Diversos

Já apelidado de “deputado de férias”, Robinson Faria passa em teste de popularidade em Natal

Foto: Reprodução

O ex-governador Robinson Faria passou no “teste drive político”. Nas redes sociais o líder estadual do PSD comemora a aceitação popular. “Almoçando aqui no Natal Shopping e muito feliz com o carinho das pessoas”, ressalta Robinson.

Robinson disputou um cargo eletivo pela primeira vez em em 1986, elegendo-se deputado estadual no Rio Grande do Norte, sendo então, o deputado mais jovem da Assembleia Legislativa na época, com 27 anos. Foi reeleito seis vezes, ocupando os cargos de presidente da Comissão de Constituição e Justiça, por duas vezes, primeiro secretário, vice-presidente e presidente da Assembleia Legislativa por quatro biênios (2003-2006/2007-2010). Na sua gestão em 8 de outubro de 2003 foi criada a TV Assembleia, primeira TV legislativa do Norte-Nordeste do Brasil.

Nas eleições estaduais no Rio Grande do Norte em 2010, elegeu-se vice-governador potiguar, na chapa encabeçada por Rosalba Ciarlin, acumulando o cargo de vice-governador e titular da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos durante dez meses, quando ao fim da gestão anunciou a ida ao bloco de oposição ao governo de Rosalba Ciarlini do qual foi vice-governador, e que encerrou o mandato com uma aprovação de apenas 7%, a menor do Brasil.

Nas eleições estaduais em 2014 elegeu-se governador potiguar, derrotando, no segundo turno, o político e candidato Henrique Eduardo Alves. Com 100% das urnas apuradas, Robinson Faria atingiu 54,42% dos votos, contra 45,58% do adversário.

Nas eleições estaduais em 2018 Robinson Faria candidatou-se à reeleição pelo PSD, tendo como vice o administrador Tião Couto, na coligação ‘Trabalho e Superação’ composta por PRB, PTB, PPS, PMB, PTC, PSB, PRP, PSDB, PSD, AVANTE e PROS.

Em meio a crises de segurança pública e atrasos nos pagamentos dos servidores públicos, sofreu duras críticas durante a eleição embaladas pela reprovação do governo que, de acordo com o IBOPE, atingiu 57% em setembro, provocando desgaste de sua imagem. Foi derrotado ainda no primeiro turno, obtendo 192.037 votos válidos (11,85%), ficando em terceiro lugar atrás do ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT) e da senadora Fátima Bezerra (PT), que se classificaram para o segundo turno. Faria declarou neutralidade na disputa de segundo turno para o Governo do Estado, já na disputa presidencial declarou, desde o primeiro turno, apoio ao deputado Federal Jair Bolsonaro.

Depois de deixar o governo com a imagem política desgastada, Robinson Faria, após quatro meses sem mandato, parece manter intacta a base política que mantém na região Agreste potiguar, agora ampliada em todo o RN, condição que favorece o ex-governador a receber o apelido de “deputado de férias”. Nas redes sociais o nome de Robinson Faria também aparece para disputar a Prefeitura de Natal em 2020.

Fonte/ Dalton Emereciano


Deixe um Comentário