Últimas do FM

Jurídico

Justiça Federal em Mossoró lança seleção para estágio em Ciências Contábeis

A 13ª Vara Federal, sediada em Mossoró, lançou seleção para estágio de estudantes do curso de Ciências Contábeis. As inscrições estarão abertas até o dia 30 de janeiro através do site www.jfrn.jus.br

As inscrições deverão ser confirmadas até o dia 31 de janeiro mediante a entrega do histórico escolar atualizado com a indicação do Índice de Rendimento Escolar (IRA). A inscrição é efetivada mediante a doação de dois quilos de alimentos que deve ser feita também até o dia 31.

O estagiário cumprirá uma jornada de 20 horas semanais. Além do auxílio financeiro, a ser fixado pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região, o estudante receberá auxílio transporte.

Educação

IFRN oferece 376 vagas para cursos superiores através do SiSU

O Ministério da Educação antecipou o prazo de inscrição para o Sistema de Seleção Unificada, o SiSU. A partir desta terça-feira (23), os candidatos poderão utilizar a nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio – Enem – para concorrer a vagas em instituições públicas de ensino superior. O prazo se estende até a próxima sexta-feira, 26. O Instituto Federal do Rio Grande do Norte divulgou a segunda retificação do Edital 62/2018 que rege vagas para ingresso em cursos de nível superior ainda no primeiro semestre de 2018.

Há 376 vagas para os cursos superiores de Licenciatura em Química, Física, Informática, Biologia, Geografia, Matemática; 592 vagas para os cursos superiores de tecnologia em Design de Moda, Gestão de Turismo, Alimentos, Sistemas para Internet, Agroecologia, Energias Renováveis, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Gestão Pública, Redes de Computadores, Comércio Exterior, Construção de Edifícios, Gestão Ambiental, Produção Cultural, Marketing, Processos Químicos e Logística; além disso, há 40 vagas para o curso superior de Engenharia de Energias. Os cursos são oferecidos nos campi Apodi, Caicó, Canguaretama, Currais Novos, João Câmara, Ipanguaçu, Macau, Natal-Central, Natal-Cidade Alta, Natal-Zona Norte, Nova Cruz, Parnamirim, Pau dos Ferros, Santa Cruz e São Gonçalo do Amarante.

Todas as informações podem ser conferidas no edital.


Cidades

Prefeitura de Parnamirim divulga balanço das fiscalizações em Pirangi

O trabalho de fiscalização em Pirangi do Norte, realizado numa ação conjunta entre a Secretaria de Meio Ambiente (SEMUR), Companhia Independente de Proteção Ambiental (CIPAM) e 3º. Batalhão da PM, registrou a abordagem de 124 condutores. Desse total, 109 fizeram o teste do bafômetro, 15 se recusaram e foram autuados, e 2 foram flagrados no exame.

O secretário Marcondes Pinheiro, da Secretaria de Segurança, Defesa Social e Mobilidade Urbana (SESDEM), avaliou como positivas as ações realizadas no último final de semana. “O trabalho foi satisfatório, inclusive com apreensão de paredão de som em Pium. Essa fiscalização intensiva vai se estender até o carnaval”, disse.

Durante o final de semana foram lavrados 6 autos por infrações diversas. A equipe da Lei Seca informou que dois condutores que se recusaram a fazer o exame do bafômetro, foram reincidentes na mesma madrugada. Na primeira abordagem, foram providenciados condutores habilitados para dirigir o veículo, mas depois de alguns quilômetros, a direção foi entregue aos autuados. Flagrados pela polícia, foram novamente autuados.

A equipe da Secretaria de Meio Ambiente, também esteve presente, para coibir o som alto na Praia de Pirangi. O coordenador Luiz Antônio Melo informou que foram realizadas duas notificações. “Notificamos proprietários de dois comércios que não tinham licença para ter música ao vivo. E a apreensão de um paredão de som em Pium. Mas, no geral, o trabalho foi muito tranquilo”, disse.

A presença constante das equipes no local tem inibido casos de poluição sonora, praticados por proprietários de bares e restaurantes e de equipamentos de som com volume acima do permitido pela legislação ambiental. E a atividade continuará até o carnaval.

Economia

FMI eleva projeção de crescimento global e para o Brasil em 2018 e 2019

O Fundo Monetário Internacional (FMI) elevou a projeção de crescimento do Brasil para 2018 e 2019. O Produto Interno Bruto (PIB) do país deve crescer 1,9% este ano, 0,4 ponto percentual acima que foi estimado em outubro. Para 2019, a previsão foi revisada para 2,1%, um aumento de 0,1 ponto percentual.

Divulgado hoje (22), o relatório World Economic Outlook destaca que a atividade econômica global registrou crescimento previsto de 3,7% em 2017, 0,1 ponto percentual acima do projetado em outubro, quando a última versão do documento foi divulgada. O FMI também prevê crescimento global de 3,9% para 2018 e 2019, o que representa aumento de 0,2 ponto percentual sobre a projeção do relatório anterior.

Segundo o relatório, a melhora reflete, entre outros fatores “o esperado impacto das mudanças recentemente aprovadas na política de impostos dos Estados Unidos”. No entanto, o documento diz que “devido à natureza temporária de algumas das medidas, o pacote de políticas de impostos deve [contribuir para] reduzir o crescimento por alguns anos de 2022 em diante”.

América Latina

O relatório destaca que a recuperação econômica da América Latina deve se fortalecer, com crescimento de 1,9% em 2018 (como já era previsto em outubro) e 2,6% em 2019 (0,2 ponto percentual acima da previsão de outubro).

“Esta mudança reflete principalmente uma perspectiva melhorada para o México, que beneficia-se de uma demanda mais forte de Estados Unidos, uma recuperação mais firme do Brasil e os efeitos favoráveis de preços mais fortes das commodities e condições mais fáceis de financiamento em alguns países exportadores desses produtos”, afirma o documento. O relatório diz também que essas projeções “mais do que compensam novas revisões descendentes para a Venezuela”.

No entanto, o documento destaca que fatores não-econômicos colocam a recuperação da economia em risco, inclusive no Brasil. “A incerteza política dá espaço a riscos para a implementação de reformas ou à possibilidade de reorientação das agendas, incluindo no contexto das eleições que devem ocorrer em diversos países, como Brasil, Colômbia, Itália e México”.