Diversos

Polícia Federal prende marqueteiro de Lula e Dilma

JOÃO SANTANA E A ESPOSA RECEBERAM VOZ DE PRISÃO AO DESEMBARCAREM EM AEROPORTO DE SÃO PAULO.

JOÃO SANTANA E A ESPOSA RECEBERAM VOZ DE PRISÃO AO DESEMBARCAREM NO AEROPORTO DE  GUARULHOS, EM SÃO PAULO.

O marqueteiro João Santana e sua mulher, Mônica Moura, foram presos pela Polícia Federal ao chegar ao Brasil na manhã desta terça-feira(23). O advogado Fábio Toufic acompanhava o casal, que cehagaram em um  voo da Gol vindo de Punta Cana, na República Dominicana, onde João Santana comandava a campanha à reeleição do presidente Danilo Medina. O casal foi levado para Curitiba em um avião da Polícia Federal, chegaram à capital paranaense por volta das 11h40m, e seguiram para Superintendência da PF.

João Santana é suspeito de receber USS 7,5 milhões em contas no exterior entre 2012 e 2014, em valores que teriam sido pagos pela offshore Klienfeld, identificada pela força-tarefa da Operação Lava-Jato como um dos caminhos de propina da Odebrecht no exterior, e pelo engenheiro Zwi Skornicki, suspeito de operar o esquema de propina na Petrobras. A suspeita é de que os pagamentos correspondem a serviços eleitorais prestados ao PT.

Após ter a prisão decretada, o marqueteiro renunciou ao comando da campanha de Danilo Medina. Na carta que encaminhou ao comitê nacional do Partido de la Liberación Dominicana (PLD), o publicitário de defendeu e disse que o Brasil vive está vivendo um clima de ¨perseguição¨.

(Com informações do O Globo)


Deixe um Comentário