Natal

Procon Natal intensifica fiscalização em locais que vendem produtos para o Carnaval

PROCON NATAL INTENSIFICA A “OPERAÇÃO CARNAVAL”/ FOTO VALTER ANDRADE

A maior festa popular do Brasil, o carnaval, está chegando. Nesse período cresce a procura por produtos próprios para esta festa, como por exemplo, fantasias, máscaras, lantejoulas, confetes e serpentinas. A ida aos supermercados também é intensificada, vez que a demanda por produtos alimentícios e bebidas para esta ocasião se torna abundante. Para auxiliar os foliões e prevenir possíveis incômodos e prejuízos, o Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Natal) intensificou a fiscalização nos Supermercados e nos estabelecimentos que comercializam produtos para o carnaval, dando início a “Operação Carnaval”.

O consumidor deve observe se consta no cupom fiscal a informação do telefone do Procon Natal, se há no estabelecimento o exemplar do Código de Defesa do Consumidor, se os preços estão etiquetados nos produtos expostos à venda, se há a tabela de preços, bem como, a data de validade e a qualidade dos produtos à venda.

Nos supermercados deve ser observado também se os valores constantes nas gôndolas correspondem aos valores registrados nos caixas de pagamento, as promoções especiais para o período do Carnaval, principalmente produtos como carnes e bebidas de um modo geral, orienta a diretora geral do Procon Natal, Aíla Cortez. Ele lembra que o consumidor deve ficar atento e sempre verificar informações como a origem dos produtos, quantidade, composição, garantia, prazo de validade e riscos a saúde e segurança. O Procon Natal também aconselha aos consumidores a adquirirem os produtos de carnaval em lojas especializadas.

DICAS DO PROCON

1) Fantasias: verifique a composição do tecido/material usado na confecção. A etiqueta deve conter as características têxteis, como tamanho, composição, tratamento e cuidado para conservação.
2) Produtos infantis: redobre o cuidado ao adquirir produtos para crianças. As embalagens devem conter informações como faixa etária adequada, composição e possuir o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). O consumidor também precisa ficar atento ao selo do Inmetro em máscaras e brinquedos infantis, pois ele garante que o produto foi testado e não representa risco à saúde e segurança das crianças.
3) Espumas/sprays: confira atentamente as condições da embalagem e se possui identificação do fabricante/importador, data de validade e composição química. Observe, também, se o produto não é tóxico e se possui selo do Inmetro. Estes artigos devem ser armazenados em frascos lacrados. Não compre latas com sinais de amassados, ferrugens ou que já foram abertas. Verifique, ainda, se a válvula está funcionando de maneira correta, para evitar acidentes.
4) Lantejoulas, paetês, serpentinas, confetes: o consumidor deve ficar atento à procedência, ler as informações do rótulo e conferir a quantidade indicada nas embalagens.
5) Artigos importados: a embalagem deve conter texto com informações sobre o produto em língua portuguesa.
6) Nota fiscal: exija sempre e guarde a nota fiscal/tíquete/recibo, pois são esses documentos que comprovam a compra e garantem a troca de produto que apresentar defeitos. A nota deve conter a descrição do item adquirido, valor e data da compra.
7) Promoções: Verificar, após o registro do produto no caixa de pagamento, se a respectiva promoção consta no cupom fiscal e condiz com a informação que estava junto ao produto.
8) Validade e Qualidade dos produtos perecíveis: O consumidor deve sempre está atento a validade e qualidade dos produtos que vai adquirir. Por muitas vezes o fornecedor pode deixar um produto fora da validade passar desapercebido, podendo causar grandes danos à saúde do consumidor.

Para qualquer dúvida ou informação o Procon Natal disponibiliza o canal do WhatsApp 98870-3865 ou e-mail, procon.natal@natal.rn.gov.br, e caso ocorra a necessidade de registrar uma reclamação, o instituto fica situado no cruzamento da Avenida Princesa Isabel com Rua Apodi, Cidade, CEP 59025-400, com funcionando das 8:00 às 16:00 horas, telefone 3232-9050 ou 3232-9051.

Fonte: Prefeitura de Natal


Deixe um Comentário