Polícia

Ladrão de banco integrante de quadrilha que atuava no RN é morto durante confronto com polícia

Material Apreendido pela Polícia

Polícia procura o foragido da Justiça Jonathan Soares de Oliveira, integrante dessa organização

Um dos homens integrantes de uma quadrilha especializada em roubo a bancos, a qual havia participação no estado do Rio Grande do Norte, foi um dos dois mortos durante confronto com policiais do estado do Pará, após invadir um hotel. Davidson José Alves (Nenem) teria invadido o hotel após um assalto em Benevides, e morrido após troca de tiros. Ele fazia parte da mesma quadrilha de Rafael Leopoldino da Silva, vulgo “Lourinho”, preso no dia 13 de julho deste ano em uma residência na praia de Búzios, com diversas armas de grosso calibre.

Na época do ocorrido, Rafael tinha dois mandados de prisão em aberto no Rio de Janeiro, sendo condenado por roubo a banco, e tinha se apresentado com o nome falso de “Rafael Martins Gonçalves da Costa”. Através de investigações, a polícia descobriu que a residência em que Rafael estava, foi alugada pelo cabo do Corpo de Bombeiros Militar, Thiago Saulo, suspeito de alugar casas para o uso de quadrilhas especializadas em assaltos a bancos e carros-forte. Ele foi preso pela Deicor no dia 14 de julho deste ano. A quadrilha atuava nos estados da Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará, Rio de Janeiro, São Paulo, e Pará. Nesta quinta-feira (14), a polícia civil de Pernambuco,  anunciou a prisão de três mulheres suspeitas de integrarem a quadrilha especializada. Foram presas: Cecília Izabelly Alves (PB), Abrona Samua Alves de Melo (RN) e Janeide Nazaré dos Santos (PE).

Elas foram presas no Cabo de Santo Agostinho, sendo apreendidas com elas a quantidade de 12 tabletes de maconha, um revólver calibre 38, 45 cordéis explosivos, 10 toucas ninja, 5 coletes balísticos, 3 Quilos de ANFO, uma moto serra, 2 marteletes e diversos equipamentos para prática de crimes contra instituições bancárias. O papel delas na quadrilha era auxiliar os criminosos na logística para o cometimento dos crimes.

A Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor/RN) já tinha indiciado seis membros da organização  criminosa e  procura o foragido da Justiça Jonathan Soares de Oliveira,  integrante dessa organização , que  está sendo desmantelada pelas forças policial dos estados, através de um trabalho conjunto. A Deicor prosseguirá na procura por Jonathan no estado do Pernambuco.


Deixe um Comentário