Últimas do FM

Economia

Desemprego aumenta no Brasil e atinge maior taxa desde janeiro de 2009

EM JANEIRO, O INDICE DE DESEMPREGO NO PAÍS TEVE ALTA DE 7,6%

EM JANEIRO, O ÍNDICE DE DESEMPREGO NO PAÍS TEVE ALTA DE 7,6%

Segundo informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística ( IBGE), A taxa de desemprego no Brasil ficou em 7,6% em janeiro. Em dezembro, a taxa chegou a atingir 6,9% e em janeiro de 2014, 5,3%

Para o mês de janeiro, a taxa é a mais alta desde 2009, quando chegou a 8,2%.

São cerca de 2 milhões de brasileiros desocupados, 8,4% acima da quantidade de dezembro e 42,7% na comparação com o mesmo mês de 2014. Por outro lado, a população ocupada diminuiu para 23 milhões. A queda foi de 1% frente ao último mês do ano passado e 2,7% sobre um ano atrás.

No mês, houve redução da ocupação na atividade educação, saúde administração pública (2,8%) e serviços domésticos (6,4%). Já na comparação anual, houve queda na indústria (8,5%) e nos outros serviços, como alojamento e alimentação, transportes e armazenagem e serviços pessoais (3,4%).


Polícia

Policial federal condenado por corrupção é preso na Praia de Pipa

DIVULGAÇÃO POLÍCIA FEDERAL

DIVULGAÇÃO POLÍCIA FEDERAL

A PF prendeu na noite desta quarta-feira (24), em Pipa, Litoral Sul Potiguar, um policial federal aposentado, carioca, 54 anos, condenado por corrupção. A  prisão se deu em cumprimento a um mandado expedido pela Justiça Federal de Campos dos Goytacazes/RJ.

O homem foi condenado a 17 anos e 2 meses em regime fechado e estava residindo em um condomínio naquela praia.

Após a prisão, ele foi escoltado para o ITEP, onde se submeteu a exame de corpo de delito e, logo depois, seguiu para a sede da PF, onde permanece custodiado à disposição da Justiça e deve ser transferido nos próximos dias para o Sistema Prisional do Rio de Janeiro/RJ, onde cumprirá a pena.

Diversos

Empresário natalense usa redes sociais para mostrar indignação contra os “fantasmas da Assembleia”

fantasma

PORTAL DA TRANSPARÊNCIA DA AL REVELA A EXISTÊNCIA DE FANTASMAS

O empresário Gustavo Andrade Rocha, controlador da Lanilia Agropecuária, utilizou na manhã desta quinta-feira (25) as redes sociais para mobilizar a opinião pública natalense contra  a existência de funcionários fantasmas na Assembléia Legislativa.

Filho do ex-presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte, Bira Rocha, Gustavo expediu um manifesto intitulado “Carta Aberta ao Povo do RN”, no qual considera as situações expostas pelo Portal da Transparência da AL  um “verdadeiro escárnio e uma enorme injustiça para com todos os que trabalham e também com as pessoas pobres que diariamente sofrem horrores nos corredores dos nossos hospitais, sem falar na precariedade da nossa segurança e do ensino público”.

Segue abaixo a nota em seu inteiro teor:

 

CARTA ABERTA AO POVO DO RN
COM CÓPIA AO PRESIDENTE DA ALERN.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO RN – Transparência e Reflexão

Recentemente a Assembleia Legislativa do RN tornou público, em seu Portal da Transparência, a relação de todos os seus servidores, da ativa e aposentados, louvável iniciativa do seu atual presidente, Ezequiel Ferreira. A partir do momento em que essa lista se tornou pública, houve um verdadeiro assombro, com muitas surpresas e enorme indignação, que tem varrido as redes sociais.

E a explicação é simples: lá estão funcionários dedicados, pessoas sérias que ingressaram de forma legal nos quadros da Assembleia, acompanhados, segundo comentários que varrem as redes sociais, de dezenas (ou centenas) de outros que ingressaram de forma irregular, a partir de 1988 sem a prestação de concurso público, conforme determina a constituição; e dezenas de “fantasmas”, pessoas que, ingressando ou não de forma legal, efetivamente não trabalham, várias delas inclusive residindo em outros estados e (pasmem!) até em outros países. São jornalistas (muitos), médicos, empresários bem sucedidos e pessoas de várias outras profissões. Um verdadeiro escárnio e uma enorme injustiça para com todos os que trabalham e também com as pessoas pobres que diariamente sofrem horrores nos corredores dos nossos hospitais, sem falar na precariedade da nossa segurança e do ensino público.

Se formos olhar os sobrenomes, lá estão representadas muitas famílias “nobres” do nosso estado. Há verdadeiros clãs. Se vocês lerem com atenção provavelmente irão encontrar algum(a) conhecido(a). Um bom exercício seria, ao encontrar com essas figuras, pedir para que confirmem se são elas mesmo que constam da lista, só para ver o sorriso amarelo e as desculpas esfarrapadas. Sugiro levar um vidro de óleo de peroba. Somando-se os vencimentos, há famílias que levam para casa, todo santo mês, dezenas de milhares de reais. E que vencimentos! São salários de 10, 15, 20, 25 mil reais a torto e a direito. E até mais do que isso. Uma farra!

Consulta realizada ao Portal da Transparência no dia 16/02/2016 mostrava que existiam “apenas” 3.223 servidores. Vocês não leram errado, era isso mesmo: 3.223 servidores. Mais funcionários do que isso em nosso estado só conheço a Confecções Guararapes. Dividindo-se por 24 deputados, dá uma média de 134 funcionários por cada deputado. Isso mesmo: 134. É como se cada deputado fosse uma empresa de médio porte, com 134 empregados. Haja dinheiro e impostos para sustentar tamanho absurdo. Se deduzirmos os aposentados, ainda assim para cada deputado teríamos mais de 80 funcionários. Um assombro!

Essa brincadeira custa por mês aos cofres públicos, sustentada pelos nossos impostos, R$ 19,3 milhões. Durante um ano, incluindo o 13º salário, a Assembleia gasta mais de R$ 250 milhões para pagar essas pessoas. Isso significa que, em cada legislatura de 04 anos, apenas para pagar salários, a Assembleia Legislativa do RN consome R$ 1 bilhão (é isso mesmo: 1 bilhão de reais). Isso, em um estado pobre como o Rio Grande do Norte. É o absurdo do absurdo do absurdo.

Enquanto isso, o Hospital Walfredo Gurgel, o Hospital Santa Catarina, o Hospital Infantil Varela Santiago, o Centro de Reabilitação Infantil e tantos outros vivem situação de caos e de sofrimento, apesar do esforço de médicos, enfermeiros e outros profissionais dedicados, que verdadeiramente trabalham, se doam e recebem muito menos do que muitos daqueles que todo mês recebem polpudos salários da Assembleia, sem lá nem porem os pés.

O curioso é que esse verdadeiro escândalo vem recebendo pouca ou quase nenhuma atenção dos nossos órgãos de imprensa. Como diria um famoso apresentador de televisão, “Isso é uma vergonha!”. Vergonhoso também é o silêncio dos nossos deputados. Até agora, nenhum (vocês não entenderam mal, nenhum mesmo!) manifestou-se contra essa situação absurda, um verdadeiro acinte e um insulto à dignidade das pessoas que precisam de serviços públicos com um mínimo de qualidade. Nenhum tem se mostrado, até agora, digno do nosso voto. Vamos pensar nisso nas próximas eleições?

Presidente Ezequiel, foi louvável sua iniciativa em disponibilizar essas informações, mas a sociedade quer mais: quer a demissão de todos os funcionários que foram admitidos de forma irregular; quer a demissão de todos os funcionários que não trabalham; quer um corte profundo na quantidade de servidores e nas respectivas despesas. Nós sabemos e você sabe muito mais ainda que não precisa de tanta gente. A sociedade não pode pagar dezenas de “assessores” que na realidade trabalham como “cabos eleitorais” permanentes dos deputados, pagos pela sociedade, com nosso suado dinheirinho. Se continuar desse jeito, podem continuar a aumentar os impostos, que não tem dinheiro que chegue.

Se adotar essas medidas, ofereça o valor (que certamente será enorme) que a Assembleia vai economizar como contribuição da casa para a a reforma, ampliação ou modernização dos nossos hospitais ou para fortalecimento da nossa segurança pública. Adotando e mantendo essa política de forma permanente, você escreveria seu nome entre os grandes políticos do nosso estado. A sociedade certamente saberia reconhecer isso. Seus filhos e netos teriam orgulho do seu legado. Pense nisso!

Empresário Gustavo Andrade Rocha

Polícia

Blitz da Lei Seca prende sete pessoas na zona sul de Natal

AO TENTAR ESCAPAR DA BLITZ, MOTORISTA BATE O CARRO EM MURO. ( FOTO: DIVULGAÇÃO PM)

AO TENTAR ESCAPAR DA BLITZ, MOTORISTA BATE O CARRO EM MURO. ( FOTO: DIVULGAÇÃO PM)

 

A operação Lei Seca realizou mais uma ação na madrugada desta quinta-feira (25). Nesta, duas barreiras foram montadas em Ponta Negra, zona sul de Natal, com blitz de fiscalização na Av. Engenheiro Roberto Freire e outra na Rota do Sol.

O resultado desta ação foram sete pessoas  presas por dirigirem embriagadas. De acordo com o capitão Styvenson Valentim, coordenador da operação, um dos motoristas presos tentou fugir da blitz e acabou batendo o carro em um muro. Ao todo, 23 carteiras de habilitação foram recolhidas e 6 carros apreendidos.