Últimas do FM

Cidades

Importante reservatório do Seridó subiu seu nível em 2 metros

A BARRAGEM É UMA DAS MAIORES DO ESTADO E ABASTECE DIVERSOS MUNÍCIPIOS (FOTO: NAQUIB LIBANI)

A BARRAGEM É UMA DAS MAIORES DO ESTADO E ABASTECE DIVERSOS MUNÍCIPIOS (FOTO: NAQUIB LIBANI)

Desde a última segunda-feira (28) até este domingo (03), a barragem Passagem das Traíras, com capacidade de reter quase 50 milhões de m³ de água, aumentou cerca de dois metros em seu nível atual. O rio Seridó tem sido o grande responsável pelo acréscimo, já que o reservatório tem recebido pouca água em sua bacia.


Esporte

Rosberg conquista a segunda vitória da temporada no GP do Bahrein

NICO ROSBERG COMEMORA A VITÓRIA APÓS RECEBER A BANDEIRADA EM SAKHIR, NO BAHRAIN (FOTO: KAMRAN JEBREILI / AP)

NICO ROSBERG COMEMORA A VITÓRIA APÓS RECEBER A BANDEIRADA EM SAKHIR, NO BAHRAIN (FOTO: KAMRAN JEBREILI / AP)

O Bahrein, por mais um ano, promoveu uma corrida movimentada, com muitas ultrapassagens e cheia de possibilidades. E na prova que começou no entardecer e terminou à noite, sob luzes dos holofotes, levou a melhor quem fugiu das confusões: Nico Rosberg. Partindo do segundo lugar, do grid, o alemão tomou a ponta de seu companheiro de Mercedes, o pole position Lewis Hamilton, e rumou para sua segunda vitória no ano, abrindo boa vantagem na liderança do campeonato. Foi sua quinta vitória consecutiva, contando os três triunfos no fim do ano passado, a 16ª na carreira.

Hamilton, mais uma vez, não se deu bem na largada. Além de perder a ponta para Rosberg, foi acertado por Valtteri Bottas na primeira curva, rodou e caiu para sétimo. O britânico fez uma corrida de recuperação e ainda conseguiu completar o pódio em terceiro, atrás de Kimi Raikkonen, da Ferrari. E Sebastian Vettel? Você deve estar se perguntando. Teve problemas na volta de apresentação e sequer largou.

Felipe Massa, por sua vez, chegou a vislumbrar um bom resultado. Partindo da sétima colocação do grid, o brasileiro largou muito bem, e pulou para segundo. Mas a Williams acabou adotando uma estratégia que se mostrou equivocada. O veterano fez uma parada a menos que os rivais, apostando em stints longos de pneus médios, mas foi sendo ultrapassado nas voltas finais e cruzou em oitavo.

Fonte: O Globo


Esporte

Lucas solta o verbo: ‘Brasil peca pela falta de organização tática’

LUCAS ATUOU NA GOLEADA DO PSG SOBRE O NICE NO FRANCÊS (FOTO: FRANCK FIFE / AFP)

LUCAS ATUOU NA GOLEADA DO PSG SOBRE O NICE NO FRANCÊS (FOTO: FRANCK FIFE / AFP)

Excluído das últimas convocações do técnico Dunga, o meia-atacante Lucas, do Paris Saint-German, afirmou neste domingo, em entrevista ao GLOBO, no Centro de Treinamento de Ooredoo, que a seleção brasileira peca falta de organização tática e admitiu que o padrão de jogo está aquém das seleções mais competitivas do planeta.

Alçado à titularidade do PSG, na vaga antes ocupada pelo uruguaio Cavani, Lucas acredita que sobra qualidade técnica, mas falta compactação e jogo coletivo.

“O que mais se cobra na seleção brasileira é esta formulação coletiva. Eu acho que o Brasil deixa um pouco a desejar, na minha opinião. O futebol evoluiu muito, o Brasil tem muita qualidade técnica, individual. Mas acho que a gente está pecando um pouco na qualidade coletiva. A gente vê as outras equipes muito compactas, muito bem montadas dentro de campo. E o Brasil, às vezes, fica perdido, não encontra a sua melhor maneira de jogar. Mas com a qualidade que os jogadores têm, dá pra voltar a jogar um bom futebol.”

Lucas, que atuou no sábado na goleada de 4 a 1 do PSG contra o Nice, em jogo morno contra o terceiro colocado na competição (o PSG já é o campeão antecipado), foi além: a seleção não tem uma identidade desde a Era Ronaldo/Rivaldo/Cafu, campeã do mundo em 2002.

“O Brasil vive grande crise. Crise política, crise no futebol, e isso acaba refletindo na seleção. Eu não sei porquê. Nao sei o motivo, difícil explicar porque não vai para frente. O Brasil não tem identidade desde que acabou aquela safra de Ronaldo, Ronaldinho, Rivaldo e Cafu.”

Fonte: O Globo

Cidades

Revisão biométrica em São Gonçalo do Amarante, RN, termina no dia 7

FOTO: ILUSTRAÇÃO

FOTO: ILUSTRAÇÃO

Termina na quinta-feira, dia 7 de abril, o prazo para que os eleitores de São Gonçalo do Amarante (51ª Zona Eleitoral), cidade da região Metropolitana da capital potiguar, façam a revisão biométrica.

Os eleitores devem comparecer (entre 8h e 16h) no posto de atendimento instalado no Museu Municipal, localizado na Rua Professor Belchior de Oliveira, portando título eleitoral, original e cópia do documento oficial com foto e do comprovante de residência. Pessoas do sexo masculino também devem apresentar o Certificado de Alistamento Militar. O atendimento pode ser agendado, pelo site: www.tre-rn.jus.br.

Fonte: Tribuna da Justiça