Últimas do FM

Eleições 2018

WhatsApp faz mais de 100 mil banimentos no país

SEGUNDO REPORTAGEM DA FOLHA DE S.PAULO, QUATRO AGÊNCIAS TERIAM SIDO CONTRATADAS POR APOIADORES DE BOLSONARO PARA SUPOSTAMENTE DISPARAR PACOTES DE MENSAGEM CONTRA O PT.

Campanha no celular vira protagonista das últimas disputas nos tribunais eleitorais. WhatsApp baniu mais de 100 mil números no país, entre eles, o do filho do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), Flavio. Tribunal Superior Eleitoral e Procuradoria Geral da República apuram atuação eleitoral de empresas.

Entre apoiadores, replicar grupos de WhatsApp é arma de Bolsonaro. Ecossistema observado pela Folha durante um mês e meio revela como funcionam a coordenação de grupos e o conteúdo compartilhado para eleitores.

Grupos pró-Haddad proliferam, adicionando pessoas que dizem que não solicitaram inclusão nos grupos. PT diz desconfiar de armadilha de oponente.

Folhapress

Variedades

“Mercado das Pulgas de Natal” acontece neste sábado, na Praça Cívica

EXPOSIÇÃO DE CARROS ANTIGOS É UM DOS ATRATIVOS DO ‘MERCADO DAS PULGAS DE NATAL’

O “Mercado das Pulgas de Natal” está de volta a partir deste mês, com programação imperdível para toda família. O evento, que foi sucesso no ano passado no Arena das Dunas, está em novo espaço, agora é a vez da Praça Cívica, em Petrópolis, receber o projeto, neste sábado (20), das 15h às 21h, com entrada gratuita. Um convite para toda família.

Na programação, para o primeiro encontro, teremos a partir das 16h, Tarde Fit, com atividades para praticar coordenação, equilíbrio, força, flexibilidade, capacidade cardiorrespiratória e percepção. Tudo isso, em forma de exercício. Já às 17h, a Cia Era Uma Vez leva o Show do Mickey e Amigos para animar a criançada. E, a partir das 19h, a Banda Café homenageia os Beatles, com repertório voltado à banda.

O espaço disponibiliza também de praça de alimentação para o visitante tomar café e lanchar. Além disso, os expositores estarão cheios de histórias para contar, e você pode adquirir peças que só encontrarão no Mercado das Pulgas, através da feira de antiguidades e artesanato.

Exposição de carros, área para prática, parquinho e aluguel de patins fazem parte da feira e, quem quiser, pode levar bicicleta para o Mercado. Para o próximo sábado, o Sesc estará como parceiro neste primeiro evento, levando a BlibioSesc -biblioteca volante com cerca de três mil obras.

Para a sua concretização, o Mercado das Pulgas de Natal conta com o patrocínio da Prefeitura do Natal, através da Lei Djalma Maranhão, da Unimed Natal, Uniodonto Rio Grande do Norte, Espacial Auto Peças. Apoio: InterTv; e realização da Natal Cultural.

NATAL

 O “Mercado das Pulgas de Natal” é uma feira de antiguidades pra pensar no consumo consciente, apreciação de artistas locais, praticar e fazer uso do desapego, além de permitir o visitante ‘levar uma história pra casa’.

Foi pra isso que os organizadores pensaram em reunir brechós, vinis, antiquário, colecionáveis, sebo, artes plásticas, artesanato, barbearia, e outras novidades num só lugar.

Política

VÍDEO: Esposa de Carlos Eduardo, Andrea Ramalho faz gravação dando “esculacho” em Fátima Bezerra pelas ‘agressões’ no debate

Esposa do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves, que disputa o governo do Estado pelo PDT, a ex-primeira-dama de Natal, Andrea Ramalho, após o debate da última quinta-feira, na Band Natal, gravou um vídeo no qual dar um verdadeiro ‘esculacho’ na senadora Fátima Bezerra, que disputa o governo do Estado pelo PT.

“Estou engasgada com esse debate de ontem. As pessoas se sentiram atacadas, desrespeitadas. A candidata do lado de lá parece que está vivendo o ‘incrível mundo de Bobby”, disse em alusão ao personagem da série televisiva que tem como personagem um garoto de quatro anos que tem imaginação fértil.

E continuou:

– Fátima Bezerra, acorde minha filha, Bolsonaro já é o presidente do Brasil e o estado do Rio Grande do Norte precisa de um governador alinhado com o presidente para fazer as mudanças que o nosso Estado precisa, bradou a ex-primeira-dama na gravação.

Mais adiante, Andrea enfatiza:

“O nosso estado não quer virar uma Venezuela não, com o governo do PT. O nosso estado quer ser próspero, o nosso estado quer desenvolvimento, é o nosso povo vai lhe mostrar isso nas urnas”.

Em seguida, a esposa do candidato pedetista dar um novo “esculacho” na petista:

– E mais juma coisa, atacando Carlos Eduardo o tempo todo… Chamando ele de mentiroso… Quem muito usa, disso cuida, todos nós sabemos quem são os mentirosos nessa história, e a verdade sempre aparece e vai aparecer nas urnas do dia 28 de outubro.  

Andrea Ramalho prossegue, convocando os eleitores para dar a resposta que “a candidata do PT está precisando, para aquelas agressões que ela fez ontem naquele debate”.

ANDREA RAMALHO DAR O MAIOR ‘CARÃO’ EM FÁTIMA BEZERRA

Eleições 2018

TSE abre ação para investigar suspeita contra campanha de Bolsonaro

TSE CONCEDEU PRAZO PARA QUE A CAMPANHA DE BOLSONARO POSSA APRESENTAR DEFESA PRÉVIA

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Jorge Mussi abriu hoje (19) ação para investigar suspeitas de uso de sistemas de envio de mensagens em massa na plataforma WhatsApp custeados por empresas de apoiadores do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL). O pedido foi feito pela campanha do candidato Fernando Haddad (PT).

Mussi rejeitou, no entanto, pedido de diligências como quebra de sigilo bancário, telefônico e de prisão dos supostos envolvidos, por entender que as justificativas estão baseadas em notícias de jornal e não podem ser decididas liminarmente.

Ontem (18), o jornal Folha de S. Paulo publicou reportagem segundo a qual empresas de marketing digital custeadas por empresários estariam disseminando conteúdo em milhares de grupos do aplicativo.

“Observo que toda a argumentação desenvolvida pela autora está lastreada em matérias jornalísticas, cujos elementos não ostentam aptidão para, em princípio, nesta fase processual de cognição sumária, demonstrar a plausibilidade da tese em que se fundam os pedidos e o perigo de se dar o eventual provimento em momento próprio, no exame aprofundado que a regular instrução assegurará”, decidiu o ministro.

Entre as diligências negadas estão a realização de busca e apreensão de documentos na sede da rede varejista Havan e na casa do dono da empresa e apoiador de Bolsonaro, Luciano Hang, além de determinação da prisão dele, caso fosse rejeitado acesso à documentação. O PT também queria que fosse determinado ao WhatsApp que apresentasse, em 24 horas, um plano contra o disparo de mensagens ofensivas em massa contra Haddad.

Apesar de negar as diligências, Jorge Mussi concedeu prazo para que a campanha de Bolsonaro possa apresentar defesa prévia. Com a decisão, os fatos serão investigados no decorrer normal do processo eleitoral no TSE.

Agência Brasil