Últimas do FM

Cidades Geral Natal Social

Lei de reuso de água de Caicó ganha destaque em Revista Cientifica da América Latina

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Com base em uma experiência espontânea, em residência de classe média, na cidade de Caicó/RN, a Revista Cientifica da Associação Interamericana de Engenharia Sanitária e Ambiental publicou, no dia 06 de abril, matéria que descreve a experiência qualitativa de reuso de água com base na Lei municipal de reuso N°4.603/13 de autoria do mandato do vereador Rangel/PDT.

A revista descreve a experiência no uso do esgoto doméstico secundário da água, para irrigação do gramado e árvores frutíferas de jardim. Nisso, foram identificados impactos sobre os recursos hídricos. Foram realizadas dez coletas de amostras no período de junho a novembro de 2014, em horários definidos, com o objetivo de analisar a conformidade ou não da água de reuso com os padrões de qualidade recomendados pela Lei N°4603 /2013.

A Lei além de uso doméstico recomenda critérios e padrões de qualidade para água de reuso a ser utilizada nas atividades de produção agrícola, fins urbanos, piscicultura e outros segmentos. Um dos impactos encontrado na pesquisa, com base nos resultados obtidos, é que o risco sanitário e as concentrações de matéria orgânica e de sólidos em suspensão maiores que 30 mg/L são as principais preocupações para o emprego da água de reuso bruta analisada em irrigação paisagística.

Para o vereador Rangel, a prática de reuso de água com base em legislação é uma importante politica voltada para residências, condomínios, empresas e estações de tratamento, “A prática de reuso da água deve ser contemplada dentro da atualização do Plano Diretor como na revisão do Plano de Saneamento Básico da cidade de Caicó, além disso, ter a nossa lei e experiência em destaque em uma revista tão importante sobre a área na América Latina mostra que estamos discutindo avanços e discussões de caráter de preocupação para outros países, além do Brasil”, explicou.

A Revista Cientifica da Associação Interamericana de Engenharia Sanitária e Ambiental é uma publicação semestral concebida e abarca todo o Continente Americano e dissemina informações relativas ao setor, além das novidades técnicas e científicas. Cada edição conta com um tema central que destaca os aspectos fundamentais da Engenharia Sanitária e Ambiental, bem como da Associação.

A matéria publicada no volume 9 do dia 6 de abril de 2016 que trata da experiência pode ser acessada pelo site da Associação Americana http://www.aidis.org.br/


Educação Emprego

Escola Preparatória da UnP lança turmas para Concurso da Secretaria de Saúde de Natal

Imagem: DIvulgação

Imagem: DIvulgação

A Escola Preparatória UnP cresceu. Agora, além das turmas focadas no ENEM, a EP lança duas turmas voltadas para Concurso Público. Com o lançamento do edital da Secretaria Municipal de Saúde de Natal, a Universidade Potiguar, integrante da rede Laureate, amplia o seu leque de ofertas com aulas na Unidade Roberto Freire, todo know-how dos professores e infraestrutura da Instituição. As matrículas já estão abertas e as aulas começam no dia 11 de maio.

Voltada para estudantes que buscam formação de alto nível, a Escola Preparatória para Concursos da UnP contará com turmas nos turnos matutino e noturno, e o investimento é de R$ 349, com material incluso.


Cidades Geral Governo Natal Polícia

Com Kalina, Segurança tem problemas; sem ela, os problemas prometem ter continuidade

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A delegada da Polícia Civil Kalina Leite deverá deixar, até o final do mês, o cargo de secretária estadual de Segurança Pública e Defesa Social. Ela já conversou neste sentido com o governador Robinson Faria e comunicou a decisão de deixar o posto. Ficou acertado que continuaria à frente da pasta até a definição de um novo nome para o posto.

É fácil culpar Kalina Leite pelos problemas na área da Segurança Pública. Difícil é se despir de qualquer outro tipo de atitude, ingerência, preconceito, ou seja lá o que for, para entender que com ela a Segurança tem problemas. E sem ela, os problemas vão continuar. Porque, simplesmente, nem ela nem ninguém é capaz de operar milagres. Principalmente neste setor.

Os números da gestão da delegada à frente da Sesed são bons. São praticamente os mesmos da época da gestão estadual anterior. Em defesa de sua atuação, há como relacionar ações efetivas. No julgamento do trabalho de um secretário de Segurança, nas circunstâncias e condições atuais, é preciso levar em conta que se paga o preço de um sistema prisional caótico.

Mais de duas centenas de bandidos já fugiram de presídios do Rio Grande do Norte. O número de recapturados é bem menor. E o resultado disso é que basta uma boa análise sobre as ocorrências de crimes de maior gravidade – homicídios, latrocínios, assaltos à mão armada – para se perceber que parcela considerável envolve fugitivos, gente que está no semi-aberto ou mesmo alguns liberados após a realização de audiências de custódia. E não há como responsabilizar o Poder Judiciário pela liberação, em muitos casos. Afinal, não há vagas e nem segurança suficiente nos presídios.

A gestão atual da área da Segurança Pública e Defesa Social tem falhas? Claro que tem. E são várias falhas.

E talvez Kalina Leite pague o preço de não aparecer à frente de algumas operações realizadas nos setor que dirige. Mas se trata da postura dela, do perfil dela. De alguém que pensa, que comanda, que planeja, que dirige, mas que não precisa, necessariamente, estar à frente em ações midiáticas para atender a uma população sedenta de ações espetaculares que façam diminuir o sentimento de insegurança que apavora muitos.

Além do déficit de 4 mil homens – temos em torno de 8 mil e precisaríamos, já, de mais de 12 mil – é preciso contabilizar que o efetivo diminui com os casos de morte, aposentadoria (ida para a reserva), licenças e baixas por expulsão. E todas essas perdas terminam não sendo repostas. Na atual gestão, foram realizadas promoções na Polícia Militar e convocados novos policiais civis. Mas a necessidade de mais gente persiste.

Matéria: Novo Jornal

Diversos

Senac premia empresas potiguares em segurança alimentar

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

O Sistema Fecomércio RN, por meio do Senac, realiza na próxima terça-feira (10) cerimônia de entrega do Prêmio de Excelência em Qualidade e Segurança dos Alimentos, que reconhecerá as empresas que se destacaram no ano de 2015, dentro do Programa Alimentos Seguros (PAS). O evento ocorre a partir das 19h, no Hotel Holiday Inn (Av. Senador Salgado Filho, 1906, Lagoa Nova).

Ao todo, sete empresas serão atestadas com o selo de qualidade do Senac, que garante a segurança e manipulação dos itens na área de alimentos e bebidas comercializados nos estabelecimentos.

O Programa Alimentos Seguros tem o objetivo de disseminar e apoiar a implantação das Boas Práticas, o Sistema de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle nas empresas, em todo o país. Através dele é possível identificar os procedimentos adequados, bem como garantir ações e tecnologias na produção e manipulação de alimentos, que venham a assegurar a conservação e qualidade dos produtos.

Veja a lista das empresas premiadas:

· Supermercado Nordestão

· Pizzaria Reis Magos (Unidade Lagoa Nova)

· Quallity Distribuidora de Alimentos

· Amarante Comércio Representações

· Nutriti Refeições

· PJ Refeições

· Aliança Recepções e Eventos