Política

Força-tarefa da Lava Jato pode abrir processo para impedir candidatura de Lula em 2018

AÇÃO POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA TEM COMO EFEITO A INELEGIBILIDADE DO CULPADO. (FOTO: PAULO PINTO/FOTOS PÚBLICAS)

AÇÃO POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA TEM COMO EFEITO A INELEGIBILIDADE DO CULPADO. (FOTO: PAULO PINTO/FOTOS PÚBLICAS)

Integrantes da força-tarefa da Lava Jato estudam abrir um processo por improbidade administrativa contra Lula, caso as acusações de que empreiteiras tenham reformado o sítio usado pelo ex-presidente em Atibaia (SP) enquanto ele ainda estava no poder se confirmem.

A construtora Odebrecht teria financiado  parte da reforma do sítio, que pertenceria a sócios do filho do ex-presidente. O local foi adquirido em 2010, mas os proprietários alegam que Lula só ficou sabendo da compra em janeiro de 2011, após deixar a Presidência.

Um dos efeitos em caso de condenação por improbidade administrativa é a inelegibilidade do condenado. Atualmente, existem cinco ações de improbidade com pedidos de decretação de inelegibilidade por até dez anos contra acusados na Lava Jato.

Fonte: Folha de São Paulo.

 



Deixe um Comentário