Polícia

Operação Polícia sem Fronteiras Fase 2 prende foragido da justiça no Maranhão

NILSINHO SERÁ ENCAMINHADO PARA O SISTEMA PRISIONAL DO RIO GRANDE DO NORTE, ONDE FICARÁ À DISPOSIÇÃO DA JUSTIÇA

Uma investigação da equipe de Policiais Civis da cidade de Marcelino Vieira, com o apoio do Núcleo de Inteligência da Polícia Civil do Rio Grande do Norte e da equipe de Policia Civil de Santa Luzia do Paruá estado do Maranhão, deflagrou a Operação Polícia sem Fronteiras Fase 2 e capturou o foragido da justiça Genilson Dantas de Medeiros, conhecido como “Nilsinho”, 36 anos, neste sábado (13), em Santa Luzia do Paruá, estado do Maranhão.

O nome da operação faz alusão ao trabalho conjunto das Policias Civis do Rio Grande do Norte e do Maranhão, evidenciando que o combate ao crime vai além dos limites territoriais de suas regiões. A fase 1 da Operação Polícia sem Fronteiras foi deflagrada em maio de 2016 em conjunto com a Polícia Civil do estado do Espírito Santo resultando na prisão do foragido da Justiça Francisco Acaciano do Nascimento, vulgo “Fateta”, na cidade de Viana, região metropolitana de Vitória, capital do Espírito Santo.

A polícia prendeu, na Operação Polícia Sem Fronteiras Fase 2, Genilson Dantas em cumprimento a um mandado de prisão preventiva o qual responde pelo crime de estupro de vulnerável. Na ocasião também foi cumprido um mandado de prisão civil por possuir em aberto o pagamento de pensão alimentícia no valor de R$ 23.734,01 (vinte e três mil, setecentos e trinta e quatro reais e um centavo).

O delegado Paulo Cesário da cidade de Marcelino Vieira relata que “era muito comum na região praticar crimes, ir embora da cidade e ter uma vida normal em outras localidades, no entanto, a Policia Civil não tem medido esforços em buscar parcerias e dar cumprimento aos mandados de prisões dessas pessoas”. Nilsinho será encaminhado para o sistema prisional do Rio Grande do Norte, onde ficará à disposição da justiça


Deixe um Comentário