Política

Polícia Federal expõe empréstimos da Intertv a ex-deputado Henrique Alves

É destaque no Blog do BG um relatório feito pela Polícia Federal durante a Operação Lavat que detalha a situação financeira do ex-deputado Henrique Alves com a Intertv Cabugi, afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Norte. Confira na íntegra:

Um relatório da Polícia Federal feito no âmbito da Operação Lavat revela a delicada situação financeira do ex-deputado Henrique Eduardo Alves, no que diz respeito à sua sociedade na Intertv Cabugi.

O texto, pela primeira vez, dá sentido às conversas de bastidor segundo as quais Alves não teria condições de continuar na sociedade da tv.

O texto expõe a contratação de consecutivos empréstimos de Henrique à TV. De modo que a dívida do ex-deputado supera em muito o valor de sua participação societária na afiliada local da rede Globo.

Alvo de busca e apreensão, na sede da Intertv policiais federais encontraram documentos que constam no texto da Operação Lavat, a partir de onde se traça o cenário de dificuldades de Henrique Alves.

“Consoante o Acordo de Sócios da Televisão Cabugi LTDA., item 1.3, a participação de Henrique Eduardo Lyra Alves na sociedade limitada consiste em 20,10%, ou seja, R$ 763.800,00 em R$ 3.800.000, que representa todo o capital social”, destaca o texto.

Se o patrimônio de Henrique equivale a R$ 763 mil na composição societária, suas dívidas com a Intertv estão em valor avançado.

Desde 2005, diz o relatório da PF, a Intertv vem emprestando dinheiro a Alves sem que, estranha a PF, o devido adimplemento das parcelas seja feito.

Entre os documentos apreendidos pela Polícia Federal na Operação Lavat, em 26 de outubro, estão os que reportam dívida de Henrique Alves superior a R$ 25 milhões com a Intertv.

Até dezembro de 2015, destaca o relatório da PF, nenhuma das parcelas havia sido paga.

A PF ainda destaca que o direito de Alves a retirar R$ 150 mil mensais em média pela participação na sociedade vinha sendo cumprido, mesmo apesar de dívidas em valor tão elevado.

Fonte: Blog do BG


Deixe um Comentário