Governo

Presidentes da AL e do TJ recusam convite para acompanhar governador em viagem a Colômbia, onde chefe da Polícia Nacional renunciou em meio a escândalos sexual e enriquecimento ilícito

ROBINSON LEVA COMITIVA PARA VER ´´MODELO DE SEGURANÇA´´ DA COLÔMBIA

ROBINSON LEVA COMITIVA PARA VER ´´MODELO DE SEGURANÇA´´ DA COLÔMBIA

Os presidentes da Assembléia Legislativa e do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, Ezequiel Ferreira de Souza e Cláudio Santos, respectivamente, recusaram o convite para acompanhar o governador Robinson Faria na viagem que ele está fazendo a Colômbia, nesta quarta-feira. Segundo noticiou o portal Companhia da Notícia, “informações extras-oficiais dão conta que os dois presidentes deram “desculpas elegantes” para a não ida à Colômbia”, por acharem que não pegaria bem, com tantos desmandos, tanta crise no Estado, no Brasil, viajarem, com recursos do Estado, sabendo que isso não resolverá nada.
No último dia 17 de fevereiro, o diretor da Polícia Nacional da Colômbia, Rodolfo Palomino, foi demitido em meio a acusações de enriquecimento ilícito e escândalo sexual com jovens cadetes. As acusações contra Palomino vão desde a compra de uma casa de luxo fora de Bogotá, incompatível com o seu salário, a acusações de escuta ilegais contra jornalistas.
Juntamente com o governador, embarcaram também o Secretário de Justiça, Cristiano Feitosa, o Procurador Geral do Estado, Francisco Wilkie, o Secretário-adjunto da Secretaria de Segurança, Caio Bezerra, e o Procurador Geral de Justiça, Rinaldo Reis.
A agenda oficial começa na cidade de Bogotá, capital do país.


Deixe um Comentário