Política

“O Estado está perdendo de 7 a 1 para os apenados”, diz Carlos Eduardo

 PREFEITO DE NATAL CRITICOU A GESTÃO DE ROBINSON FARIA E DISSE QUE GOVERNADOR QUER CULPAR ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL.(FOTO: RICARDO JUNIOR)


PREFEITO DE NATAL CRITICOU A GESTÃO DE ROBINSON FARIA E DISSE QUE GOVERNADOR QUER CULPAR ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL.(FOTO: RICARDO JUNIOR)

O prefeito da cidade do Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), respondeu às críticas feitas pelo governador Robinson Faria (PSD) na manhã desta segunda-feira (1) e disse que o Governo do Estado está levando de 7 a 1 dos apenados. O chefe do executivo municipal revelou ainda que não foi convidado para as reuniões que discutiram medidas de enfrentamento aos ataques que acontecem na capital e interior do Estado.

“Eu fui surpreendido com essas declarações, pois em nenhum momento o governador convidou a mim ou ao secretário de Defesa Social do Município para participar dessas reuniões. E, além de não ter sido convidado para o encontro, ainda fui atacado desta forma. Acredito que o Governo não está conseguindo resolver o problema e esteja querendo culpar a prefeitura por causa desses ataques”, destacou.

Ainda pela manhã, Robinson Faria lamentou a ausência do prefeito e disse que a constituição responsabiliza a União, Estados e Municípios na questão da Segurança Pública. Rebatendo as críticas do governador, Carlos Eduardo Alves revelou que a Guarda Municipal não tem a responsabilidade de repressão.

“A nossa missão se limita a defesa do patrimônio municipal. Nós auxiliamos a PM pontualmente em algumas prisões, mas isso não é nossa responsabilidade. Chegamos até a ajudar a polícia nas prisões de suspeitos neste fim de semana, mas nós tomamos o cuidado de não divulgar isso para não confundir as pessoas em relação ao que nosso dever”, pontuou.

Para o prefeito, o Governo já perdeu o controle do Estado. “Nossa cidade é pequena, mas mesmo assim o Estado conseguiu perder o controle e está levando uma goleada de 7 a 1 dos apenados”, dispara Alves.

Sobre a atuação da Guarda Municipal de Natal, o comandante responsável pela guarda, Michel Dantas, revelou que o trabalho está sendo realizado desde a última sexta-feira (29).

“Estamos com um efetivo de 10 viaturas na rua, estamos dando proteção às escolas municipais, aos postos de saúde, a estação de transferência e terminais de ônibus. Além disso, por mais que a segurança pública nas ruas seja dever do Estado, nós atuamos auxiliando a PM em prisões que ocorreram neste fim de semana”, declarou.

Nominuto



Deixe um Comentário