Últimas do FM

Economia

Poupança tem saque recorde de R$ 24 bi no primeiro trimestre

EM MARÇO, RETIRADAS SUPERARAM DEPÓSITOS EM 5,38 BILHÕES DE REAIS, SEGUNDO O BANCO CENTRAL

EM MARÇO, RETIRADAS SUPERARAM DEPÓSITOS EM 5,38 BILHÕES DE REAIS, SEGUNDO O BANCO CENTRAL

No primeiro trimestre, os saques da caderneta de poupança somaram 24,05 bilhões de reais, sendo saldo negativo de 21,441 bilhões de reais via Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e de 2,609 bilhões de reais da poupança rural. O volume de saques foi o mais elevado para o período em 21 anos, informou o Banco Central nesta quarta-feira.

Apenas em março, a saída líquida da aplicação foi de 5,38 bilhões de reais em março, segundo pior desempenho para o mês na série histórica iniciada em 1995. Pior que março de 2016, apenas março do ano passado, quando houve retiradas de 11,43 bilhões de reais. No mês passado, os resgates superaram os depósitos em 5,18 bilhões de reais no SBPE. A poupança rural teve saída líquida de 195,23 milhões de reais.

Fonte: Veja


Polícia

BOPE captura dois foragidos da Justiça e apreende armas na zona Norte de Natal

APRISÃO E APREENSÃO FOI NA COMUNIDADE JARDIM LOLA, NA ZONA NORTE DE NATAL.(ASSECOM/PM)

APRISÃO E APREENSÃO FOI NA COMUNIDADE JARDIM LOLA, NA ZONA NORTE DE NATAL.(ASSECOM/PM)

Na manhã desta quarta-feira (06), Policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) da Polícia Militar capturaram dois indivíduos foragidos dos Sistema Penitenciário do Rio Grande do Norte.

A ocorrência se deu na comunidade Jardim Lola, Zona Norte de Natal, onde estavam Genilson Antônio do Nascimento, 34 anos, e Davi Torres De Souza, vulgo Bradok, 33 anos. Com os acusados foram apreendidas uma pistola calibre .40, número STC913936, com 40 munições, um revólver calibre .38, número FY713762, com 06 munições, além de 12 aparelhos celulares. Os procedimentos estão a cargo da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (DAME).


Saúde

RN tem 409 casos suspeitos de microcefalia

RN TEM 77 CASOS CONFIRMADOS DE MICROCEFALIA. NÚMERO DE CASOS SUSPEITOS CHEGAM A 406 NO ESTADO. (FOTO: REUTERS/ RICARDO MORAES)

OS CASOS NOTIFICADOS ESTÃO DISTRIBUÍDOS EM 80 MUNICÍPIOS DO ESTADO. (FOTO: REUTERS/ RICARDO MORAES)

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), por meio do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS), divulgou o novo boletim com as informações atualizadas sobre a situação epidemiológica da microcefalia e outras malformações no Rio Grande do Norte. Foram notificados 409 casos suspeitos de microcefalia relacionados às infecções congênitas.

Desses, 311 são de nascimentos ocorridos em 2015, 86 são de nascimentos ocorridos até a semana epidemiológica nº 13, encerrada em 02/04 (três foram de 2014 e os demais foram abortos e pré-natal). Do total, 291 estão sob investigação, 83 foram confirmados e 35 foram descartados (descartados por apresentar exames normais, por apresentar microcefalia e/ou malformações congênitas por causas não infecciosas ou por não se enquadrar nas definições de casos).

Dos casos notificados, 3,7% evoluíram para óbito após o parto ou durante a gestação (abortamento espontâneo ou natimorto), o que corresponde a 15 óbitos, sendo 9 confirmados e 6 ainda em investigação.  Dos 9 óbitos confirmados, seis apresentaram resultado de exame de imagem com presença de alterações típicas indicativas de infecção congênita, e quatro foram confirmados por critério clínico-laboratorial com identificação do vírus Zika.

O Ministério da Saúde orienta as gestantes a adotar medidas que possam reduzir a presença do mosquito Aedes aegypti, com a eliminação de criadouros, e proteger-se da exposição de mosquitos, como manter portas e janelas fechadas ou teladas, usar calça e camisa de manga comprida e utilizar repelentes permitidos para gestantes.

Política

Comissão do Impeachment começa reunião com confusão e bate-boca

DISCUSSÃO FOI ENTRE OS ADVOGADOS DA PRESIDENTE DILMA E DEPUTADOS FAVORÁVEIS AO IMPEACHMENT. (FOTO: PEDRO LADEIRA/FOLHA)

DISCUSSÃO FOI ENTRE OS ADVOGADOS DA PRESIDENTE DILMA E DEPUTADOS FAVORÁVEIS AO IMPEACHMENT. (FOTO: PEDRO LADEIRA/FOLHA)

O início da reunião da Comissão Especial do Impeachment, convocada para a leitura do relatório final, foi marcado pelo bate-boca entre advogados de defesa da presidenta Dilma Rousseff e deputados favoráveis ao impedimento. Os advogados tentaram apresentar questões de ordem, mas foram impedidos pelo presidente do colegiado, deputado Rogério Rosso (PSD-DF).

Rosso explicou que o Regimento Interno na Câmara autoriza somente deputados da comissão apresentarem questão de ordem. O presidente da comissão orientou que, caso os defensores queiram levantar questões, que fizessem por meio de parlamentares.

O deputado Wadih Damous (PT-RJ) disse que impedir que a defesa se manifeste fere o direito de ampla defesa. “Ao se negar a palavra ao advogado da senhora presidenta está-se vulnerando o Artigo quinto da Constituição Federal, que assegura o amplo direito de defesa e o Artigo sétimo, inciso décimo do Estatuto da Advocacia”, ponderou o petista.

O deputado Nilson Leitão (PSDB-MT) concordou com a decisão de Rosso. “O que querem é tumultuar o processo. O ministro José Eduardo Cardozo falou por duas horas, sem ser interrompido e interpelado. Antes dele veio o Ministro da Fazenda e ainda um advogado. Essa instância não é o momento da defesa”, disse o tucano.

Agência Brasil