Cidades

Procissão: fé e devoção em Santa Rita de Cássia levam milhares de pessoas às ruas de Santa Cruz

A EDIÇÃO 2018 DA PROCISSÃO DE SANTA CRUZ TEVE INÍCIO PONTUALMENTE ÀS 16H30 HORAS, SAINDO DO PÁTIO DA IGREJA MATRIZ.

A procissão de Santa Rita de Cássia se confirma com um dos principais eventos religiosos do Rio Grande do Norte, levando na tarde desta terça-feira milhares de pessoas às ruas de Santa Cruz (RN), numa demonstração de fé e devoção. Desde o último dia 13, Santa Cruz assumiu o papel de “capital da religiosidade do Rio Grande do Norte”, por conta das comemorações alusivas à padroeira da cidade. Somente no último domingo, cerca de 300 ônibus de turistas e peregrinos lotavam o estacionamento principal do Santuário de Santa Rita de Cássia, onde está erguida a maior estátua católica do mundo.

Além de fiéis católicos, a procissão da “Santa das Causas Impossíveis” contou com a presença de liderança políticas estaduais, que foram anfitrionadas pelo deputado estadual Tomba Farias (PSDB) e a prefeita Fernanda Costa (MDB). Estiveram presentes na procissão o ex-prefeito de Natal e candidato ao governo do RN, Carlos Eduardo Alves, o senador José Agripino Maia, vereadora Nina Souza, Calson Gomes, Secretário de Habitação de Natal, além de Johnny Costa, Secretário de Serviços Urbanos de Natal. O governador Robinson Faria também estava presente, ao lado de amigos e correligionários.

A PROCISSÃO DA “SANTA DAS CAUSAS IMPOSSÍVEIS” CONTOU COM A PRESENÇA DE LIDERANÇA POLÍTICAS ESTADUAIS

A edição 2018 da procissão de Santa Cruz teve início pontualmente às 16h30 horas, saindo do Pátio da Igreja Matriz. Uma multidão de cerca de 70 mil pessoas seguiu pelas Ruas Augusto Severo e Padre João Jerônimo, percorrendo a partir daí dezenas de outras ruas e avenidas.

“A exemplo dos anos anteriores, a festividade de Santa Rita de Cássia foi um sucesso, com ocupação total da rede hoteleira da cidade. Além de visitantes vindos em carro particulares, Santa Cruz recebeu centenas de ônibus de várias regiões do Rio Grande do Norte e de estados vizinhos e que levaram fiéis para a procissão de encerramento”, ressalta Tomba Farias.

Já a prefeita Fernanda Costa comemora o fato de o resultado do grande fluxo turístico no município ter gerando um resultado positivo para a economia local, esgotando a oferta de leitos de hotéis e pousadas da cidade e lotando bares e restaurantes. Além de Natal, os visitantes têm como origem municípios de outras regiões do Rio Grande do Norte e de estados vizinhos, como a Paraíba e Pernambuco.

A PROCISSÃO DA “SANTA DAS CAUSAS IMPOSSÍVEIS” CONTOU COM A PRESENÇA DE LIDERANÇA POLÍTICAS ESTADUAIS


Deixe um Comentário