Política

Fábio Faria cobra ações mais efusivas contra casos de exploração sexual infanto-juvenil

O deputado federal Fábio Faria (PSD RN), autor dos projetos de lei que estabelecem classificação etária para vídeos infantis na internet e a exibição de campanhas contra a pedofilia em voos e salas de cinema, chamou a atenção, nessa sexta-feira, 17, para o crescimento de casos de violência infantil. O parlamentar defende medidas mais eficientes na proteção de crianças e adolescentes.

O dia 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescente, para o deputado não pode passar “em branco” e se faz necessário abordar a temática e debatê-la para que o círculo de proteção às crianças e adolescentes seja ampliado. “Essa data não pode passar em branco no Parlamento e nem na sociedade. Precisamos ampliar o círculo de proteção às nossas crianças e implementar iniciativas que visem ampará-las e protegê-las. Enquanto pai de três filhos e deputado representante do povo, minha preocupação e responsabilidade só aumentam”, disse Fábio.

Segundo o último levantamento do “Disque 100”, em 2017 foram registradas mais de 20 mil denúncias de violência. Esse número é mais assustador quando se leva em conta que grande parte dos abusos jamais são informados ou sequer descobertos. Nesta sexta-feira, a Polícia Federal realizou em São Paulo uma operação para identificar suspeitos de produzir e distribuir na internet arquivos contendo abuso sexual de crianças e adolescentes. Um frentista de 33 anos, cujo nome não foi divulgado, foi preso preventivamente.

Fábio destacou o trabalho de inteligência e operação das polícias, rastreando conteúdos cibernéticos produzidos por redes de pedofilia e retirando os criminosos de ação.


Deixe um Comentário