Cidades

Programa Consultório de Rua completa um ano em Parnamirim

ATUALMENTE, 250 MORADORES EM SITUAÇÃO DE RUA ESTÃO CADASTRADOS, MAS O NÚMERO DE ATENDIMENTOS É SUPERIOR.

O Programa Consultório de Rua está completando um ano de atividades em Parnamirim e os resultados são motivos de orgulho para a equipe multidisciplinar formada por 7 servidores, entre eles, psicólogo, assistente social, enfermeiro, técnico e agente social. Atualmente, 250 moradores em situação de rua estão cadastrados, mas o número de atendimentos é superior. “Atendemos cerca de 15 pessoas por dia”, disse o agente social Ricardo.

De acordo com a Secretaria de Saúde, todas as unidades básicas de saúde estão aptas a receber o paciente em situação de rua, mas o polo base é a UBS de Monte Castelo. “Atuamos em todos os bairros de Parnamirim e quando verificamos que o paciente necessita realizar um exame ou um atendimento mais complexo, fazemos o encaminhamento e o acompanhamento”, disse Ricardo Pessoa.

O prefeito Rosano Taveira comemora o sucesso do programa. “São moradores de rua com vínculos familiares interrompidos ou fragilizados e que necessitam de atenção do poder público. A equipe está de parabéns”, disse o gestor.

O Consultório de Rua funciona como uma ponte entre os pacientes e as unidades de saúde. Depois da fase de cadastramento os atendimentos são iniciados nas ruas, onde as pessoas são atendidas e encaminhadas para as unidades. Os atendimentos  acontecem de segunda a quinta-feira, das 14h às 20h e às sextas-feiras, das 8h às 14h.

Pedro Lopes da Silva Júnior, morador em situação de rua, machucou o pé e recebeu atendimento do Consultório de Rua. “Estava com o pé muito inchado. Eles me atenderam e fizeram encaminhamento para exames porque desconfiam que estou diabético. Gostei muito da atenção que recebi. São verdadeiros anjos em nossas vidas”, disse o rapaz.

O trabalho é realizado com o apoio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS), que acolhe essa população no albergue municipal e no Centro POP. No primeiro os usuários recebem uma alimentação para jantar e encontram um local para dormir. Ao amanhecer, eles podem se dirigir ao Centro POP, onde encontram um espaço com oficinas e palestras direcionadas, lá também recebem uma refeição de almoço.


Deixe um Comentário