Política

Julia Arruda oficializa rompimento com o prefeito Álvaro Dias e o acusa de fazer “uma política coronelista e arcaica”

A VEREADORA JULIA ARRUDA ANUNCIOU O ROMPIMENTO NA MANHÃ DE HOJE (06). (FOTO: ELPÍDIO JUNIOR)

A vereadora Júlia Arruda (PDT) oficializou na manhã desta quarta-feira o seu rompimento com o prefeito de Natal, Álvaro Dias, a quem acusou de fazer “uma política coronelista e arcaica”. Usando a Tribuna da Câmara Municipal, Arruda disse que a gestão de Dias está impondo normas de condutas aos vereadores, tentando obrigá-los a votarem nos projetos de acordo com a vontade dele, o que, segundo ela, trata-se de uma estratégia “claramente articulada, rasteira”, que a levou a se negar a continuar na base governista.

A bancada governista conta agora com três vereadores a menos- Dinarte Torres (PMB) pulou fora do barco na semana passada e Julia Arruda e Ana Paula (PSDC) nesta quarta-feira. Ana Paula, aliás, promete oficializar dar uma entrevista coletiva hoje, às 16 horas.

“Subo a esta Tribuna para anunciar meu rompimento com o prefeito Álvaro Dias, jamais aceitarei abrir mão de cumprir o meu mandato de acordo com o que acredito! Pressão nenhuma será capaz de violar meus princípios!”, declarou a vereadora durante o seu pronunciamento.

Ela explica que o rompimento com o prefeito aconteceu após ela se negar a participar do que chamou de uma “política coronelista e arcaica, como um jogo de troca de favores que só corrobora com a aversão de muitas pessoas à politica brasileira”.

E acrescentou: “Nunca me curvei a interesses e sempre mantive nesta Casa uma postura aliada com o cidadão natalense. Caminhei ao lado do prefeito Carlos Eduardo em suas duas ultimas eleições, ajudando a sua chegada à essa Casa e me mantendo na situação, até então, votando sempre a favor dos Projetos que considerei bons para Natal. Até ontem, quando a nova gestão, em um momento claramente articulado, rasteiro e apelidado de alinhamento da bancada chamou os vereadores para um constrangedor confessionário, onde foram impostas normas de condutas, do tipo ‘vereador de minha bancada tem que votar como eu mandar’. Não fui convidada para essa rodada, ainda bem!”

Júlia Arruda finalizou dizendo que “respeito e credibilidade nunca serão moeda de troca em seu seu mandato” e que tem “certeza de estar do lado certo”´.


Deixe um Comentário