Segurança

Mais 20 presos, integrantes de facções, são transferidos do CE para presídio federal de Mossoró-RN

Após a série de ataques no Ceará, a Força Nacional de Segurança Pública está fazendo o policiamento ostensivo nas ruas de Fortaleza, em apoio aos agentes de segurança do estado.

NAS RUAS, 500 INTEGRANTES DA FORÇA NACIONAL AUXILIAM A POLÍCIA CEARENSE NO COMBATE ÀS OCORRÊNCIAS.

Mais 20 integrantes de facções criminosas foram transferidos do Ceará para o presídio federal de Mossoró (RN) nesta quarta-feira (9). A transferência, segundo o Ministério da Justiça, aconteceu durante a madrugada. O pedido de transferência foi feito pelo governo estadual na última sexta-feira (4).

Um dos presos já havia sido levado no último domingo (6). O ministério diz que a medida “só foi efetivada após definições dos presos e pedidos feitos pelo estado”

De Mossoró, eles serão transferidos para outros presídios federais, localizados em Brasília, Porto Velho, Campo Grande e Catanduvas (PR). Segundo o ministério, é possível que o número de presos do Ceará transferidos para presídios federais aumente.

A ação desta quarta envolveu o Ministério Público, a Justiça Estadual do Ceará, o ministério e a Justiça Federal de Mossoró. A crise na segurança no Ceará começou na noite da última quarta (2). Ataques foram registrados no estado em decorrência de uma intenção do governo de não mais separar integrantes de facções nos presídios cearenses.

Em razão das ocorrências, os agentes de segurança já prenderam 215 pessoas desde o início da crise de acordo com dados do governo estadual divulgados nesta quarta. Nas ruas, 500 integrantes da Força Nacional auxiliam a polícia cearense no combate às ocorrências.

UOL


Deixe um Comentário