Natal

Manifestantes bloqueiam acesso a ponte e pedem justiça em caso de menina morta por bala perdida em Natal

Manifestantes queimaram pneus em protesto por morte de menina de 11 anos em Natal — Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi

MANIFESTANTES QUEIMARAM PNEUS EM PROTESTO POR MORTE DE MENINA DE 11 ANOS EM NATAL. (FOTO: ACSON FREITAS/INTER TV CABUGI)

Moradores do bairro Brasília Teimosa, Zona Leste de Natal, bloquearam um dos acessos à Ponte Newton Navarro e queimaram pneus durante protesto, no final da tarde desta terça-feira (9). Eles pediam justiça no caso da menina Mikaelly Sales da Silva, de 11 anos, que morreu no domingo (7) após ser atingida por uma bala perdida, durante uma festa de comemoração pela eleição de um deputado.

O protesto aconteceu na avenida Café Filho, que dá acesso à Ponte Newton Navarro. Moradores da região e familiares da garota organizaram a manifestação para pedir investigação e prisão dos envolvidos no tiroteio que vitimou a menina.

Os manifestantes queimaram pneus e bloquearam a avenida. Os motoristas precisaram pegar outros caminhos. A via ficou congestionada nos dois sentidos.

Após cerca de 30 minutos, policiais militares do Batalhão de Choque conversaram com os moradores e eles decidiram encerrar o protesto.

Equipes do Corpo de Bombeiros foram enviadas ao local para controlar as chamas e desobstruir a via.

O caso

No momento em que foi baleada, Mikaelly ajudava a mãe dela, que trabalhava como ambulante, vendendo lanches e bebidas em meio a uma passeata de comemoração pela vitória do candidato Ubaldo Fernandes (PTC), eleito deputado estadual no pleito realizado no domingo (7).

G1 RN


Deixe um Comentário