação Lava Jato que investiga corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro na construção do estádio da Copa em Natal. O ex-deputado Eduardo Cunha, que está preso em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, é alvo de um novo mandado de prisão preventiva.

Material apreendido nesta manhã, documentos e celulares, devem ser analisados em um prazo de 15 dias.

O secretário de Obras Públicas de Natal, Fred Queiroz, também foi preso durante a operação. Em Mossoró, o publicitário Arturo Arruda, um dos sócios da agência Art&C, foi alvo de mandado de condução coercitiva para depor. Houve também cumprimento de mandados de busca e apreensão na produtora Peron Filmes, em Natal.

São cumpridos 33 mandados, sendo cinco de prisão preventiva (sem prazo), seis de condução coercitiva e 22 de busca e apreensão nas cidades de Natal, Mossoró e Parnamirim, no Rio Grande do Norte, e Curitiba, no Paraná.


Deixe um Comentário