Últimas do FM

Internacional

Michelle Obama rouba a cena em convenção Democrata

 MICHELLE OBAMA: "NUNCA DEIXE NINGUÉM DIZER QUE ESTE PAÍS NÃO É GRANDE, QUE DE ALGUM MODO PRECISAMOS TORNÁ-LO GRANDE NOVAMENTE".(FOTO: MARK KAUZLARICH / REUTERS)


MICHELLE OBAMA: “NUNCA DEIXE NINGUÉM DIZER QUE ESTE PAÍS NÃO É GRANDE, QUE DE ALGUM MODO PRECISAMOS TORNÁ-LO GRANDE NOVAMENTE”.(FOTO: MARK KAUZLARICH / REUTERS)

Democratas divididos sobre o futuro do partido concordaram em ao menos uma coisa na noite de segunda-feira durante a convenção nacional na Filadélfia: Michelle Obama foi a estrela.

A primeira-dama discursou em apoio à ex-primeira-dama e candidata à Presidência, Hillary Clinton, e descreveu os Estados Unidos como “o melhor país da Terra”, confrontando o slogan do republicano Donald Trump de “vamos tornar os Estados Unidos grandes de novo”, e colocando a multidão de pé.

“Eu acordo todas as manhãs em uma casa que foi construída por escravos, e olho minhas filhas, duas lindas, inteligentes, jovens negras, brincando com os cachorros no jardim da Casa Branca”, disse Michelle Obama.

O marido de Michelle, o presidente Barack Obama, recebe há anos elogios por suas habilidades de oratória. Mas na noite de segunda-feira, os maiores elogios tiveram a primeira-dama como destinatária.

“Nunca deixe ninguém dizer que este país não é grande, que de algum modo precisamos torná-lo grande novamente, porque atualmente este é o maior país da Terra”, disse.

O discurso gerou grandes aplausos entre delegados no Wells Fargo Center, onde mais cedo houve vaias pela derrota de Bernie Sanders nas primárias partidária para Hillary Clinton.

Garry Mauro, chefe da delegação de Hillary no Texas, disse que o discurso de Michelle Obama foi “admiravelmente bom”.

Diversos usuários nas redes sociais elogiaram o discurso, enquanto outros destacaram o tom positivo usado em um ano eleitoral marcado por farpas.

“A sra. Obama desconstruiu a campanha inteira de Trump sem usar uma única palavra pejorativa”, disse o usuário do Twitter @weddady em publicação após o discurso.

Exame


Economia

Banco Central espera inflação de 6,75%, mas não deve cortar juros

NA SEMANA PASSADA, O BC MANTEVE A SELIC EM 14,25 POR CENTO AO ANO, PATAMAR QUE SEGUE DESDE JULHO DE 2015

NA SEMANA PASSADA, O BC MANTEVE A SELIC EM 14,25 POR CENTO AO ANO, PATAMAR QUE SEGUE DESDE JULHO DE 2015. (FOTO: UESLEI MARCELINO)

O Banco Central vê a inflação fora da meta em 2016 e, para o próximo ano, no centro do objetivo dentro do cenário que considera a manutenção da taxa básica de juros em 14,25 por cento, segundo ata do Comitê de Política Monetária (Copom) divulgada nesta terça-feira.

No documento, no qual reiterou não haver espaço para reduzir a Selic, o BC informou que a projeção para 2016 tanto pelo cenário de referência quanto pelo de mercado é de inflação em torno de 6,75 por cento –acima da meta de 4,5 por cento pelo IPCA, com margem de dois pontos percentuais.

 “Para 2017, a desinflação até a meta ocorre sob as hipóteses do cenário de referência. Entretanto, no cenário de mercado, a desinflação ocorre em velocidade aquém da perseguida pelo Comitê”, apontou a autoridade monetária.

Na semana passada, o BC manteve a Selic em 14,25 por cento ao ano, patamar que segue desde julho de 2015, na primeira reunião do Copom sob o comando de Ilan Goldfaj.

Exame


Economia

Grupo chinês instalará fábrica de placas solares no RN

O Rio Grande do Norte contará ainda este ano com uma das primeiras indústrias do Brasil especializada na fabricação de placas solares fotovoltaica. Na manhã desta segunda-feira (25), o Vice-Governador Fábio Dantas recebeu representantes da empresa Bras Solar para intermediar a concessão de incentivos fiscais e de infraestrutura para viabilizar a instalação, no município de São José de Mipibu. A previsão é que a fábrica comece a operar em 2017.

Na audiência, o sócio-gerente da Bras Solar, RongHou Liu, apresentou os pleitos para a instalação da indústria, entre eles a isenção de ICMS pelo Governo do Estado. Fábio Dantas destacou que o Rio Grande do Norte está aberto para contribuir com a instalação do grupo chinês no RN. “A instalação da Bras Solar vai representar mais desenvolvimento, emprego e renda para o Rio Grande do Norte. A previsão é que a fábrica gere 150 empregos diretos e 200 indiretos e tenha um faturamento inicial de R$ 200 milhões por ano. O grupo trabalha com uma tecnologia de ponta no segmento e que vai agregar mais conhecimento para o setor no nosso Estado”, avaliou Dantas.

O Vice-Governador destacou ainda a possibilidade de beneficiar a indústria através do Proadi, bem como intermediará a instalação da fábrica em São José de Mipibu, na Grande Natal.

“Nosso potencial é chegar a um faturamento de R$600 milhões por ano quando atingirmos o auge da produção. Pretendemos também criar projetos de responsabilidade social para contribuir com o desenvolvimento humano, além de abrir uma escola para capacitar mão-de-obra especializada na produção das placas solares”, destacou  RongHou Liu.

Internacional

EI reivindica atentado que matou padre em missa na França

PADRE JACQUES HAMEL, DE 84 ANOS, FOI DEGOLADO APÓS DOIS HOMENS ARMADOS COM FACA INVADIREM A PARÓQUIA EM SAINT-ETIENNE-DU-ROUVRAY,NESTA TERÇA-FEIRA (26) (FOTO: AFP)

PADRE JACQUES HAMEL, DE 84 ANOS, FOI DEGOLADO APÓS DOIS HOMENS ARMADOS COM FACA INVADIREM A PARÓQUIA EM SAINT-ETIENNE-DU-ROUVRAY,NESTA TERÇA-FEIRA (26) (FOTO: AFP)

Dois homens armados com facas fizeram reféns um padre, duas freiras e dois fiéis em uma igreja de Saint-Etienne-du-Rouvray, na região da Normandia, no norte da França, na manhã desta terça-feira (26). O padre de 84 anos foi morto. Outros três reféns ficaram feridos – um em estado grave.

O Estado Islâmico reivindicou a autoria do atentado, que terminou após a polícia matar os dois terroristas. “Eles responderam aos chamados para atacar os países da coalizão internacional [luta contra o EI no Iraque e na Síria]”,  segundo a Amaq.

Poucos minutos antes, o presidente francês, François Hollande, já tinha declarado que os criminosos disseram pertencer ao grupo terrorista. Hollande, que foi até o local do crime,  qualificou o ato como “um ignóbil atentado”.

De acordo com o jornal francês “Le Figaro”, os dois homens armados entraram na igreja durante uma missa. Fontes policiais informaram que pelo menos um deles usava barba e espécie de gorro de lã utilizado por muçulmanos.

Agentes do corpo de elite da Brigada de Investigação e Intervenção (BRI) da polícia local cercaram o imóvel e tentaram negociar com a dupla. O cerco só acabou após 40 minutos quando agentes de segurança mataram os  criminosos. Jacques Hamel, que foi degolado, trabalhava nessa igreja há cerca de 20 anos.

Uma pessoa foi presa após o atentado, de acordo com a Associated Press.

G1 SP