Últimas do FM

Polícia

Polícia Militar fecha ponto de venda de drogas em Alexandria

MATERIAL APREENDIDO. (DIVULGAÇÃO/SESED)

MATERIAL APREENDIDO. (DIVULGAÇÃO/SESED)

Policiais militares do Grupo Tático Operacional (GTO) de Alexandria, região Oeste do Rio Grande do Norte, fecharam, nesta quarta-feira (28), um ponto de venda de drogas que funcionava no município.
Os PMs faziam um patrulhamento pela RN 117 – que liga Alexandria e Antônio Martins – quando se depararam com dois homens em uma motocicleta em atitude suspeita. Durante a abordagem, os policiais encontraram 94 pedras de crack com a dupla. Após serem interrogados, Paulo Victor da Silva Araújo, de 19 anos, e um adolescente de 17 levaram os PMs até uma residência na avenida Deputado Patrício Neto, em Alexandria.
No local, a equipe do GTO encontrou mais um suspeito de posse de 18 trouxinhas de maconha, 39 pedras de crack, vasto dinheiro fracionado, celulares, material para pesagem e embalagem das drogas.
Todos os suspeitos, assim como o material apreendido, foram levados para a delegacia da região para os procedimentos cabíveis.
Geral

STJ nega indenização antecipada a vítimas do incêndio na boate Kiss

SEGUNDA TURMA DO STJ ENTENDEU QUE PAGAMENTO DEPENDE DA FASE DE LIQUIDAÇÃO DA SENTENÇA CONTRA OS DONOS DA BOATE KISS. (ARQUIVO/WILSON DIAS)

SEGUNDA TURMA DO STJ ENTENDEU QUE PAGAMENTO DEPENDE DA FASE DE LIQUIDAÇÃO DA SENTENÇA CONTRA OS DONOS DA BOATE KISS. (ARQUIVO/WILSON DIAS)

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou o pedido de indenização antecipada para os familiares das vítimas do incêndio na boate Kiss, ocorrido em janeiro de 2013, em Santa Maria (RS). A ação chegou ao tribunal por meio de um recurso da Defensoria Pública, que alegou omissão das autoridades públicas na fiscalização das condições da boate.

Na decisão, a Segunda Turma do STJ entendeu que o pagamento depende da fase de liquidação da sentença proferida contra os donos da casa noturna,  que ainda não ocorreu.

Em julho, a Justiça decidiu que os quatro acusados de serem responsáveis pelo incêndio serão julgados pelo Tribunal do Júri.

Os jurados vão decidir se Elissandro Callegaro Spohr, Mauro Londero Hoffmann, Marcelo de Jesus dos Santos e Luciano Augusto Bonilha Leão são culpados ou inocentes das acusações do Ministério Público Estadual (MPE-RS). Spor e Hoffmann eram sócios da boate, enquanto Santos e Leão integravam a banda que se apresentava na casa noturna na noite do incêndio.

Os quatro são acusados de homicídio duplamente qualificado, consumado contra as 242 vítimas, e tentado contra mais 636 pessoas que estavam na boate.

Agência Brasil

Saúde

Campanha do Tracoma já percorreu cinco municípios e chega a Natal

Depois de percorrer as escolas e domicílios em Goianinha, Espírito Santo, Canguaretama, Lagoa de Pedra e Brejinho, a Campanha do Tracoma chega a Natal. A campanha nacional é para prevenir a doença ocular crônica, recidivante e endêmica, que pode causar perda da visão e a Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap) está identificando e tratando os casos. As crianças de até 10 anos são as mais suscetíveis à reinfecção.

Nesta quinta-feira (9) será a vez da equipe examinar as crianças da Escola Municipal Celestino Pimentel (Rua Pernambuco, s/n, Cidade da Esperança), no horário das 9h às 17h. A meta da Sesap é examinar 45.514 escolares em 20 municípios do Estado. São duas equipes de 4 examinadores, que estão, desde o dia 12 deste mês, visitando as escolas com o apoio técnico e logístico das Unidades Regionais de Saúde. Os exames vão acontecer até o dia 25 de novembro. Em Natal já foram examinadas cerca de 3 mil crianças e amanhã os técnicos esperam realizar o exame em 710.

O tracoma exige um exame essencialmente clínico, feito por meio de um exame ocular externo. Em caso do exame ser positivo, a equipe se desloca até a residência da criança, a fim de examinar toda a família e ministrar o medicamento. Após 6 meses, o exame precisa ser refeito.

No RN, a campanha é coordenada pela Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica (SUVIGE), vinculada à Coordenação de Promoção à Saúde.

 O diagnóstico do tracoma é essencialmente clínico, feito por meio de um exame ocular externo, realizado por profissional certificado pelo Ministério da Saúde. Depois de Natal será a vez de Touros, Tangará, São José de Mipibu, Santa Maria, Macaíba, Cerro Corá, Bodó, Caraúbas, Assu, Rio do Fogo, Ceará Mirim, São Paulo do Potengi e Baía Formosa.

Polícia

Ex-prefeito é morto e vice-governador é baleado em atentado durante carreta em GO

MOMENTO EM QUE O ATIRADOR ATINGIU O CABO DA PM VANILSON JOÃO PEREIRA (CAÍDO) DURANTE O ATENTADO EM ITUMBIARA, NO SUL DE GOIÁS (FOTO: REPRODUÇÃO/TV ANHANGUERA)

MOMENTO EM QUE O ATIRADOR ATINGIU O CABO DA PM VANILSON JOÃO PEREIRA (CAÍDO) DURANTE O ATENTADO EM ITUMBIARA, NO SUL DE GOIÁS (FOTO: REPRODUÇÃO/TV ANHANGUERA)

O vice-governador de Goiás, José Eliton (PSDB), de 44 anos, foi baleado, na região do abdômen, durante uma carreata nesta quarta-feira (28), em Itumbiara, região sul de Goiás. Um atirador atingiu quatro pessoas e foi morto por seguranças do governo. Morreram no atentado o candidato à prefeitura de Itumbiara José Gomes da Rocha (PTB), de 58 anos, conhecido como Zé Gomes, e o cabo da PM Vanilson João Pereira, de 36 anos.

José Eliton, que também é secretário de Segurança Pública do estado, está como governador em exercício, já que o governador Marconi Perillo (PSDB) viajou no último dia 19 deste mês para uma missão comercial nos Estados Unidos.

Segundo o delegado regional de Itumbiara, Ricardo Chueire, o atirador foi identificado como Gilberto Ferreira do Amaral, de 53 anos, funcionário da prefeitura. Imagens mostram o tumulto e barulho de tiros no momento do atentado.

Conforme a assessoria de imprensa do Governo de Goiás, o atirador parou na frente do veículo onde Eliton e José Gomes estavam e efetuou vários disparos. O quarto atingido foi o advogado da Prefeitura de Itumbiara, Célio Rezende, de 62 anos, que também participava da carreata.

Eliton foi socorrido e levado para o Hospital Municipal Modesto de Carvalho, em Itumbiara. Uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) aérea de Goiânia transportou o vice-governador e o advogado Célio Rezende para a capital.

Ao chegar ao Aeroporto Santa Genoveva, por volta de 22h, eles foram encaminhados em uma ambulância do Corpo de Bombeiros para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), onde devem permanecer internados.

A Assessoria da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás informou, às 20h51, que o estado de saúde do vice-governador era estável e ele não corria risco de morte.

“José Eliton está sedado e em procedimento de transferência, em UTI aérea, para Goiânia. O governador em exercício foi atendido de imediato pela equipe médica do Hospital Municipal de Itumbiara, onde passou por cirurgia. O advogado Célio Rezende também está em procedimento de transferência para o Hugol, em Goiânia, na mesma UTI área em que será transportado o governador em exercício”, disse o comunicado.

Ainda de acordo com a assessoria, o retorno de Marconi Perillo a Goiás estava previsto para a próxima sexta-feira (30). No entanto, devido ao atentado, ele antecipou a volta e deve chegar a Goiânia na quinta-feira (29), por volta das 11h. Em seguida, concede uma entrevista coletiva sobre o caso.

Enquanto Perillo não retorna a Goiás, o presidente da Assembleia Legistaltiva, Hélio de Sousa (PSDB), é o governador em exercício.

 GILBERTO FERREIRA DO AMARAL FOI IDENTIFICADO COMO ATIRADOR, EM ITUMBIARA (FOTO: REPRODUÇÃO/POLÍCIA CIVIL)


GILBERTO FERREIRA DO AMARAL FOI IDENTIFICADO COMO ATIRADOR, EM ITUMBIARA (FOTO: REPRODUÇÃO/POLÍCIA CIVIL)

O ataque
O deputado federal Jovair Arantes (PTB) também estava no veículo que foi alvo do ataque. Ele contou que o atirador estava sozinho em um carro que seguia na pista contrária à do comboio.

“Todo mundo achou que vinha pegar na mão, mostra um papel para o Zé [José Gomes]. De repente, ele sacou a pistola e começou a atirar a esmo. Graças a Deus que um segurança da responsabilidade da vice-governadoria estava presente e matou o cara”, afirmou.

A Executiva do PSDB Goiás divulgou nota lamentando o atentado. “José Gomes da Rocha liderava as pesquisas entre os candidatos a prefeito de Itumbiara. Foi um homem honrado, trabalhador e muito querido, sobretudo pela população. A Executiva presta sua homenagem ao segurança Vanilson, também vítima fatal do atirador. Muito triste haver pessoas capazes de atos de tamanha violência e covardia”.

Nota do TSE
Responsável pela condução das eleições municipais deste ano, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, informou, por meio de sua assessoria, que repudia o atentado que matou o candidato à Prefeitura de Itumbiara.

A assessoria do TSE ressaltou que, no início do mês, Gilmar solicitou ao ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, que a Polícia Federal investigue todos os casos de assassinatos de candidatos a prefeito, a vice-prefeito e a vereador.

Autoridades e políticos também divulgaram notas de repúdio ao atentado ocorrido em Itumbiara, no sul goiano. Nos comunicados, eles lamentam o ocorrido e enviam mensagens de consolo às famílias das vítimas.

G1 GO