Ministério Público

Movimento de Combate à Corrupção elege promotor de Justiça para coordenador

O Movimento Articulado de Combate à Corrupção (Marcco/RN) elegeu um integrante do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) para coordenador. O promotor de Justiça Rafael Galvão terá a responsabilidade de coordenar o movimento no biênio 2019/2021.

O foco, de acordo com o novo coordenador, será manter o caminho exitoso trilhado pelo movimento, até então, no Estado. “Queremos fomentar a participação de mais instituições e da sociedade civil organizada. Vamos buscar as pautas que todas tem em comum, atendo às particularidades de cada instituição integrante, e ampliar esse trabalho, com transparência nas ações”, destacou o membro do MPRN, ressaltando que outro viés importante a ser tratado será também empenhar esforços em temas que sejam estratégicos para o Rio Grande do Norte, no combate à corrupção.

Rafael Galvão, promotor de Justiça no Ministério Público Potiguar desde 2010, contará com dois coordenadores adjuntos no Marcco/RN: o auditor federal da Controladoria Geral da União (CGU), Rodrigo Vieira Medeiros, e o advogado Carlos José Cavalcanti de Lima.

O Marcco é um movimento de articulação entre entidades públicas, privadas e pessoas físicas que firmaram um termo de compromisso de cooperação em dezembro de 2007. A principal missão é promover o debate contínuo, democrático e propositivo sobre a corrupção, seus efeitos e mecanismos de controle. Colaborar para que essas instituições e entidades trabalhem de forma colaborativa para gerar uma política pública de prevenção à corrupção em todo o Estado e em cada um dos Municípios é outro objetivo do movimento.

Além do MPRN, integram o Marcco/RN as seguintes instituições públicas e privadas: Associação de Magistrados do RN; Associação do Ministério Público do RN; Associação Nacional dos Auditores Federais de Finanças e Controle; Associação dos Juízes Federais do RN; Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho no RN; Controladoria Geral do Estado do Rio Grande do Norte; Controladoria Geral do Município de Natal; Controladoria-Geral da União no RN; Delegacia da Receita Federal do Brasil em Mossoró; Delegacia da Receita Federal do Brasil em Natal; Ministério Público do Trabalho/PRT 21a Região; Ministério Público Federal /PRRN; Ministério Público Junto ao Tribunal de Contas do Estado do RN; Ordem dos Advogados do Brasil/Seccional RN; Procuradoria da Fazenda Nacional/RN; Procuradoria da União no RN; Procuradoria Federal no RN; Secretaria de Estado da Tributação do RN; Superintendência da Polícia Federal no RN; Superintendência da Polícia Rodoviária Federal no RN; Superintendência do Patrimônio da União no RN; Superintendência da Agência Brasileira de Inteligência no RN; Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no RN; Tribunal de Contas da União/Secex-RN; Tribunal de Contas do Estado do RN; União dos Auditores Federais de Controle Externo no RN; e Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

 

Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte – MPRN


Deixe um Comentário