Natal

Paço da Pátria: moradores de áreas de risco reivindicam liberação de alugueis sociais

DICKSON JÚNIOR : “ESTIVE LÁ E PUDE VER DE PERTO A AMEAÇA QUE SOFREM E O DESESPERO COM A FALTA DE PERSPECTIVAS DAQUELAS PESSOAS QUE MORAM NO OCIDENTAL DE BAIXO”

Procurado por moradores do Paço Pátria que vivem em áreas com risco de desabamento, o vereador Dickson Júnior (PSDB) tem empreendido ações no sentido de buscar soluções para 24 famílias que vivem o problema de residir em área de risco há anos. Ele se reuniu com o secretário de Habitação Social, Regularização Fundiária e Projetos Estruturantes (SEHARPE), Carlson Gomes, nessa quarta-feira (10); visitou o local na manhã desta quinta-feira (11); e já está agendando audiência com a secretária municipal de Segurança Pública e Defesa Social (SEMDES), Sheila Freitas.
“A situação daquelas famílias é lamentável. Estive lá e pude ver de perto a ameaça que sofrem e o desespero com a falta de perspectivas daquelas pessoas que moram no Ocidental de Baixo. São casas à beira da linha do trem e as chuvas estão jogando areia e entulhos para dentro das moradias. A Defesa Social esteve lá há mais de um ano, foi constatada a situação e chegaram a cadastrar aquelas famílias para sair de lá para moradias construídas pela prefeitura. Mas a obra começou a ser feita na zona Norte – o Residencial Morar Bem – e pessoas invadiram. Ocorre que a construtora responsável quer terminar a obra, mas precisa de aditivo do Banco do Brasil”, explanou Dickson na Sessão Ordinária desta quinta.
Segundo o edil, a questão é que, mesmo com a retomada da obra, o problema não há perspectiva de solução a curto prazo. Diante disso, tentará uma nova vistoria que assegure através de laudo a necessidade de saída urgente dessas pessoas daquelas casas para locais seguros, o que se daria através da liberação de alugueis sociais. E, dentro dessa ótica, busca agendamento com a SEMDES, além de mobilização política junto aos demais vereadores para sensibilização da administração municipal, através do prefeito Álvaro Dias.

Deixe um Comentário