Polícia

Polícia pede apreensão de jovem que acompanhou atiradores de Suzano aonde carro era guardado

Câmera de segurança gravou a chegada dos atiradores na escola Professor Raul Brasil, em Suzano Foto: Reprodução

CÂMERA DE SEGURANÇA GRAVOU A CHEGADA DOS ATIRADORES NA ESCOLA PROFESSOR RAUL BRASIL, EM SUZANO FOTO: REPRODUÇÃO

Nesse período, pediram autorização a um dos donos do estacionamento, Éder Alves, para deixarem o carro estacionado na vaga mais ao fundo e distante da visão da guarita do estacionamento e da rua.

– Eles me pediram para deixar o carro parado lá. Eu conhecia o Guilherme, porque ele já tinha ido várias vezes ao estacionamento quando trabalhava na locadora do tio, o Jorge. Eles deixavam carros estacionados com a gente às vezes – disse Eder, ao sair de depoimento na delegacia de Suzano.

Segundo o proprietário do estacionamento, os garotos chegaram pela primeira vez com o carro, um Ônix branco, no dia 21 de fevereiro. Até o dia 25, entraram e saíram algumas vezes com o veículo e acompanhados de um terceiro rapaz.

Seria um rapaz  jovem como eles, alto e magro, segundo Eder, que não soube confirmar se ele também era aluno da escola. A polícia não confirma que há um terceiro rapaz sendo investigado.

– Eram sempre educados, e pagavam em dinheiro. O mais velho não sabia dirigir direito. Uma vez me ofereci para manobrar o carro e ajudar, mas não me deixaram – diz Eder.

O dono do estacionhamento diz que nunca entrou no carro. A chave não ficava no local. Do dia 25 ao dia 7 deste mês, os adolescentes deixaram o carro estacionado ali.

Nesse período, Guilherme e Luiz Henrique iam ao estacionamento na maioria das vezes à tarde, sem o terceiro  rapaz. Ficavam até a madrugada dentro do carro.

Fonte: O Globo


Deixe um Comentário