Economia

Preços da gasolina e do diesel terão a primeira variação de 2018 amanhã

O preço da gasolina comercializada nas refinarias terá uma redução de 0,1% nesta quarta-feira (3), de acordo com informação divulgada pela Petrobras. O diesel, por sua vez, terá um aumento de 0,6%. É a primeira variação de preço dos dois combustíveis em 2018. A última oscilação ocorreu no sábado (30 de dezembro), quando a gasolina aumentou 1,9% e o diesel 0,4%.

As variações de preço fazem parte do modelo de reajustes frequentes praticados pela Petrobras, “em busca de convergência no curto prazo com a paridade do mercado internacional”, segundo a estatal.

“Analisamos nossa participação no mercado interno e avaliamos frequentemente se haverá manutenção, redução ou aumento nos preços praticados nas refinarias. Sendo assim, os ajustes nos preços podem ser realizados a qualquer momento, inclusive diariamente”, acrescenta a empresa.

O preço final ao consumidor, nas bombas, dependerá de cada empresa revendedora e dos próprios postos de combustíveis. O histórico das últimas variações praticadas pela Petrobras está disponível na página da estatal na internet.


1 Comentário

  • “O preço final ao consumidor, nas bombas, dependerá de cada empresa revendedora e dos próprios postos de combustíveis.”

    O problema é que, quando há variação para mais, o preço nos postos aumentam imediatamente; mas quando há variação para menos (redução dos valores comercializados nas refinarias), os preços nos postos não diminuem, permanecem inalterados.

    Em apenas um ano, a Petrobras reajustou 116 vezes o preço da gasolina. O aumento acumulado nesse período é de 29,54%. Já o reajuste do salário mínimo não passou de 2%.

    Em relação ao gás de cozinha, o aumento foi bem maior. Desde junho de 2017, quando a Petrobras mudou a forma de políticas de preços, o aumento no preço do botijão de 13 kg foi de 54% em apenas 6 meses.

    Não por acaso, já tem gente por aí trocando gás por lenha.

Deixe um Comentário