Saúde

Obra do Centro de Reabilitação de Parnamirim passa por vistoria técnica

AS OBRAS DO CER ESTÃO EM FASE FINAL NO BAIRRO DE VIDA NOVA, EM PARNAMIRIM E O INVESTIMENTO É DE 3,7 MILHÕES.

O Centro Especializado em Reabilitação (CER), tipo 3, passou pela última vistoria técnica realizada por Antônia Célia Melo (Secretaria Estadual de Saúde) e Liorne Cristina Franzolin, arquiteta colaboradora técnica do Ministério da Saúde. A vistoria foi toda acompanhada pela secretária adjunta de Saúde Elizabete Carrasco e o coordenador Ubirani Tavares.

As obras do CER  estão em fase final no bairro de Vida Nova, em Parnamirim e o investimento é de 3,7 milhões. A previsão é de que a nova unidade possa ser entregue à comunidade em junho. E a expectativa é atender 800 pacientes por mês nas modalidades visual, auditiva e motora.

No CER deverão estar concentrados os serviços do Centro de Assistência ao Escolar (Case), Centro Municipal de Reabilitação (CMR) e Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). De acordo com Antônia Célia Melo o Estado já mantém oito unidades semelhantes e Parnamirim será a nona. “Parnamirim foi escolhida pela localização, pelo IDH que é alto e por deter de uma excelente estrutura”, justificou.

Para o prefeito Rosano Taveira, o Centro será uma referência . “É uma estrutura enorme que possibilitará atender os pacientes com problemas visual, auditivo e coordenação motora. Realmente, serviços que farão a diferença na vida desses pacientes”, disse.

Serão 35 profissionais, dez consultórios médicos e 12 salas terapêuticas. E, o Centro vai dispor ainda de 3 piscinas, sendo duas com aquecimento e uma fria para a realização de hidroterapia com os pacientes. A ala médica contará com serviço social, enfermagem e os consultórios. Já a ala terapêutica terá oftalmologia, doze salas multidisciplinares com terapia adulto e infantil, fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia, psicologia e nutrição.

O Centro contará inclusive com uma sala de otorrionolaringologia e um ginásio terapêutico com quatro boxes de atendimento. Os serviços oferecidos serão: Cinesioterapia, mecanoterapia corporais e eletroterapia.

A secretária adjunta Elizabete Carrasco explica que são quatro etapas a serem concluídas: a entrega da obra, aquisição do material, contratação da equipe e habilitação do serviço. “A expectativa é entregar o CER em junho, porque a licitação para aquisição de material já está em andamento”, concluiu.


A VISTORIA FOI TODA ACOMPANHADA PELA SECRETÁRIA ADJUNTA DE SAÚDE ELIZABETE CARRASCO E O COORDENADOR UBIRANI TAVARES.



Deixe um Comentário