Últimas do FM

Tecnologia

Natal se prepara para receber a Campus Party no próximo ano

O diretor-geral da Campus Party Brasil, Antonio Novaes, apresentou na manhã desta sexta-feira, 20, dentro do Seminário de Sensibilização e Mobilização para a realização da Campus Party Natal 2018, promovido pela Prefeitura do Natal no auditório do Sebrae, todo o projeto do evento que a capital potiguar vai acolher entre os dias 11 e 15 de abril de 2018.

O seminário reuniu representantes de instituições governamentais, da iniciativa privada e da área do ensino. O objetivo foi chamar a atenção da sociedade potiguar para a importância da realização da Campus Party, dentro do trabalho de “inserir tanto Natal quanto o Rio Grande do Norte no mapa das Cidades Inteligentes do Brasil e do Mundo”, com Antonio Novaes.

A Campus Party é a maior experiência tecnológica do mundo, que une jovens e adultos dos mais diversos perfis em torno de um festival de Inovação, Criatividade, Ciências, Empreendedorismo e Universo Digital. Em 2018, durante os 5 dias de duração do evento, Natal deverá receber cerca de 4.000 participantes (“campuseiros”) na Arena Campus que será montada no Centro de Convenções. A programação inclui palestras, debates, oficinas, desafios e hackthons (desenvolvedores procurando produção tecnológica).

De acordo com Antonio Novaes, a Campus Party tem deixado diversos legados por onde foi realizada. Em Natal a ideia para o evento é fazer um dos maiores desafios de foguetes, aproveitando o Centro de Lançamento da Barreira do Inferno, e trazer pessoas de fora do Brasil para participar desse Encontro dos Foguetes.

Ele argumenta sobre a necessidade de trabalhar também “o tema dos smart city (cidades inteligentes), trazendo as prefeituras do estado para participar e que se tenha, com isso, um legado bem interessante para deixar aqui, seja ele para as instituições púbicas seja ele para os jovens talentos que são incluídos dentro desse universo de inovação, de tecnologia, porque a grande missão da Campus é inserir o jovem de baixa renda dentro desse ambiente de inovação”.

Além de Antonio Novas, o Seminário de Sensibilização e Mobilização para a realização da Campus Party Natal 2018 contou com a participação da gerente de vendas da entidade, Karine Rebouças, diretor de Operações do Sebrae-RN, Eduardo Viana, secretária adjunta de Planejamento, Joanna Guerra, e do professor da UFRN, Dino Lincoln.

Cultura

Abertas inscrição para seleção de artesãos e empreendedores para Praça da Árvore

Resultado de imagem para Praça da Árvore natal

O Diário Oficial do Município trouxe na última quinta-feira a publicação da chamada pública para habilitação e seleção voltada para artesãos e empreendedores que desejam expor e comercializar suas criações e produtos no Espaço Cultural Marilene Dantas, em Mirassol durante o período do Natal em Natal, que inicia com o acendimento da árvore de Natal (novembro) e vai até 6 de janeiro de 2018.

A chamada pública elaborada pela Prefeitura do Natal por meio das secretarias de Trabalho e Assistência Social (Semtas) e da Cultura (Secult), busca a melhor integração do artesanato potiguar, desde a produção até chegar ao setor do turismo, desenvolvendo a comercialização de produtos artesanais de alto valor agregado.

“A meta é sempre elevar os patamares de qualidade visual, cultural e mercadológica desses produtos, além de orientar a gestão, produção e comercialização dos produtos artesanais”, comenta o secretário de Cultural de Natal, Dácio Galvão. Nos endereços www.blogdafuncarte.com.br e www.natal.rn.gov.br é possível encontrar toda a documentação necessária, fichas, anexos e regulamento.

Podem participar pessoa física, maior de 18 (dezoito) anos, residentes e domiciliados no município do Natal e Região Metropolitana que tenham relação direta com o objeto e finalidade da Chamada Pública em tela, com atuação na área com a apresentação da Carteira Nacional de Artesanato e pessoa jurídica, Microempreendedor Individual, Empresa Individual devidamente inscrita na Junta Comercial do Estado e empreendimentos econômicos solidários contemplados pelo Projeto ECOSOL executado pela Prefeitura do Natal, sendo todos de natureza prioritariamente artístico-cultural.

As inscrições devem ser feitas pessoalmente na Biblioteca Esmeraldino Siqueira da Fundação Cultural Capitania das Artes (Funcarte) no período de 18 a 24 de outubro de 2017, em dias úteis, no horário de 9h às 13h, por meio de entrega de envelope com a documentação exigida no edital.

Educação

TV Câmara estreia programa de revisões para o Enem

Exibindo Fachada da CMN - Foto ELPÍDIO JÚNIOR (5).jpg

A partir desta semana, a TV Câmara exibirá um programa de revisão dos conteúdos preparatórios para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O programa vai ao ar sempre às sextas-feiras, a partir das 19h.

A ideia é dar dicas e revisar os principais conteúdos de todas as áreas. A TV Câmara pode ser sintonizada pelos canais 51.4 (TV Digital), 10 (Cabo Telecom) e ainda pelo Youtube .

Pela primeira vez, o Enem será realizado em dois domingos consecutivos: 5 e 12 de novembro. O primeiro domingo terá linguagens, ciências humanas e redação, com cinco horas e meia de prova; no segundo, matemática e ciências da natureza, com quatro horas e meia de exame.

Os portões de acesso aos locais de prova serão abertos às 12h e fechados às 13h, de acordo com o horário de Brasília (DF). A aplicação do exame começará às 13h30. No primeiro domingo, irá até 19h. E no segundo, até 18h.

Geral

Consulta popular apoia revogação de portaria sobre trabalho escravo

Já passa de mil o número de pessoas que apoiaram, pela internet, projeto de decreto legislativo que anula a portaria do Ministério do Trabalho, divulgada na semana passada, que estabelece novas regras para a caracterização de trabalho análogo ao escravo.

A portaria, que tem sido alvo de críticas nos últimos dias, altera os critérios de divulgação do cadastro de empresas que submetem trabalhadores à condição de trabalho análogo ao escravo, a chamada Lista Suja do Trabalho Escravo.

Até as 16h10 de hoje (20), 1189 internautas haviam votado favoravelmente ao projeto, e 674 contra, no site do Senado. De autoria de quatro senadores, o Projeto de Decreto Legislativo do Senado (PDS) 190/2017 foi apresentado na última quarta-feira (18) e desde então entrou em consulta pública no site da Casa.

Na Câmara, 20 projetos com o mesmo teor foram apresentados, sendo o último deles, pelo deputado Reginaldo Lopes (PT-MG), que justifica em seu pedido que a portaria dificulta “enormemente a punição de flagrantes e situações impróprias e desumanas de trabalho”.

O Projeto 190/2017 foi apresentado nesta quarta-feira (18), somando-se a duas proposições de caráter similar no Senado. Já na Câmara, 20 projetos com o mesmo teor foram apresentados, sendo o último deles pelo deputado Reginaldo Lopes (PT-MG), que justifica, em seu pedido, que a portaria dificulta “enormemente a punição de flagrantes e situações impróprias e desumanas de trabalho”.

Lista suja

A portaria do Ministério do Trabalho estabelece que, para fazer parte da Lista Suja do Trabalho Escravo, é preciso comprovar que os trabalhadores foram privados do direito de ir e vir, o que  não é obrigatório no Código Penal.

A norma também traz para o ministro do Trabalho a tarefa de divulgar a lista suja do trabalho escravo duas vezes por ano, ao passo que, antes, a responsabilidade era de corpo técnico do ministério, que podia atualizá-la a qualquer momento.

“Outro ponto preocupante, previsto na norma, é a eliminação da servidão por dívida, também prevista no Código Penal. A partir da publicação, a empresa só poderá ser autuada pelo crime quando houver uso de coação, cerceamento do uso de meios de transporte, isolamento geográfico, segurança armada para reter o trabalhador e confisco de documentos pessoais”, disse  Reginaldo Lopes, ao apresentar o projeto.

Nesta sexta-feira (20), o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) ajuizou ação popular na 22ª Vara Federal Cível da Justiça Federal contra a portaria, pedindo apoio do Ministério Público Federal e solicitando medida liminar antecipada até o julgamento do mérito da questão.