Últimas do FM

Política

Em Brasília, Temer reúne cúpula do PMDB e Henrique Meirelles no Palácio do Jaburu

DOCUMENTO DEFENDE ‘NOVO COMEÇO’ NAS RELAÇÕES ENTRE ESTADO E EMPRESAS PRIVADAS. (FOTO: ANDRÉ COELHO /O GLOBO)

O VICE-PRESIDENTE DA REPÚBLICA MICHEL TEMER. (FOTO: ANDRÉ COELHO /O GLOBO)

O vice-presidente Michel Temer recebeu ontem (8), no Palácio do Jaburu, sua residência oficial em Brasília,  o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles – ora apontado para o Ministério da Fazenda de um eventual governo Temer – e integrantes da cúpula do PMDB. A reunião começou por volta das 17h e entrou pela noite, com duração de mais de 6 horas.

Além de Meirelles, participaram do encontro o senador Romero Jucá (PMDB-RR) e os peemedebistas Eliseu Padilha (RS), Geddel Vieira Lima (BA) e Moreira Franco (RJ). Todos cotados para ministérios, caso se confirme o afastamento da presidenta Dilma Rousseff, no decorrer desta semana.

A reunião ocorreu três dias antes da votação no Senado, prevista para quarta-feira (11),  que pode admitir a denúncia contra a presidenta, de desrespeito à Lei de Responsabilidade Fiscal, e, consequentemente, afastá-la do cargo por até 180 dias – período em que o processo por suposto crime de responsabilidade deverá ser julgado.

Agência Brasil

Internacional

Deslizamento de terra na China deixa 8 mortos e 33 estão desaparecidos

 MAIS DE 600 PESSOAS FORAM MOBILIZADAS PARA TENTAR ENCONTRAR SOBREVIVENTES (FOTO: STRINGER/REUTERS)


MAIS DE 600 PESSOAS FORAM MOBILIZADAS PARA TENTAR ENCONTRAR SOBREVIVENTES (FOTO: STRINGER/REUTERS)

As autoridades da província de Fujian, no sudeste da China, confirmaram nesta segunda-feira (9) a morte de oito pessoas no deslizamento de terra que soterrou as obras de construção de uma usina hidrelétrica. Confirmou também que 33 continuam desaparecidas.

Mais de 600 pessoas participam das buscas, que já conseguiram resgatar outros 13 funcionários da obra. Eles estão hospitalizados e estáveis, segundo a agência oficial de notícias “Xinhua”.

Todos trabalhavam na ampliação da central hidrelétrica de Chitan, que deve começar a operar em agosto de 2017 no condado de Taining. Segundo as autoridades, cerca de 100 mil metros cúbicos de lama e rochas se soltaram de colinas próximas ao canteiro de obras.

As primeiras informações apontam que a forte chuva que cai na região é a responsável pelo acidente. Entre sábado e domingo, Taining registrou 215,7 milímetros de chuva. A metade sul da China sofre há mais de uma semana com fortes tempestades que afetam várias províncias do país, com cancelamentos de voos, fechamento das estradas de ferro e interrupções do fornecimento de energia elétrica.

É o início da temporada de chuvas no sul da China, na qual são frequentes desastres naturais como inundações e tufões. Devido à possibilidade de que as fortes precipitações continuem ao longo dos próximos dias na região, os centros meteorológicos locais mantêm alerta de tempestades.

LOCAL DO DESLIZAMENTO DE TERRA; BUSCAS SEGUEM NO LOCAL ONDE USINA HIDRELÉTRICA É CONSTRUÍDA (FOTO: STRINGER/REUTERS)

LOCAL DO DESLIZAMENTO DE TERRA; BUSCAS SEGUEM NO LOCAL ONDE USINA HIDRELÉTRICA É CONSTRUÍDA (FOTO: STRINGER/REUTERS)

EFE

Educação

Inscrições para o Enem começam nesta segunda (09)

A TAXA DE INSCRIÇÃOÉ DE R$ 68,00 E PROVAS SERÃO APLICADAS NOS DIAS 5 E 6 DE NOVEMBRO (ARQUIVO/AGENCIA BRASIL)

A TAXA DE INSCRIÇÃOÉ DE R$ 68,00 E PROVAS SERÃO APLICADAS NOS DIAS 5 E 6 DE NOVEMBRO (ARQUIVO/AGENCIA BRASIL)

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) serão abertas hoje (9) às 10h, no horário de Brasília e terminarão às 23h59 do dia 20. As provas serão aplicadas nos dias 5 e 6 de novembro. A taxa de inscrição será de R$ 68.

A inscrição é feita pela internet, no site do Enem. O participante deve ter em mãos, no ato da inscrição, o CPF e o número do documento de identidade. Deve também informar um endereço de e-mail. Só é possível fazer uma inscrição por e-mail, assim, cada estudante deverá ter e-mail próprio. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo exame, vai usar o endereço e o telefone celular informado para se comunicar com o participante.

Ao fazer a inscrição o participante  informará se necessita de algum atendimento específico ou especializado e se é sabatista – aqueles que, por convicção religiosa, guardam o sábado, reservando o dia para descanso e oração. Eles podem fazer o exame após o pôr do sol.

O atendimento especializado é oferecido as pessoas com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual (mental), surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, autismo, discalculia ou com outra condição especial. O  atendimento específico é destinado as  gestantes, lactantes, aos idosos, estudantes em classe hospitalar e sabatistas.

É também na inscrição, que o estudante informa se quer utilizar o resultado do Enem para certificação do ensino médio. Para isso é preciso ter 18 anos completos até o primeiro dia de execução das provas.  A inscrição só é confirmada após o pagamento da taxa de R$ 68. O prazo para que isso seja feito é até as 21h59, no horário de Brasília, do dia 25. São isentos da taxa os estudantes concluintes do ensino médio em escolas públicas e os participantes de baixa renda.

Uma das novidades deste ano é que o estudante poderá pagar a taxa de inscrição em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios. Até o ano passado, a inscrição era paga apenas nas agências do Banco do Brasil.

A nota do Enem é usada na seleção para vagas em instituições públicas, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), bolsas na educação superior privada por meio do programa Universidade para Todos (ProUni) e vagas gratuitas nos cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec).

O resultado do exame também é requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e participar do programa Ciência sem Fronteiras. Para pessoas maiores de 18 anos, o Enem pode ser usado como certificação do ensino médio.

Agência Brasil


Internacional

Incêndio que já dura quase uma semana devasta cidades do Canadá

O INCÊNDIO QUE JÁ DURA QUASE UMA SEMANA VEM DEVASTANDO CIDADES. (REUTERS)

SÃO 40 FOCOS DE INCÊNDIO ATIVOS. (REUTERS)

Há quase uma semana, um poderoso incêndio vem devastando cidades na região de Alberta, no Canadá, onde está a terceira maior reserva de petróleo do mundo. As chamas descontroladas já destruíram mais de duas mil casas e forçaram a evacuação de 100 mil habitantes da cidade de Fort McMurray.

De acordo com estimativas oficiais, o incidente poderá causar um corte em até 25% na produção petrolífera canadense. Ao todo, a região enfrenta 40 focos de incêndios ativos e conta com mais de 1.200 bombeiros trabalhando ativamente auxiliados por 110 helicópteros, 27 aviões-tanque e 295 escavadeiras.

As condições de seca, ventos fortes e altas temperaturas na região têm sido fatores determinantes para a dificuldade das autoridades em conter o avanço das chamas. No final da última semana, autoridades revelaram o temor de que o incêndio poderia dobrar de tamanho e disseram que serão necessárias semanas até que seja possível controlar os focos.

Exame