LAVA JATO

Juiz Sérgio Moro prorroga prisão temporária do marqueteiro João Santana e da esposa Mônica Moura

JOÃO SANTANA E MÔNICA MOURA CHEGANDO AO IML DE CURITIBA . ( FOTO: VEJA.COM/REUTERS

JOÃO SANTANA E MÔNICA MOURA FORAM PRESOS PELA PF NA ÚLTIMA TERÇA (23) . ( FOTO: VEJA.COM/REUTERS)

O Juiz federal Sergio Moro prorrogou por mais cinco dias, as prisões temporárias do marqueteiro petista João Santana e de sua esposa e sócia, Mônica Moura.

Moro é o juiz responsável pelos processos da Operação Lava Jato em Curitiba, e atendeu ao pedido de prorrogação solicitado pela Polícia Federal, que descobriu nas investigações da Operação Lava Jato, novas provas contra o marqueteiro e a esposa.

Entre as novas provas, está uma planilha descoberta com uma funcionária da Odebrecht, onde consta repasses “por fora”, no valor de R$ 4 milhões pagos ao marqueteiro durante as Eleições 2014. A planilha também contém a anotação de que a “negociação” total chegaria a 24 milhões de reais.


Deixe um Comentário