Últimas do FM

Cidades

Fecomércio RN sedia debate sobre regularização de serviços da rede Banco24 Horas

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN sediou na tarde desta sexta-feira, 15, a reunião da Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Municipal do Natal, presidida pelo vereador Kléber Fernandes (PDT), na qual a entidade possui assento de representação. O objetivo do encontro foi debater a qualidade dos serviços prestados pela empresa TecBan, que administra a rede Banco24Horas.

“Nosso objetivo é saber o que está acontecendo e como podemos ajudar para que o serviço prestado ao consumidor seja melhorado, já que ultimamente temos percebido que muitos caixas eletrônicos da rede Banco24Horas estão quebrados ou desabastecidos. A população tem sido prejudicada e vem enfrentado muitos transtornos”, afirmou o vereador Kléber Fernandes, destacando ainda que a desativação dos caixas eletrônicos próprios dos bancos é um problema a mais.

O representante do Banco do Brasil, Luís Gustavo Monteiro, explicou que a falta de segurança e a inviabilidade econômica ocasionaram a diminuição do número de caixas eletrônicos. “Das 68 agências de rua do Banco do Brasil no estado, 27 foram explodidas. Por causa da segurança foi necessária a diminuição do horário de atendimento e também do número de terminais. Além disso, para que seja viável para o banco manter um terminal de autoatendimento funcionando, ele precisa ter um número de 7 mil transações por mês. Desativamos terminais que registravam apenas 500 transações. Então este é um processo que não tem volta”, concluiu.

O problema da segurança também foi a justificativa do representante da Caixa Econômica Federal, José Ricardo Gama. “Principalmente nas cidades do interior. Muitas agências foram explodidas”. O promotor de Defesa do Consumidor, Leonardo Cartaxo, alertou que “o serviço bancário é essencial, já que é por meio dele que a população tem acesso à moeda corrente. Estamos atentos, e se necessário iremos tomar as medidas cabíveis para que o serviço seja restabelecido”.

O gerente de negociação da TecBan, Carlos Vaini, disse que houve um problema entre a empresa e a parceira que era responsável pela guarda de valores, o que causou um desabastecimento em diversos caixas, mas explicou que as duas empresas já estão em negociação para regularização do contrato. “Este está sendo um problema transitório. Dos 162 caixas eletrônicos da rede Banco24Horas instalados em Natal, até ontem, tínhamos 123 funcionando, e os demais em processo de reabastecimento. Mas eu garanto que até a próxima segunda-feira todos os caixas vão estar abastecidos e funcionando”.

Questionado sobre a informação de redução do número de terminais, Vaini foi bem claro: “Não há previsão de redução do número de terminais. Pelo contrário. Estamos fazendo estudos de mercado para reativação de alguns terminais como também a instalação de novos.

Participaram também da reunião representantes de entidades do comércio, segurança e de defesa do consumidor, como Prosegur, Procon Natal, Sincofarn, Sindivarejo RN, CDL Natal, Sindipostos e Assurn.

Cidades

TCE apresenta IEGM e mostra piora na efetividade das políticas públicas dos municípios do RN

Foto: Jorge Filho

O Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) apresentou nesta sexta-feira (15) os resultados relativos a 2016 do Índice de Efetividade de Gestão Municipal (IEGM), que mede a  correspondência entre as ações dos governos e as exigências da sociedade. Os índices dos municípios potiguares pioraram em relação ao ano anterior e estão abaixo da média nacional.

O IEGM 2016 foi apresentado durante evento realizado no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil – seccional RN. Estiveram presentes o presidente do TCE, conselheiro Gilberto Jales, o diretor da Escola de Contas Severino Lopes de Oliveira, conselheiro Paulo Roberto Chaves Alves, o presidente da OAB/RN, Paulo Coutinho, o presidente da Federação dos Municípios do RN, Benes Leocádio, entre outras autoridades.

De acordo com os dados apresentados pelo presidente do TCE, conselheiro Gilberto Jales, a média dos municípios do RN recuou de 0,51 para 0,49, numa escala de 0 a 1. O IEGM mede resultados em 7 áreas: Educação, Saúde, Gestão fiscal, Meio Ambiente, Governança em tecnologia da Informação, Cidades Protegidas e Planejamento. Houve, em média, melhora em 3 itens: Meio Ambiente, Tecnologia da Informação e Cidades Protegidas. No restante, os índices caíram. “Os números não são animadores, mas são desafiadores. O índice é importante para medir a efetividade das políticas porque, por vezes, o município está até cumprindo o seu papel de investir na política pública, mas isso não chega na ponta, no serviço ao cidadão, que é o mais importante”, apontou o presidente Gilberto Jales.

No total, apenas 8 municípios conquistaram o índice “B”, que significa a existência de uma gestão efetiva. Foram eles: Riacho da Cruz, Bodó, Macaíba, Lucrécia, Martins, Portalegre, Rio do Fogo e Taboleiro Grande. O número é inferior ao do ano passado, quando 15 municípios conquistaram o índice “B”. Além disso, 80 municípios conquistaram o índice C+, que aponta uma gestão “em fase de adequação”, e 87 ficaram com o índice C, o mais baixo, que significa “baixo índice de adequação”. Há cinco faixas de classificação no IEGM: A, B+, B, C+ e C. Nenhum município potiguar conquistou o índice A. O Rio Grande do Norte também ficou levemente abaixo da média nacional – que foi de 0,53 contra 0,49 dos municípios do Estado.

Apesar da queda nos principais níveis, os municípios do Rio Grande do Norte conquistaram, em média, resultados mais satisfatórios nas áreas de saúde e fiscal, com notas 0,64 e 0,66, respectivamente, atingindo o índice B nas duas áreas.

Entre os objetivos do IEGM, estão a disponibilização de uma ferramenta para que prefeitos e vereadores possam avaliar a execução das políticas públicas; o estímulo ao controle social, com o incremento da participação da população a partir da publicidade dos índices; e a modernização do processo de controle externo. “O Tribunal de Contas sai da sua alçada tradicional, de julgamento e fiscalização para participar da construção da cidadania”, enfatizou o conselheiro Paulo Roberto Chaves Alves.

Política

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi “ótimo” para ganhar votos

O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) como ministro da Secretaria de Governo. Temer disse que o adiamento da votação para fevereiro de 2018 foi “ótimo” e que o governo ganhou tempo para garantir mais votos.

“Vai ficar para fevereiro? Ótimo. Porque estamos contando votos. No mês de janeiro, os parlamentares vão para suas bases e verão que não há oposição feroz à reforma da Previdência”, disse Temer.

O presidente deu posse ao novo ministro depois de receber alta do Hospital Sírio-Libanês, onde passou por uma pequena cirurgia urológica. Como tem sido hábito em solenidades nas últimas semanas, Temer utilizou a cerimônia para defender a reforma da Previdência.

Após mencionar as oscilações do mercado quando há dúvidas sobre a aprovação da reforma, Temer se mostrou confiante no sucesso do governo. “Nós vamos aprovar a [reforma da] Previdência no Congresso Nacional. Não tenho a menor dúvida disso”, afirmou.

Temer aproveitou para pedir ao novo ministro todos os esforços em prol da reforma. “Eu peço a você, viu Marun, que na sua atuação na articulação política, dedique-se dia e noite, 18 horas por dia, se possível 20 horas, à reforma da Previdência. Você tem energia para isso, energia física, comunicativa, intelectual”.

Imbassahy

Marun substitui na pasta o também deputado federal Antônio Imbassahy, que se despediu do cargo defendendo o papel do PSDB no governo Temer após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Segundo ele, o partido não contrariou a sua história e assumiu o compromisso com a agenda de reformas, que “vem sendo cumprida rigorosamente”. Em discurso no evento, o tucano elogiou o trabalho do Congresso Nacional, ao aprovar projetos enviados pelo governo.

Antes de elogiar a “experiência e a qualidade” de Carlos Marun para assumir o cargo, o agora ex-ministro mencionou as dificuldades do trabalho na Secretaria de Governo.

“Trabalhei com foco em manter a estabilidade política, crucial para manter o avanço do país. A articulação política é uma tarefa difícil por natureza, mas a dificuldade se acentua em um período pós-impeachment, de recessão profunda, de gravíssimas restrições fiscais e grande fragmentação partidária”, afirmou.

Polícia

Polícia Civil prende 23 pessoas suspeitas de integrarem facção criminosa e por envolvimento com tráfico de drogas em Santa Cruz, Caicó e Tangará

A Polícia Civil com apoio da Polícia Militar deflagrou, nesta sexta-feira (15), a Operação Morro do Aranha nas cidades de Santa Cruz, Caicó e Tangará. A Operação teve como objetivo combater o tráfico de drogas na região. Foram cumpridos 17 mandados de prisão contra investigados suspeitos de integrarem facção criminosa e por envolvimento direto com tráfico de drogas. Também foram realizadas 06 autuações em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e posse de arma de fogo. A equipe policial contou com a força de 200 policiais.

A Operação Morro do Aranha foi desencadeada pela Operação Gladiador que ocorreu no dia 03 de agosto a qual foram presos dois homens pelos crimes de tráfico de drogas, associação criminosa e posse ilegal de arma de fogo.

Foram presos na Operação: Denis de Lima Santos, 27 anos, vulgo “Denis”; Diogo de Souto Lira de Medeiros, 23 anos, vulgo “Curinga”; Raimundo Juriel da Silva Gurgel, 32 anos, vulgo “Turiel”; Flávia Kateúcia da Silva Ferreira, 35 anos; Wanderson Rafael Januário, 27 anos, vulgo “Bigodinho”; José Lenildo de Oliveira Nunes, 30 anos, vulgo “China”; Igor Rafael Olinto, 29 anos, vulgo “Igo Oião”; Alex Patrício da Silvas, 21 anos; Maria Jaqueline dos Santos, 40 anos, vulgo “Jack” ou “Dheke”; Irla Tainara de Souza Silva, 22 anos, vulgo “Thaynara”; José Carlos da Silva , 34 anos, vulgo “Zé Jerimum” ou “Galego do Cabaré”; Leandro Moreira de Souza, 29 anos, vulgo “Ueque”; José Robson Januário, 28 anos, vulgo “Robinho”; José Alysson Gomes Sampaio, 33 anos, vulgo “Alin”; Maria Francinária Nascimento da Silva, 31 anos, vulgo “Nara”; Jackson Antônio Abreu da Silva, 27 anos, vulgo “Jack” ou “Dhek RN”; Everton Carlos de Araújo Lima, 30 anos, vulgo “Evinho” ou “Coroa Boy”; Monaliza Mikaela dos Santos, 21 anos, vulgo “Mika”; Feluce Cardoso da Silva; Vítor Rocha da Costa, 22 anos; Randley Soares Costa, 23 anos; João Paulo Pinho Rodrigues; Jonas Rodrigues da Silva.

Os presos foram conduzidos ao Sistema Prisional onde aguardarão a decisão da Justiça. Os demais investigados estão sendo procurados.

Vídeo com imagens da Operação: