Assembleia Legislativa do RN Segurança

Raimundo Fernandes cobra ações para conter ataques a agências bancárias no RN

DEPUTADO SUGERIU REUNIÃO CONJUNTA ENTRE OS PARLAMENTARES QUE REPRESENTAM O ALTO OESTE POTIGUAR E GOVERNADOR

O deputado Raimundo Fernandes (PSDB) repercutiu nesta quinta-feira (1) a ação de criminosos contra agências bancárias nos municípios de São Miguel, Poço Branco e Santo Antônio, na última madrugada. O parlamentar lamentou o ocorrido e cobrou medidas por parte do Governo do Estado.

“As pequenas cidades do interior do Rio Grande do Norte se tornaram alvo de bandidos por causa do baixo efetivo policial. Esta noite, a população de São Miguel viveu em verdadeiro faroeste, quando pelo menos 15 homens armados explodiram os terminais do Banco do Brasil e da Caixa Econômica. Se não bastasse a audácia, tentaram explodir o cofre forte do Banco do Brasil”, relatou Raimundo.

De acordo com o deputado, apenas dois policiais militares estavam de plantão na delegacia do município de São Miguel durante a ação criminosa, efetivo que, segundo ele, “é insuficiente e inadmissível para uma cidade que faz fronteira com os estados da Paraíba e Ceará”, disse.

Na oportunidade, o deputado defendeu a necessidade de investimentos em políticas de Segurança Pública e sugeriu uma reunião conjunta entre os parlamentares que representam o Alto Oeste potiguar e o chefe do Executivo Estadual. “Precisamos tomar providências e ver a melhor solução em segurança para aquela região”, argumentou o deputado.

Dentre as ações mencionadas como necessárias, o parlamentar questionou o fato do abastecimento das viaturas policiais de São Miguel e municípios vizinhos ser feito em Apodi. “Esse tipo de procedimento precisa ser revisto. Fico triste com os acontecimentos, mas ao mesmo tempo esperançoso em uma ação governamental na área”, concluiu.

Em aparte, o deputado Gustavo Fernandes (PMDB) se solidarizou com o pronunciamento e externou a sua preocupação com a Segurança Pública no Estado. “A gente fica apreensivo e ao mesmo tempo impressionado com o poder de fogo desses bandidos, sobretudo no governo de um gestor que, em campanha, anunciou que seria o governador da segurança”, falou Gustavo.

O deputado Hermano Morais (PMDB) lembrou a audiência pública na Assembleia que tratou sobre as consequências dos atos criminosos contra agências bancárias no RN. “O prejuízo maior, após os ataques aos caixas eletrônicos, é da população, que fica sem os serviços bancários. Durante o debate que promovemos na Casa no mês passado, cobramos das instituições bancárias o investimento em políticas preventivas e a ágil devolução dos serviços ao potiguar”, acrescentou o parlamentar.



Deixe um Comentário