Últimas do FM

Política

PDT decide votar contra impeachment de Dilma

APÓS REUNIÃO, O PARTIDO DECIDIU SE MANTER NA BASE ALIADA DO GOVERNO E VOTAR CONTRA O IMPEACHMENT DE DILMA. (ARQUIVO)

APÓS REUNIÃO, O PARTIDO DECIDIU SE MANTER NA BASE ALIADA DO GOVERNO E VOTAR CONTRA O IMPEACHMENT DE DILMA. (ARQUIVO)

Enquanto o governo perdeu o apoio do PMDB, PP e PRB que anunciaram que vão votar a favor do impeachment da presidenta Dilma Roussef no próximo domingo (17) na Câmara, hoje (13), alguns antigos aliados decidiram reforçar o apoio ao Palácio do Planalto. O PDT, mesmo com parlamentares críticos a algumas conduções do Executivo, principalmente na área econômica, avisou que se mantém na base e fechou questão para votar contra o impedimento da presidenta.

A decisão foi tomada numa reunião na casa do líder na Câmara, deputado Weverton Rocha (MA), com o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, e o ministro André Figueiredo, das Comunicações, que terminou à 1h30 da madrugada. “A reunião foi longa. É característica do partido ter discussões. O partido tem muitas criticas desde o início do governo”, disse Weverton.

Mesmo com as divergências, os 19 dos 20 deputados que integram a bancada confirmaram que vão seguir a orientação nacional. “O partido decidiu que lutará contra o impeachment porque a solução do problema não será apenas tirando Dilma de seu mandato. A bancada reitera que ficará do lado da democracia e não apoiaremos este golpe”, completou.

Agência Brasil

Geral

Berna Azevedo é a nova Secretária de Juventude do RN

(DIVULGAÇÃO/SEJURN)

(DIVULGAÇÃO/SEJURN)

A partir do dia 02 de abril de 2016 o Rio Grande do Norte passou a contar com uma nova Secretária de Estado da Juventude: Berna Azevedo. Assumindo a pasta em substituição a Divaneide Basílio, que ocupava o cargo desde janeiro de 2015, a nova Secretária Berna se comprometeu a continuar o trabalho realizado anteriormente e avançar ainda mais na efetivação dos marcos legais da Juventude potiguar.

Advogada e com experiências de gestão como Subsecretária de Juventude do Governo do Estado do RN de Janeiro de 2015 a Março de 2016 e Chefe de Gabinete do Instituto de Previdência dos Servidores do Governo do Distrito Federal entre 2013 e 2014. Trabalhou, ainda, no Consórcio Social da Juventude e Projovem, programas do Governo Federal, em suas execuções em Natal/RN e prestou Assessoria Parlamentar com foco na temática juventude.

Em reunião de equipe da Secretaria Extraordinária de Juventude – SEJURN, ocorrida no dia 04/04, a ex-Secretária Divaneide Basílio e a nova Secretária Berna Azevedo fizeram a transição de gestões.  Ao se despedir da SEJURN, Divaneide Basílio agradeceu o trabalho de toda a equipe e destacou os programas adotados pela Secretaria que ganharam destaque, como o Estação Juventude, as EcoPraças Juventude, o Plano Juventude Viva, o Refaz e a Política sobre Drogas. “


Polícia

Dupla suspeita de roubos em Parnamirim é presa na manhã desta quarta (13)

SUSPEITOS FORAM FLAGRADOS COM ARMA MUNICIADA. (DIVULGAÇÃO/SESED)

SUSPEITOS FORAM FLAGRADOS COM ARMA MUNICIADA. (DIVULGAÇÃO/SESED)

Policiais do 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM) prenderam na manhã desta quarta-feira (13) dois homens ao serem flagrados de posse de um revólver na cidade de Parnamirim. Durante patrulhamento de rotina, a PM se deparou com a dupla conduzindo uma motocicleta e ao serem abordados foram flagrados com a arma municiada. Um dos suspeitos já foi preso e tem uma prisão preventiva em seu favor.

IMG-20160413-WA0020IMG-20160413-WA0021

A dupla foi conduzida em flagrante à Delegacia de Polícia Civil da cidade e ficará à disposição da Justiça.


Segurança

Governo paga última parcela do reajuste do subsídio a PM’s e Bombeiros

NO ATUAL GOVERNO FORAM CONCEDIDOS 26% DE REAJUSTE. (FOTO: CANINDÉ SOARES)

NO ATUAL GOVERNO FORAM CONCEDIDOS 26% DE REAJUSTE. (FOTO: CANINDÉ SOARES)

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte concedeu na folha de pagamento deste mês de março o quarto e último reajuste do subsídio dos policiais e bombeiros militares do RN em cumprimento a Lei Complementar nº 514, de 6 de junho de 2014.

De setembro de 2014 a março de 2016, a categoria foi beneficiada com um crescimento salarial de 32%, sendo 26% destes atendidos somente na gestão Robinson Faria.   Com isso, a folha de pagamento da Polícia Militar, por exemplo, que em janeiro de 2015 era em torno de R$ 29,5 milhões, ultrapassou os R$ 36,6 milhões em março de 2016.

Já a do Corpo de Bombeiros, que em janeiro de 2015 era cerca de R$ 3 milhões, hoje ultrapassa os R$ 3,9 milhões.   A implantação final do reajuste do subsídio dos militares estaduais iniciada em 2014 traz um aumento de R$ 700 para os soldados integrantes do nível I na carreira militar.

Educação

Projeto Casa das Palavras inaugura Minibiblioteca no bairro de Cidade Nova

A MINIBIBLIOTECA SERÁ INSTALADA NA ESCOLA ESTADUAL UNIÃO DO POVO. (DIVULGAÇÃO)

A MINIBIBLIOTECA SERÁ INSTALADA NA ESCOLA ESTADUAL UNIÃO DO POVO. (DIVULGAÇÃO)

A Casa das Palavras desembarca no Bairro de Cidade Nova na próxima segunda-feira (18), a partir das 08h da manhã, na Escola Estadual União do Povo com a inauguração de uma Minibiblioteca. Nesse dia, o escritor Thiago Gonzaga também baterá um papo com os professores e alunos da escola, destacando a importância dos livros e da leitura em sua vida e formação profissional.

A doação da minibiblioteca para a Escola União do Povo foi uma ideia do marceneiro Aldeci de Oliveira, que vem construindo as minibibliotecas para o projeto e desde o surgimento das ações tinha o interesse em fazer uma para contemplar a escola onde o seu filho estudou. Essa preocupação com a causa da leitura, fez com que Aldeci de Oliveira preparasse uma “casinha” e doasse especificamente para a escola, na intenção de envolver a comunidade em atividades que reforcem a possibilidade de se ter um livro nas mãos e o hábito da leitura.

As minibibliotecas procuram envolver os cidadãos de todas as idades com a leitura, tentando desenvolver e criar competências, conhecimento e criatividade para todos que se envolvam e se encantem com a possibilidade de ter, de forma fácil e democrática, um livro para ler.

O mês de abril foi escolhido para a doação da minibiblioteca à escola em alusão às comemorações e datas especiais do mês, entre elas, podemos destacar: o Dia da Biblioteca (09), o Dia Nacional do Livro Infantil e de Monteiro Lobato (dia 18) e o Dia Internacional do Livro (dia 23).

O projeto Casa das Palavras já instalou 17 casinhas artesanais no Rio Grande do Norte, com o objetivo de democratizar a leitura e fortalecer a cidadania.

Livros transformam vidas

O pesquisador e escritor Thiago Gonzaga e o jovem Railton de Oliveira são dois convidados especiais para a cerimônia de doação e instalação da minibiblioteca, na Escola União do Povo. Os dois são moradores do bairro e, por motivos distintos, vão sempre figurar como elementos parceiros do projeto.

Railton de Oliveira é um ex-aluno da escola e, atualmente, ajuda ao seu pai (Aldeci) na montagem e instalação das casinhas. Ele estudou na escola e relembra com certo pesar que muitos dos seus colegas de sala de aula estão mortos, devido o envolvimento com drogas ou outras ações de risco. A esperança de Railton é instalar a minibiblioteca e sensibilizar as pessoas para que a educação e a arte da leitura possam transformar vidas.

Já Thiago Gonzaga também foi aluno da escola, por um único ano, quando tinha 7 anos. Por motivos familiares e de força maior, ele precisou abandonar os estudos por um tempo e trabalhar, a infância e adolescência foi entrecortada por momentos de dificuldades. Mas com esforço e determinação, Thiago conseguiu romper com as limitações e está de volta à escola, quase 30 anos após ser aluno da União do Povo, ele vai falar a respeito dos livros, da força de vontade e do quanto foi/é importante para ele o envolvimento com os livros.

Saúde

No dia do beijo, saiba quais são os benefícios desse ato de carinho para sua saúde

O BEIJO PODE COMBATER ATÉ A DEPRESSÃO. (ILUSTRAÇÃO)

O BEIJO PODE COMBATER ATÉ A DEPRESSÃO. (ILUSTRAÇÃO)

Hoje é comemorado o Dia do Beijo. O beijo, além de ser uma demonstração de afeto, faz parte da rotina de jovens e adultos, e o que muitos não sabem é que o ato de beijar pode trazer vários benefícios para a saúde.

O psicólogo do Hapvida Saúde, Paulo Castro, explica que a língua é conhecida como o órgão dos sentidos, por isso, quando as pessoas se beijam conseguem movimentar cerca de 17 músculos, que ativam a memória, provocam sensações, percepções e ritmos. “Quando beijamos, o cérebro produz endorfina, responsável pela sensação de bem estar, que melhora a autoestima e promove uma boa sensação mental e física,” disse.

Segundo o médico, o beijo pode combater a depressão, pois as estimulações de bem estar e autoestima provocada pela endorfina e adrenalina quando se beija, age no organismo como antídoto para o estado depressivo. Uma vez que a autoestima e o afeto são sensações que o corpo necessita para trabalhar aspectos emocionais como carência e segurança.

Outro benefício à saúde destacado pelo psicólogo, é que beijos longos são similares aos exercícios, pois a adrenalina que é liberada causa o aumento da pressão arterial, ritmo cardíaco e frequência respiratória, deixando o metabolismo ativo.

Política

Definida a lista tríplice de advogados para o TRE-RN

A VOTAÇÃO ACONTECEU DURANTE SESSÃO DO PLENO DO TJRN NA MANHÃ DE HOJE (13).

A VOTAÇÃO ACONTECEU DURANTE SESSÃO DO PLENO DO TJ-RN NA MANHÃ DE HOJE (13).

A definição da lista tríplice de advogados que irão concorrer a vaga de juiz titular do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) aconteceu na manhã desta quarta-feira (13). Os escolhidos pela corte do judiciário potiguar foram os advogados Marcos Antônio da Silveira Martins Duarte – OAB/RN 2.928, Daniel Victor da Silva Ferreira – OAB/RN 4.417 e Paulo Afonso Linhares – OAB/RN 1.069.

A nomeação será feita pela Presidência da República. A vaga é decorrente do término do 2º biênio do advogado Verlano de Queiroz Medeiros, que ocorrerá no dia 27 de julho.

Na mesma sessão, também foi eleita para a vaga de juiz estadual do TRE-RN a juíza Berenice Capuxu como titular e o juiz José Dantas de Paiva como suplente.

Política

Impeachment: 36 deputados da comissão respondem a processos na Justiça

O PARECER APROVADO NA COMISSÃO SERÁ ENCAMINHADO AO PLENÁRIO DA CÂMARA. (FOTO: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL)

O PARECER DO IMPEACHMENT FOI APROVADO PELA COMISSÃO NA ÚLTIMA SEGUNDA-FEIRA (11). (FOTO: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL)

Dos 65 membros da Comissão Especial do Impeachment da Câmara dos Deputados que votaram  o parecer do relator Jovair Arantes (PTB-GO), 36 respondem ou já foram condenados por algum crime na Justiça comum ou eleitoral. Os questionamentos judiciais a que respondem ou já responderam os 36 deputados vão desde problemas com prestações de contas eleitorais a ações de improbidade administrativa, lavagem de dinheiro e questionamentos em licitações.

Entre os parlamentares da comissão que possuem algum registro judicial durante a carreira política, 20 votaram favoravelmente ao parecer que recomendou a abertura de processo de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff. Os outros 16 votaram contra o relatório.

Na lista dos deputados com questionamentos judiciais estão, inclusive, o presidente da comissão, deputado Rogério Rosso (PSD-DF), indiciado por corrupção eleitoral no Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal, e o relator Jovair Arantes, alvo de ação movida pelo Ministério Público Federal referente à improbidade administrativa. Arantes também teve suas contas de campanha reprovadas em 2006 e 2012.

 

Veja abaixo quais são os questionamentos judiciais e como cada deputado votou na Comissão Especial de Impeachment:

Mendonça Filho (DEM-PE)
Em razão da posição de presidente regional do DEM em Pernambuco, o parlamentar é parte em processos que tiveram as contas do partido julgadas como não prestadas em municípios pernambucanos.
Como votou: SIM

Orlando Silva (PCdoB-SP)
As contas de 2004 da Secretaria-Executiva do Ministério dos Esportes, de responsabilidade do parlamentar, foram julgadas irregulares por falhas em convênios celebrados. Foi condenado a pagar multa de R$ 5 mil.
Além disso, suas contas da campanha eleitoral de 2014 a deputado federal foram reprovadas. Na condição de presidente do diretório estadual paulista do PCdoB, o parlamentar figura como parte em processos em dois municípios nos quais as contas de 2014 não foram prestadas. Foi determinada a suspensão do repasse de novas cotas do fundo partidário municipal pelo tempo em que o partido permanecesse omisso.
Como votou: NÃO

Flavio Nogueira (PDT-PI)
É responsável pelas contas do exercício financeiro de 2012 do diretório estadual do PDT no Piauí, que foram desaprovadas. A Justiça Eleitoral também determinou a suspensão do repasse de cotas do fundo partidário por seis meses. Entrou com recursos, mas a decisão foi mantida.
Como votou: NÃO

Weverton Rocha (PDT -MA)
É réu em ação penal movida pelo Ministério Público por crimes previstos na Lei de Licitações. Também é alvo de inquérito referente a crimes de peculato, corrupção passiva e ativa, além de ações civis de improbidade administrativa movidas pelo Ministério Público.
Como votou: NÃO

Junior Marreca (PEN-MA)
É réu em ação penal por emprego irregular de verbas ou rendas públicas e em ações civis de improbidade administrativa (dano ao erário) movidas pelo Ministério Público Estadual.
Como votou: NÃO

Leonardo Picciani (PMDB-RJ)
É alvo de representação (sob segredo de Justiça) por captação e gastos ilícitos na campanha de 2014 com pedido de cassação de diploma.
Como votou: NÃO

Leonardo Quintão (PMDB-MG)
É alvo de ação civil por improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Estadual.
Como votou: SIM

Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA)
O parlamentar presidia o PMDB na Bahia em 2007, quando a prestação de contas foi reprovada
Como votou: SIM

Mauro Mariani (PMDB-SC)
Réu em ação por improbidade administrativa. A ação havia sido extinta em primeira instância, mas o Tribunal de Justiça de Santa Catarina anulou essa decisão. O parlamentar recorre no Superior Tribunal de Justiça.
Como votou: SIM

Osmar Terra (PMDB-RS)
O Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul apontou irregularidades nas gestões de Terra na Secretaria de Saúde e em uma prefeitura e o condenou a pagamento de multa.
Como votou: SIM

Valtenir Pereira (PMDB-MT)
É alvo de inquérito que apura crimes da Lei de Licitações. Foram desaprovaram as contas relativas ao exercício financeiro do PSB nos anos de 2009 e 2010, quando o parlamentar presidia a regional do partido.
Como votou: NÃO

Aguinaldo Ribeiro (PP-PB)
É alvo de inquérito da Operação Lava Jato que investiga esquema de corrupção, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro com recursos desviados da Petrobras. Também responde por de inquérito que apura crimes previstos na Lei de Licitações.
Como votou: NÃO

Jerônimo Goergen (PP-RS)
É alvo de inquérito da Operação Lava Jato. Também responde por improbidade administrativa referente a indicação de assessor parlamentar que agia como funcionário fantasma, recebendo os valores do cargo sem a realização das atividades devidas.
Como votou: SIM

Júlio Lopes (PP-RJ)
É alvo, no STF, de inquérito que apura apropriação indébita previdenciária. O processo está suspenso, pois parlamentar está efetuando o pagamento dos débitos.
Como votou: SIM

Paulo Maluf (PP-SP)
Foi condenado por improbidade administrativa pelo superfaturamento na construção do túnel Ayrton Senna quando era prefeito de São Paulo, com decisão mantida em segunda instância. Foi condenado pela utilização de meios e dinheiro público para promoção pessoal durante o período em que foi prefeito da capital paulista.
Também foi réu em ações por lavagem de dinheiro, por crimes eleitorais, por falsidade ideológica, crimes contra o sistema financeiro nacional, participação em ocultação de cadáveres de militantes durante a ditadura militar e improbidade administrativa em diferentes instâncias.
Como votou: SIM

Roberto Britto (PP-BA)
É alvo de inquérito da Operação Lava Jato. Também responde ação de improbidade administrativa movida pela União e pelo município de Jequié (BA) e representação movida pelo Ministério Público por conduta vedada a agente público.
Como votou: NÃO

Alex Manente (PPS-SP)
É alvo de inquérito que apura a prática de crimes eleitorais e responde no Tribunal de Justiça de São Paulo ação por improbidade administrativa e dano ao erário movida pelo Ministério Público.
Como votou: SIM

Édio Lopes (PR-RR)
É réu em ação penal por peculato. De acordo a denúncia, o parlamentar desviou dinheiro público, em proveito próprio e alheio, por meio da indicação de três servidores para ocuparem cargos comissionados em seu gabinete, sem a exigência de prestação de serviços, nos anos de 2005 e 2006.
Como votou: NÃO

Marcelo Squassoni (PRB-SP)
Foi condenado por improbidade administrativa por uso da máquina pública para favorecimento pessoal, mas recorre da decisão. Também é alvo de inquérito sobre crimes de peculato, corrupção ativa e passiva, no período em que chefiou a gerência regional do Patrimônio da União em São Paulo e responde por improbidade administrativa com dano ao erário no TJ-SP.
Como votou: SIM

Danilo Forte (PSB-CE)
É alvo de inquérito que investiga violações de direito e processo eleitoral e de ações de improbidade administrativa movidas pelo Ministério Público Federal.
Como votou: SIM

Marco Feliciano (PSC-SP)
Teve a prestação de contas da eleição de 2014 para deputado federal reprovada. É alvo de inquérito que apura irregularidades na contratação de cinco pastores da igreja Catedral do Avivamento, fundada pelo parlamentar, que trabalhariam em seu gabinete, mas não cumpriam expediente. Também responde a pedido de indenização por danos morais difusos.
Como votou: SIM

Marcos Montes (PSD-MG)
Condenado em ação civil de improbidade administrativa. O deputado recorre no STJ.
Como votou: SIM

Paulo Magalhães (PSD-BA)
É réu em ação penal por falso eleitoral. O parlamentar é acusado de incluir doador falso na prestação de contas da campanha de 2010. Também responde por improbidade administrativa.
Como votou: NÃO

Rogério Rosso (PSD-DF)
É indiciado por corrupção eleitoral no TRE-DF.
Como votou: SIM

Carlos Sampaio (PSDB-PR)
Teve a prestação de contas referente às eleições municipais de Campinas de 2008 reprovadas, o mesmo ocorreu nas eleições de 1998.
Como votou: SIM

Nilson Leitão (PSDB-MT)
Teve reprovadas as contas referentes ao exercício de 2010 do diretório regional do PSDB. O parlamentar era o presidente regional do partido na época. O partido recorre.
O diretório estadual do PSDB também teve as contas referente ao exercício de 2007 reprovadas, quando o parlamentar era presidente. Também reponde por corrupção passiva, crimes de responsabilidade, inquéritos que apuram crimes da Lei de Licitações e ações civis de improbidade administrativa.
Como votou: SIM

Shéridan Estérfany (PSDB-RR)
É alvo de ação civil de improbidade administrativa (dano ao erário) no Tribunal de Justiça de Roraima e também reponde a inquérito, no STF, que apura crimes eleitorais.
Como votou: SIM

Benedita da Silva (PT-RJ)
É alvo de ação por ato lesivo ao patrimônio artístico, estético, histórico ou turístico no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
Como votou: NÃO

Arlindo Chinaglia (PT-SP)
É alvo, no TJ-SP, de ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual.
Como votou: NÃO

José Mentor (PT-SP)
É alvo de inquérito da Operação Lava Jato
Como votou: NÃO

Paulo Teixeira (PT-SP)
Teve as contas eleitorais de 2010 desaprovadas e é alvo, no TJ-SP, de ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual.
Como votou: NÃO

Vicente Candido (PT-SP)
A prestação de contas de sua campanha para as eleições de 2002 a deputado estadual foi considerada irregular. Além disso, é investigado, em inquérito no STF, por corrupção ativa e advocacia administrativa.
Como votou: NÃO

Jovair Arantes (PTB-GO)
Teve rejeitada a prestação de contas referente às eleições de 2012 e 2006. Também é alvo de ação movida pelo Ministério Público Federal referente a crimes de improbidade administrativa.
Como votou: SIM

Bacelar (PTN-BA)
As contas do PTN baiano foram reprovadas em 2008, 2009 e 2012, quando o parlamentar era presidente da sigla. No Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia foi condenado a pagar multa e a ressarcir os cofres públicos solidariamente em R$ 770 mil por irregularidades registradas enquanto comandava a Secretaria da Educação, Cultura, Esportes e Lazer.
Também foi condenado a ressarcir os cofres públicos em outros processos, referentes ao período em que foi vereador em Salvador. No STF, é alvo de inquérito que apura crime de peculato e no TJ-BA é réu em ação civil de improbidade administrativa com dano ao erário e enriquecimento ilícito.
Como votou: NÃO

Fernando Francischini (SD-PR)
No Tribunal de Justiça do Paraná é alvo de ação civil de improbidade administrativa ajuizada pelo Ministério Público e de ação movida pela Defensoria Pública do Paraná.
Como votou: SIM

Paulinho da Força (SD-SP)
Foi condenado no Tribunal Regional Federal da 3ª Região por improbidade administrativa. No STF, o deputado é réu em ação penal sobre crime contra o sistema financeiro, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Responde no STF por peculato e atos de corrupção passiva. Também é alvo de ações civis públicas movidas pelo Ministério Público que apuram dano ao erário.
Como votou: SIM

Polícia

Presidiário dá entrevista para radialista e diz que juíz e diretores de Alcaçuz estão marcados para morrer

Ak0zQuZyA-BWIxnUjjGEQg9G7KlDIFfwV8PEH0qhPSA6-232x300

ANTÔNIO FERNANDO DE OLIVEIRA, VULGO “PAIZOLA”, FAZ REVELAÇÕES ENVOLVENDO A FACÇÃO “SINDICATO DO CRIME”.

 

O preso Antônio Fernando de Oliveira, vulgo “Paizola”, que cumpre pena em Alcaçuz, entrou em contato com o radialista Damião Oliveira na noite desta segunda-feira (11) e fez revelações surpreendentes envolvendo a facção Sindicato do Crime, que ameaça assassinar autoridades no Rio Grande do Norte e realizar atentados simultâneos em postos de combustíveis em Natal.

Paizola, disse que estava abrindo o jogo porque estava jurado de morte pela facção e inclusive estaria em um espaço separado, dos demais detentos e queria fazer algumas revelações sobre o Sindicato do Crime. Toda conversa foi gravada em áudio pelo radialista que postou o áudio para conhecimento público.

Na gravação, ele fala da formação do Sindicato que tinha como objetivo combater as atrocidades cometidas pelo Primeiro Comando da Capital (PCC), outra facção instalada no sistema prisional do estado. Segundo o detento, após a transferência dos lideres do Sindicato do RN para um presídio federal em Rondônia, foram ordenadas várias mortes dentro e fora dos presídios do RN, onde entre os marcados para serem assassinados estariam o Juiz Henrique Baltazar, Dinorá Simas, ex-diretora de Alcaçuz e o atual diretor Ivo Freire, que inclusive, foi vítima de uma suposta tentativa de assalto. Ouça o áudio:

https://soundcloud.com/robson-marli/pai-bola-1104mp3-parte-2

 

O áudio com as afirmações, estão à disposição do Ministério Público e da Polícia Civil, que devem investigar o caso e ouvirão detento nos próximos dias, na tentativa de identificar os lideres da Facção e os mandantes dos supostos atentados.

Fonte:Portal 190

Polícia

Duas mulheres são presas por tráfico de drogas em Macaíba

O FLAGRANTE ACONTECEU NO CENTRO DE MACAÍBA. ( DIVULGAÇÃO/SESED)

O FLAGRANTE ACONTECEU NO CENTRO DE MACAÍBA. ( DIVULGAÇÃO/SESED)

Policiais Civis de Macaíba prenderam em flagrante, na tarde desta terça-feira (12), Maria de Fátima Lourenço, 35 anos, e Eliane Viana da Silva, 30 anos, pelo crime de tráfico de drogas. O flagrante ocorreu no centro de Macaíba, quando a dupla foi encontrada traficando drogas.

Foi apreendida com elas a quantidade de 400 gramas de maconha, 75 pedras de crack, saquinhos de dindin para a embalagem das drogas, balança de precisão, além de R$ 3.575,00 reais. A dupla foi encaminhada para o sistema prisional e encontra-se a disposição da Justiça.

Variedades

Zezé di Camargo e Luciano voltam a se desentender durante show em SC

2015-876299348-zeze-luciano_20151224

EM OUTUBRO DE 2011, ZEZE DI CAMARGO CHEGOU A ANUNCIAR O FIM DA DUPLA.

 

Não é de hoje que a relação dos irmãos Zezé Di Camargo e Luciano está para lá de balançada. Os dois mal se falam. No último fim de semana, durante o show da dupla em Ituporanga, em Santa Catarina, ficou claro para o público que os filhos de Francisco não se bicam mais. Até o perfil profissional que mantinham no Instagram foi deletado.

Zezé e Luciano seguiram em carros separados até o local onde se realizaria a Festa da Cebola e só posaram com fãs separadamente. O camarim também foi separado. Luciano no dele com a família, e Zezé do outro lado. Interação no palco? Quase nenhuma. E reclamação dos fãs? Aos montes.

Nas redes sociais, Zezé foi chamado de antipático por muitos. Tudo porque Luciano fez questão de se ajoelhar no palco e cumprimentar o público, enquanto Zezé seguia cantando sua parte. O climão se arrasta desde o ano passado quando os irmãos brigaram por conta de cachês. O de Zezé é de 60% e o de Luciano, de 40%.

Lembrando que em outubro de 2011, num show em Curitiba, o ex de Zilu chegou a anunciar o fim da dupla, após uma briga com o irmão, Luciano. O “fim” durou pouco mas como se vê, nada foi como antes.

Fonte: Extra

Política

Partido Progressista (PP) também decide apoiar o impeachment de Dilma

O PRESIDENTE NACIONAL DO PP, SENADOR CIRO NOGUEIRA (PI). (FOTO: AILTON DE FREITAS / AGÊNCIA O GLOBO)

O PRESIDENTE NACIONAL DO PP, SENADOR CIRO NOGUEIRA (PI). (FOTO: AILTON DE FREITAS / AGÊNCIA O GLOBO)

O Partido Progressista (PP) decidiu declarar voto favorável à aprovação do pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados. De acordo com o líder do partido e ex-ministro das Cidades do governo Dilma, Agnaldo Ribeiro (PB), a “ampla maioria” da bancada deliberou pela votação favorável ao impeachment no próximo domingo, na sessão da Câmara marcada para as 14h.

Ausente de praticamente todas as sessões da comissão especial do impeachment, o deputado Paulo Maluf (SP) foi um dos que votaram para que o partido apoie o pedido de afastamento de Dilma.

“A bancada do PP, depois de muitos debates, decidiu pela unidade e hoje sai unida. A decisão é histórica e leva à unidade do partido. Vamos sair daqui e comunicar ao presidente [Ciro Nogueira]”. De acordo com o deputado Esperidião Amim (SC), 37 dos 49 deputados do partido votarão a favor da abertura do processo de impeachment. O deputado Sandes Júnior (GO), explicou, no entanto, que não haverá punição para os que não seguirem a orientação da liderança.